«

»

ago 07

Entrevista do Prof. Glaucio Brandão para a FAPERN

1. Quem é o público-alvo da oficina Biofeedart? alunos de engenharia da computação e automação? de artes? artistas?

Todos! A idéia é fazer com que as pessoas expressem arte utilizando a tecnologia como ferramenta! Assim, aqueles que se enquadram entre a Arte e Tecnologia, são eleitos natos a fazer desta metodologia. Ou seja: não há público alvo. Todos são público!

2. quais são os conhecimentos necessários (ou requisitos) para participar da oficina?

Querer fazer arte! Não há pré-requisitos!

3. No RN, há maior interesse (e sua repercussão em números de trabalhos ou pesquisas) por parte de quem é da engenharia ou das artes? e no Brasil?

Pela conversa que tenho com outros docentes, pelo menos aqui na UFRN e demias Instituições de Ensino Superior, sou o único da tecnologia (engenharia) que abraçou a causa levantada pelo artista Mathieu Duvignaud, de usar a tecnologia, aliada à arte, para criar um novo espaço que contenha ambos. No Brasil, creio que existam trabalhos isolados. Não há como precisar, já que nunca havia entrada neste campo, sendo a primeira vez que me interessei por esta linha. Estou no começo.

4. O que são “biopotenciais”?

Sinais elétricos gerados pelo corpo!

5. os sitemas acoplados ao corpo humano podem, por exemplo, rastrear apenados em liberdade condicional, Pode-se dizer que a biofeedart utiliza a mesma idéia, só que aplicada à arte, em vez de à punição?

De forma alguma. O BiofeedArt é uma extensão dos sinais eletroquímicos gerados pelo corpo. É uma tentativa de ampliar o que se sente e deenhar em uma interface qualquer. Por enquanto, a idéia é expressar os sinais vitais em uma tela de coputador! Deve se uma forma de tecnologia prazeroza e não coibitiva!

6. Como ocorre a percepção de 3D num fractal que verdadeiramente é 2D ?

é ilusão, arte ou matemática? Ilusão… Como tudo na vida ! Arte… Como tudo na vida ! Matemática… Como tudo na vida! O mundo que nos rodeia é mais do que tridimensional, mas nosso cérebro limita à 03 dimensões para facilitar os cálculos. Ou seja: o cérebro CALCULA (matemática), reduz a dimensão para podermos aceitar com maior facilidade (ilusão) e tenta deixar o mundo mais bonito (arte). Assim, um fractal é apenas a repetição de uma semente, um código. Como o DNA faz com a gente: replica!

7. no projeto há referência à intenção de expandir a interdisciplinaridade entre medicina, instrumentação biomédica e artes gráficas. Vc acha que existe abertura no corpo científico para a interdesciplinaridade?

Total. Não sei como se pode pensar em “todo” sem as “partes”. Utilizando o raciocínio de Linus Pauling (nobel de química), o corpo é um evento eletroquímico. Portanto há física, química, biologia, matemática… e a expressão humana, através de palavras, gestos etc. Não sei quem teve a idéia de separar estas coisas! como isso pode ser realizado? Pense assim: para quê existe a Ciência, se não promover o bem-estar? Isto implica em melhorar o ser por dentro e por fora. Para mim, que estou montando juntamente com outros professores o departamento de Engenharia Biomédica, pretendemos utilizar a tecnologia para aprimorar os defeitos visíveis dos viventes: órteses, próteses, aparelhos etc. E os defeitos não visíveis, aqueles do âmago, do ser, do interno? Teremos que contar com vários profissionais para que possam expor estes defeitos internos, que são maiores que os visíveis!

8. o objetivo é que o oficina produza resultados? quais?

Sim. Imagine você poder controlar imagens com os batimentos cardíacos… Sons com o pensamento? Pretendemos produzir, em estágio bem avançado da ferramenta, um artifício que faça o papel que hoje calmantes, remédios para pressão etc. fazem: controlar os sistemas biológicos utilizando o prórpio usuário. POr enquanto, queremos apenas que as pessoas se divirtam produzindo imagens com os sinais que não sabiam que possuíam!

9. como será a oficina? quem faz o quê?

Deixremos disponíveis um sensor de batimento cardíaco (utilizando o dedo para isso) e um sensor de movimento preso a uma das mãos, ligados a um PC. Assim, o fractal utilizará estas duas sementes para gerar as imagens fractais.

10. pesquisei seu curriculo no Lattes e é bem extenso. Que aspectos o que o senhor prefere que sejam enfatizados? Não é tão extenso… Mas, você poderia dizer que sou emprendedor, inovador e gosto de misturar as ciências para melhorar a vida! (ri ao escrever isso!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>


*

Pular para a barra de ferramentas