Arquivo da categoria: Produção_Independente

Cultne – Lançado o maior acervo digital de Cultura Negra Brasileira

Março/2010 – Com câmeras na mão há 30 anos, um brasileiro e uma inglesa lançam projeto Cultne, o maior acervo digital de cultura negra do País.

O brasileiro Filó Filho (Cor da Pele Produções) e a inglesa Vik Birkbeck (Enúgbarijo Comunicações, que significa “boca coletiva”, em iorubá) vivem com uma câmera na mão e há três décadas estão ligados à cultura negra brasileira.

Com olhares diferentes sobre um mesmo foco, os dois estão digitalizando todo o seu acervo e colocando no site
www.cultne.com.br.

Serão cerca de mil horas de imagens, gravadas originalmente em VHS e disponíveis na Internet para visualização e download.

O site possui uma política de distribuição livre do conteúdo, que pode ser baixado, editado e compartilhado livremente, desde a fonte seja citada.

Leia trecho da capa do site:

Assista, edite, reproduza!

Bem vindo ao CULTNE – Acervo Digital de Cultura Negra Brasileira. Aqui você tem a chance de conhecer novos pontos de vista da história do nosso país, através de materiais inéditos em vídeo, em diversos momentos artísiticos e políticos, registrados ao longo de décadas.

Além de assistir, você pode se cadastrar e baixar todo nosso conteúdo para seu computador, utilizando livremente o material em edições jornalísiticas, projetos estudantis, ou qualquer atividade sem fins lucrativos, desde que citada a fonte. Bom proveito!”.

http://www.recid.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1322&Itemid=2

Inscrições abertas para a VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD Capixaba

Edição comemorativa da Mostra reunirá produções audiovisuais de todos os Estados e exibirá um panorama do curta metragem nacional

Em 2010, a ABD Capixaba completa sua primeira década de existência. Por isso, a VI Mostra Produção Independente irá comemorar a data. O evento acontecerá entre os dias 13 e 17 de julho, no Cine Metrópolis, na Ufes. As inscrições para a Mostra Competitiva deste ano já estão abertas. Os realizadores de audiovisual do Estado têm até o dia 15 de maio para enviar as suas produções.

Podem participar da VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD qualquer obra audiovisual realizada por equipe capixaba ainda não selecionado nas Mostras Produção Independente da ABD&C-ES anteriores. Podem ser inscritas produções de qualquer duração, formato ou data de realização. Os filmes selecionados para a Mostra Competitiva concorrem nas categorias Melhor Filme e  Melhor Contribuição Técnica ou Artística. O valor é  de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) para cada um dos premiados. Acesse o regulamento completo. A inscrição é gratuita pode ser feita aqui.

Panorama do Curta Metragem Nacional
Além da Competitiva, a VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD exibirá uma Mostra Paralela com a curadoria das 27 ABDs estaduais. Por meio dessa programação, será traçado um panorama do curta metragem brasileiro. A proposta é que as ABDs de cada Estado indiquem um curta produzido e/ou realizado no seu respectivo território.

Fará parte da VI Mostra um Seminário para discutir as mudanças na Lei de Direito Autoral e os Direitos do Público no acesso aos bens culturais no Brasil. Deverão estar presentes nos debates representantes do Conselho Nacional dos Cineclubes (CNC), do Congresso Brasileiro de Cinema (CBC), do Fórum dos Festivais e da ABD Nacional – entidades parceira da ABD Capixaba na realização do evento.

Além do Seminário, estão previstas duas outras mesas que tratarão da produção e da difusão do curta metragem. A inclusão do audiovisual brasileiro nas telas e na programação televisa e o uso estratégico dos festivais e cineclubes para difusão do audiovisual serão as temáticas debatidas nesses espaços.

Lançamentos
Na VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD, também serão lançados a terceira edição da Revista-Catálogo Milímetros e um DVD coletânea com os filmes capixabas que participam da Mostra Competitiva, com distribuição gratuita para o público. Além das exibições, lançamentos e debates, o evento contará com oficinas de realização.

Apóiam o evento a Secretaria Municipal de Cultura de Vitória, a Secretaria de Cultura da Ufes, a Secretaria de Políticas Culturais e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e o Sebrae-ES.

Documentários ambientais no IV Curta Atibaia

Documentários ambientais sobre a Serra do Itapetinga e Pedra Grande serão exibidos neste domingo.

A cidade de Atibaia está historicamente envolvida com o movimento ambiental e no próximo dia 25 acontecerá a exibição de dois documentários que têm como protagonista a Serra do Itapetininga e seu maior ícone, a Pedra Grande. Os filmes serão exibidos no Centro de Convenções “Victor Brecheret”, a partir das 15 horas, na Mostra “Conservação Ambiental”, dentro da programação do IV Curta Atibaia.

O documentário Pedra Grande.DOC, (foto) de Daniel Choma e Tati Costa, retrata o movimento social ocorrido entre os anos de 1981 e 1983 que culminou com a lei do Tombamento da Pedra Grande. Já o documentário “Serra do Itapetininga, um Monumento Ameaçado”, de Daniel Abicair e Jair Cehs, mostra a condição atual da Serra do Itapetininga, suas belezas e ameaças.

Os documentários se complementam de forma relevante e pretendem mostrar ao público a importância da conservação e preservação deste importante ambiente natural historicamente ameaçado pela ação humana.

Domingo, 25/10 – 15h às16h30
Centro de Convenções Victor Brecheret

O IV Curta Atibaia é promovido pela Secretaria de Cultura e Eventos de Atibaia e conta com o apoio do Difusão Cineclube, da Federação de Cineclubes do Estado de São Paulo e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros.

Documentários ambientais no IV Curta Atibaia

Documentários ambientais sobre a Serra do Itapetinga e Pedra Grande serão exibidos neste domingo.

A cidade de Atibaia está historicamente envolvida com o movimento ambiental e no próximo dia 25 acontecerá a exibição de dois documentários que têm como protagonista a Serra do Itapetininga e seu maior ícone, a Pedra Grande. Os filmes serão exibidos no Centro de Convenções “Victor Brecheret”, a partir das 15 horas, na Mostra “Conservação Ambiental”, dentro da programação do IV Curta Atibaia.

O documentário Pedra Grande.DOC, (foto) de Daniel Choma e Tati Costa, retrata o movimento social ocorrido entre os anos de 1981 e 1983 que culminou com a lei do Tombamento da Pedra Grande. Já o documentário “Serra do Itapetininga, um Monumento Ameaçado”, de Daniel Abicair e Jair Cehs, mostra a condição atual da Serra do Itapetininga, suas belezas e ameaças.

Os documentários se complementam de forma relevante e pretendem mostrar ao público a importância da conservação e preservação deste importante ambiente natural historicamente ameaçado pela ação humana.

Domingo, 25/10 – 15h às16h30
Centro de Convenções Victor Brecheret

O IV Curta Atibaia é promovido pela Secretaria de Cultura e Eventos de Atibaia e conta com o apoio do Difusão Cineclube, da Federação de Cineclubes do Estado de São Paulo e do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros.