Arquivo da categoria: Destaques

Matérias em destaque

Conselheira apresenta proposta para ampliar transparência na Anatel

A discussão sobre a transparência da Anatel ganhou um novo capítulo nesta segunda, dia 22. Entrou em consulta interna dentro da agência a proposta da conselheira Emília Ribeiro do novo texto do Regimento Interno da agência A conselheira apresentou uma longa proposta de revisão do regimento, sugerindo a mudança de diversos procedimentos da agência para que ela atenda melhor ao princípio da transparência. As propostas que estão sendo submetidas à avaliação dos funcionários da agência estão disponíveis na homepage do site TELETIME.

Após a inclusão do informe de Emília Ribeiro no sistema, o mecanismo de consultas internas sofreu uma pane técnica e a proposta foi retirada da lista de matérias para contribuição. Esta reportagem questionou a Anatel sobre o motivo da consulta não estar mais disponível, mas não obteve resposta da assessoria até o fechamento desta matéria.

O destaque da proposta é a nova disciplina para a realização de reuniões e divulgação de documentos. A conselheira sugere que todos os encontros do Conselho Diretor sejam realizados por meio de “sessões públicas”, onde a população possa ter acesso às deliberações sem restrição. Atualmente, as reuniões são fechadas e apenas em raras exceções a discussão pode ser acompanhada pela sociedade – o debate público mais recente foi o que culminou na mudança do Plano Geral de Outorgas (PGO) em 2008.

“É necessário que a Anatel seja não somente modelo de eficiência e equilíbrio, mas também amplamente visível para a sociedade. Em outros termos, por mais qualificadas, fundamentadas e formalmente regulares que sejam suas decisões, tais qualidades devem restar evidentes. A transparência assume, dessa forma, o papel de um fator proeminente de legitimação do modelo vigente”, argumenta a conselheira no informe que encaminha a proposta à consulta.

Emília Ribeiro sugere também que todos os documentos que serviram para subsidiar as decisões do Conselho Diretor sejam colocados na página da agência na Internet para leitura do público.

A mesma sugestão é apresentada para o tratamento dos votos dos conselheiros. Atualmente não há um regramento claro sobre a divulgação dos votos e cada conselheiro decide se o apresenta a público ou não. Mais de uma vez a divulgação dos votos por iniciativa individual causou polêmica dentro da agência, especialmente quando o posicionamento apresentado ao público era contrário à deliberação final do Conselho Diretor.

Para o diretor de Comunicação do Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Reguladoras (Sinagências), Ney Jobson, a proposta é positiva para a Anatel e a reforma já deveria ter sido feita há muito tempo para assegurar a transparência na autarquia. “O sindicato apoia a proposta e entende que ela é importante e até tardia. É preciso tornar o processo regulatório e decisório adequado à Constituição Federal e às boas práticas da administração pública, na medida em que torna públicas as reuniões e os documentos e estudos que subsidiaram as decisões, assim como os votos, mesmo aqueles que tenham sido dissidentes. Até porque o contraditório é importante para o fortalecimento regulatório”, avalia o representante do Sinagências.

Procurada por esta reportagem, a conselheira autora da proposta mostrou-se otimista com a possibilidade de reforma do processo decisório da agência. “Estou muito animada com a abertura da Anatel. Este é um dos grandes anseios da sociedade nos últimos anos e é mais do que necessário atualizar o regimento da agência”, afirmou a conselheira, que está nos Estados Unidos representando a Anatel no CTIA Wireless 2010. Emília Ribeiro ponderou que a proposta ainda não se trata da reestruturação da agência reguladora, em processo de análise, mas apenas de uma atualização do regimento com relação aos procedimentos decisórios.

A conselheira disse esperar receber contribuições dos funcionários da agência reguladora para aprimorar a proposta, primeira desse gênero desde que a Anatel foi criada em 1997. A apresentação das sugestões também é inovadora em outro aspecto: é a primeira vez que um conselheiro faz uma proposta direta aos funcionários da casa, apesar de esse tipo de iniciativa estar prevista no regimento em vigor. Mariana Mazza

IAÔI Cineclube no Festival Nação Pernambuco

O IAÔI Cineclube ira realizar atividades em conjunto e  paralelas ao Festival Pernambuco Nação Cultural que acontece em Goiana na Zona da MAta Norte de Pernambuco.

Dia 26, apartir das 18hr o cineteatro Poliytheama será inaugurado em Goiana, cidade da Zonda da mata Norte de Pernambuco. Neste mesmo momento na parede externa do Polytheama o IAPÔI Cineclube em conjunto com o coletivo Silencio Interrompido projeta um conjunto de imagens místicas do cotidiano de uma cidade morta  em seuas cores para quem olha por fora e putrefa em vida para quem entra em suas teias de relacionamento interpessoal.     Goiana

Além dessas imagens que potencializa um novo olhar sobre a cidade, a luta pelos Direitos do Público será discutida com os transeuntes que passarem no lugar e serão convidados a ler artigos da Carta de Tabor, documento base dos Direitos do Público.

Nos dias 27(sabado) e 28 (domingo) o IAPÔI Cineclube irá realizar a produção local da primeira mostra de cinema desta nova era de acesso a obras audiovísuail da cidade,mostra essa realizada pela Cordenadoria de Cinema e Vídeo da Fundarp.

Segue a programção da mostra:

Local: Teatro Pollytheama

SÁBADO – 27/03/2010

Sessão 18h

Classificação: Livre

Curtas-metragens:

A Cambinda do Cumbe, de Luca Barreto, 20 minutos
Documentário sobre o Maracatu Rural mais antigo de Pernambuco. A Cambinda Brasileira está sediada no Engenho Cumbe, em Nazaré da Mata, a 55km de Recife, e completou 90 anos de atividade em janeiro de 2008.

O Homem da Mata, de Antônio Carrilho,18 minutos

José Borba da Silva, ator, canavieiro, cantor, pai-de-santo e artista da cultura popular, interpreta Jack, o vingador justiceiro, super-herói defensor dos trabalhadores da Zona da Mata Atlântica do Nordeste do brasil.

Fuloresta do Samba, de Marcelo Pinheiro, 26 minutos

O documentário mostra a trajetória de Siba Veloso e integrantes dos mais tradicionais maracatus e cirandas da região da Zona da Mata Norte pernambucana. Músicos que sairam do corte da cana para se tornarem artistas “pop”.

Cinenaza, de Cléber Amorim e Waston Ferreira, 15 minutos

Proporcionando alternativas de acesso aos bens culturais nacionais, no dia 23 de novembro de 2009, o Cinenaza reuniu a população do município em grande número numa noite de democratização da cultura, na praça principal de Nazaré da Mata.

A Revolta do Boêmio, de Elthon Taurino, 2 minutos

O filme conta a história de Gonçalves, um boêmio nato que quer viver a vida de sua forma, mas a sociedade atual acaba o excluindo, fazendo com que ele se revolte e mude seu jeito de ser.

Sessão 19h30min

Classificação: 18 anos

Baixio das Bestas, de Claudio Assis, 80 minutos

Auxiliadora (Mariah Teixeira) é uma jovem de 16 anos explorada e mantida dentro de casa pelo avô Heitor (Fernando Teixeira) em um pequeno povoado na Zona da Mata pernambucana. Durante algumas noites, o avô leva a garota ao posto de gasolina para expô-la nua a troco de alguns reais. Na cidade, Everardo (Matheus Nachtergaele) e Cícero (Caio Blat) promovem orgias violentas na casa de Dona Margarida (Conceição Camarotti), onde moram algumas prostitutas. As vidas de todos se entrelaçam em um drama sobre a condição da mulher naquela região.

DOMINGO – 28/03/2010

Sessão 18h

Classificação: Livre

Curtas-metragens:

A Quase Tragédia de Mané ou O Bode que ia Dando Bode, de Ricardo Melo, 12 minutos

O singelo devaneio de um sertanejo, do qual ele próprio é a segunda maior vítima (a primeira foi o bode), tem nos simbolismos do planeta midiatizado a sua base. Fama virou sinônimo de valor. Mané, cheio de ingenuidade, achou que poderia tirar proveito disso e, enfim, realizar um antigo desejo junto com a sua amada esposa. Ela, também vitimada, arrumou um jeito de dar fim ao seu tormento. E aí, acabou-se o que era sonho doce?

Coco de Yá, de Charles Wolf, 28 minutos

A protagonista Mãe Nininha é fundadora do Coco da Yá (que significa mãe em ioruba) festa cultural que acontece uma vez por mês na cidade de Goiana, este documentário mostra um pouco da cena cultural do coco de roda em Pernambuco.

Maracatu Maracatus, de Marcelo Gomes, 14 minutos

As diferenças culturais entre as várias gerações de integrantes do maracatu rural, ritual afro-indígena que tem suas origens nos engenhos de açúcar de Pernambuco.

Olé Larinda, o canto das raspadeiras de mandioca, de Everaldo Costa Santana, 19 minutos

O documentário revela as condições de trabalho de mulheres, raspadeiras de mandioca, nas casas de farinha do interior de Pernambuco. As lutas, as conquistas, os sonhos e desafios enfrentados diariamente na luta pela sobrevivência em um trabalho escravizante.

O Rei do Coco, de João Marcelo Ferraz, 15 minutos

O documentário acompanha um pouco do dia-a-dia de Sebastião Grosso, feirante e cantor de coco de Goiana, Pernambuco. Sebastião fala sobre sua vida, seu aprendizado como compositor e sobre seu método de criação. Sebastião trabalhava na feira quase todos os dias do ano e no São João apresentava suas composições para a população de sua região, que o intitularam de o rei do coco. Sebastião faleceu poucos meses depois da gravação do documentário.

Sessão 19h30min

Classificação: 18 anos

Amigos de Risco, de Daniel Bandeira, 80 minutos

Após anos em fuga, Joca está de volta à cidade. E para comemorar, nada melhor que uma noitada com seus últimos bons amigos, Nelsão e Benito. Mas o alegre reencontro vira um pesadelo quando Joca subitamente passa mal. Sem dinheiro, transporte ou comunicação, seus amigos agora precisam carregá-lo pela cidade deserta até o hospital mais próximo. Vai começar uma corrida contra o tempo cheia de surpresas capazes de abalar os mais firmes laços de amizade.

Programação completa do festival:

http://www.nacaocultural.pe.gov.br/confira-a-programacao-completa-do-festival-pernambuco-nacao-cultural-mata-norte

Caio Dornelas
IAPÔI cineclube
Tesoureiro FEPEC

Riacho Doce recebe o Barracão Cineclube

Neste domingo, dia 28, a partir das 18 horas uma tela será iluminada na praça do Riacho Doce, por trás da igrejinha de Nossa Senhora da Conceição, com curtas alagoanos e animações nacionais. A Praça é a José Emílio de Carvalho no bairro de Riacho Doce, beirada pela AL-101 Norte, local escolhido para a primeira exibição do Barracão Cine Clube.

Entre os curtas alagoanos está Vestido para Lia, no dia da festa da padroeira, Lia, filha da costureira, tenta convencer sua mãe a fazer um vestido novo para a festa. Ficção dirigida por Hermano Figueiredo e Regina Célia Barbosa, realizada através do edital Curta Criança. Um dos documentários é Iraque – Terra da Esperança, retrata um bairro de Marechal Deodoro com problemas de violência, dirigido por Douglas Nogueira e realizado através do Projeto Olhar Circular. Nome, Idade, Profissão e Onde Mora é um documentário sobre um dia de trabalho na vida de um ambulante de Fernão Velho, dirigido por Viviane Vieira e realizado através do projeto Ateliê SESC.

O Barracão Cine Clube é fruto da parceria entre a Associação Artística Saudável Subversivos e a Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-metragistas de Alagoas – ABDeC-AL, contemplada pelo projeto Cine Mais Cultura, o programa é uma ação do Ministério da Cultura, disponibiliza equipamentos para a formação de cineclubes em todo o país.

Sobre os Saudáveis Subversivos

Os Saudáveis Subversivos iniciaram suas atividades através das artes cênicas, com peças, improvisos e experimentos audiovisuais. Em 2008 a Associação foi contemplada pelos editais Oi Futuro e BNB, possibilitou a realização do Projeto Olhar Circular, que teve como produto sete documentários realizados por jovens de Marechal Deodoro.

Em 2009, os Saudáveis colaboraram com o SESC Alagoas no projeto Ateliê SESC em Fernão Velho que teve como produto quatro documentários. Com sede em Riacho Doce, a Associação Artística Saudáveis Subversivos realizará alguns projetos neste bairro ao longo deste ano.

Fonte: Saudáveis Subversivos

Boletim MinC RRNe


Quarta – feira, 24/03/2010

Últimas Notícias

VIVALEITURA 2010 – Foi lançada esta semana a 5ª edição do Prêmio VivaLeitura 2010, voltado para destacar ações de fomento à leitura. Saiba mais: http://www.cultura.gov.br/site/2010/03/22/premio-vivaleitura-2010/.

CINEMA – Estão abertas até 30 de abril as inscrições para a Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem e para a Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem – XX Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, que acontece entre 24 de junho e 1º de julho. Para mais detalhes, acesse:http://www.cultura.gov.br/site/2010/03/18/xx-cine-ceara/

NAÇÃO – Confira a programação completa do Festival Pernambuco Nação Cultural da Mata Norte, que começa hoje, quarta-feira (24), em Goiana. Acesse:  http://www.fundarpe.pe.gov.br/festival-pernambuco-nacao-cultural-2010-comeca-em-goiana.

MAIS CULTURA – O Ministério da Cultura divulgou nesta terça-feira, 23 de março, a lista dos habilitados e inabilitados para o Edital Mais Cultura de Modernização de Bibliotecas Públicas Municipais. Confira aqui a relação.

LIVRO E LEITURA – O III Fórum da Rede Nordeste do Livro e da Leitura, que acontece durante a 9ª Bienal Internacional do Livro do Ceará, nos dias 10 e 11 de abril, é uma realização conjunta da Representação Nordeste do Ministério da Cultura, SINDILIVROS, Fórum de Literatura e da Leitura do Estado do Ceará e Secretaria da Cultura do Ceará. Confira aqui a programação: http://forumdeliteraturace.wordpress.com.

GERAL

TEIA 2010
Começa nesta quinta-feira (25) a Teia Brasil 2010 – Tambores Digitais, que deverá contar com a participação de representantes de 2500 Pontos de Cultura.
Dentre as atividades, que acontecem até o dia 31 de março, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza (CE), haverá o Seminário Cultura Viva, com apresentações de pesquisas a respeito do Programa Cultura Viva; a Teia das Ações, priorizando discussões sobre as experiências e articulações os Pontos de Cultura; a Teia da Memória, trazendo debates sobre a memória social; e ainda Mostra Artística e Audiovisual. Para saber mais sobre o evento, acesse http://culturadigital.br/teia2010/.

ITAÚ CULTURAL

Estão abertas as inscrições para quatro editais do programa Rumos Itaú Cultural 2010: Literatura, Pesquisa, Música e, pela primeira vez, Teatro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas exclusivamente pelo site www.itaucultural.org.br/rumos, até o dia 30 de junho, à exceção do Rumos Literatura, cujo prazo para registro de propostas segue até 31 de julho. Os interessados podem se inscrever em mais de um edital, desde que com projetos diferentes. Além dos regulamentos, disponíveis no site oficial do programa, também estão sendo disponibilizadas informações sobre os mini-cursos e oficinas promovidos em todo o Brasil, no blog http://rumositaucultural.wordpress.com.

ARTES VISUAIS
Encontram-se disponíveis para consulta dois editais 2010 da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) voltados para a área de Artes Visuais: Trajetórias, cujo objetivo é compor a programação das galerias da Fundaj, e Concurso de Videoarte, que visa incentivar a produção audiovisual de caráter experimental. As inscrições estarão abertas de 30 de abril a 09 de maio para o Trajetórias, e de 31 de maio a 13 de junho para o Concurso de Videoarte. Os editais podem ser encontrados no portal http://www.fundaj.gov.br. Para outras informações: (81) 3073-6692 | 3073-6691.

CONEXÕES TECNOLÓGICAS
O Conexões Tecnológicas 2010 é um Festival de Produção Universitária em Arte, Design e Tecnologia, realizado pelo Instituto Sérgio Motta, com o objetivo de mapear tendências e destacar futuros profissionais. Para participar é preciso se inscrever no site http://conexoestecnologicas.org.br. Os trabalhos podem ser desenvolvidos em áreas como animação computacional, artes interativas, audiovisual, desenho industrial, design de interfaces, games, realidade virtual, redes colaborativas, webradio e webtv, entre outros. O Festival acontece no período de março a setembro de 2010. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail informe@conexoestecnologicas.com.

ALAGOAS

GRITO DE SOBREVIVÊNCIA

No Museu Palácio Floriano Peixoto, em Maceió, está em cartaz desde a última terça-feira (23), a exposição O Grito da Caatinga, do artista e ecólogo Paulo Soares. A mostra, que segue em exibição até o dia 31 de maio, traz esculturas do artista, numa exposição que alerta para a intervenção humana na região. Ao todo são 55 peças feitas a partir de árvores mortas. A iniciativa tem entrada franca e visitação monitorada. O Museu Palácio Floriano Peixoto, equipamento da Secretaria de Cultura do Estado – Secult, funciona às terças, quintas e sextas-feiras, das 8h às 17h; nas quartas, das 8h às 21h; e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h, na Praça Mal. Floriano Peixoto, 517, Centro. Mais informações: (82) 3315-7874.

BAHIA

OFICINAS DE CENOGRAFIA E FIGURINO
O Núcleo de Teatro do Teatro Castro Alves – TCA de Salvador, está com inscrições abertas até 29 de março para as oficinas de Figurino e Direção de Arte e Cenografia. As inscrições podem ser feitas no próprio TCA, das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira. As oficinas acontecem de 5 a 9 de abril, das 9h às 13h, no Centro Técnico do TCA, localizado na Praça 2 de Julho, s/n, Salvador. Para a inscrição, os interessados devem apresentar fotocópia de RG, currículo e comprovação (via atestado ou programa) de participação em, no mínimo, duas montagens com função correspondente à oficina. Mais informações: http://centrotecnicotca.blogspot.com/, (71) 3117-4882/4881 ou nucleoproducao@tca.ba.gov.br.

MOSTRA HIP HOP
Será neste domingo (28), a partir das 13h, a 3ª Batalha de Break — Evolução HipHop, considerada etapa eliminatória para a Mostra HipHop em Movimento, que acontecerános dias 03 e 04 de abril, no Teatro Vila Velha. Os interessados podem se inscrever pela internet até o sábado (27), no site http://www.irdeb.ba.gov.br/evolucaohiphop, ou no Teatro do Irdeb (fim de linha da Federação, Salvador), no dia do evento. A final acontece no dia 04 de abril e concederá prêmios em dinheiro aos três primeiros lugares. A Mostra HipHop em Movimento integra a programação do Festival Internacional Viva Dança. Saiba mais: www.educadora.ba.gov.br/evolucaohiphop, www.festivalvivadanca.com.br, ou nos telefones (71) 9151-0631 e 8837-5038.

ÚLTIMOS DIAS

No dia 26 de março encerram-se as inscrições para o Edital Salões Regionais de Artes Visuais da Bahia 2010, projeto da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SECULT, realizado através da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB. Saiba mais, acesse: http://www.cultura.ba.gov.br/noticias/plugcultura/ultimos-dias-para-inscricoes-no-edital-saloes-regionais-de-artes-visuais-da-bahia

CEARÁ

FEIRA DA MÚSICA PRORROGA INSCRIÇÕES
A IX Feira da Música de Fortaleza tem suas inscrições prorrogadas para os artistas que queiram se apresentar na edição deste ano. Até o dia 9 de Abril, a secretaria geral recebe material de qualquer lugar do Brasil e de outros países. No entanto, os músicos da capital cearense devem ficar atentos: o material inscrito fará parte da seleção da III Mostra de Música de Fortaleza Petrúcio Maia, que este ano acontece como prévia da Feira e julgará – entre 54 artistas/grupos fortalezenses – 12 que terão vaga garantida nos palcos da nona edição do maior encontro de música e negócios do Nordeste. Em 2010, a Feira da Música acontecerá entre os dias 18 e 21 agosto.

MARANHÃO

TEIA MARANHÃO

O Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho (Rua do Giz, Centro – São Luiz) foi o local escolhido para sediar o III Encontro Estadual dos Pontos de Cultura do Maranhão, que acontece hoje (24). Realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio do Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura, o encontro possibilita a discussão sobre o dia-a-dia desses Pontos do Maranhão e a eleição dos representantes do estado para a Teia 2010 – Tambores Digitais, que acontece, de amanhã à 31 de março, em Fortaleza – CE. O evento acontece apenas hoje, e os representantes do Maranhão já viajam para a capital cearense amanhã (25). Mais informações: http://www.cultura.ma.gov.br/portal/sede/index.php?page=noticia_extend&loc=mcultura&id=10

PARAÍBA

OFICINA AUDIOVISUAL – MOVSCAPES
No período de 06 a 10 de abril a capital paraibana recebe a oficina de audiovisual onde se realiza a conceituação, produção, finalização e exposição de Movscapes. A ação é da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD-PB) e Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, integrando o programa Rede Nacional de Artes Visuais da Funarte 2009. As inscrições são gratuitas e o participante deve apresentar um breve currículo e justificar seu interesse nas oficinas. Além disso, deverá dispor de uma câmara de qualquer tipo, que permita gravar e editar vídeo. As oficinas conceituais e práticas serão para até 30 pessoas e serão realizadas na Estação Cabo Branco, localizada no Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa. O evento tem como público alvo: estudantes de artes plásticas, audiovisual e cinema, artistas e agentes de cultura, público em geral. Confira a programação no site: http://www.movscapes.com.br/. Informações e inscrições pelo telefone (85) 3221-8450.

DIA DO POETA PARAIBANO
O Ponto de Cultura Cantiga de Ninar, da cidade de Itabaiana, interior da Paraíba, vai celebrar o dia do Poeta Paraibano que foi instituído, por Lei Estadual, como sendo o dia 20 de abril. Na ocasião, haverá cantoria de pé de parede, recital de poesia e o lançamento do livro “Biu Pacatuba”, de Fábio Mozart. Durante o evento ocorrerá uma homenagem aos poetas paraibanos com a Comenda Zé da Luz. Ainda na mesma data, será comemorado o nascimento do poeta Augusto dos Anjos, um dos maiores nomes da poesia nacional. Mais informações: www.pccn.wordpress.com/.

TINTIN CINECLUBE

O Tintin Cineclube traz nesta quarta-feira (24), às 19h30, a sessão “Curtas de Allan Ribeiro”. A programação contém quatro dos curtas-metragens mais relevantes na filmografia do expoente realizador. Allan Ribeiro é formado em Cinema pela Universidade Federal Fluminense, já dirigiu seis curtas, que juntos, receberam mais de 30 prêmios em festivais nacionais e internacionais de cinema. Serão exibidos hoje: O brilho dos meus olhos, Papo de Boteguim, Boca a Boca e Senhoras. A sessão é gratuita e ocorre no Cine Teatro Lima Penante que fica na Avenida João Machado, 67, Centro, João Pessoa – PB. A ação é do Tintin Cine Clube, ABD – PB, Ponto de Cultura Urbe Audiovisual com O Apoio do Ministério da Cultura – MinC, Conselho Nacional de Cineclubes – CNC e Universidade Federal da Paraíba – UFPB.

DO NEOCONCRETO À ARTE PÚBLICA

Até esta sexta-feira (26), está aberta a exposição do Projeto Hélio Oiticica e Jackson do Pandeiro: Do Neoconcreto à Arte Pública. A ação foi selecionada no edital da Rede Nacional Funarte Artes Visuais 2009, e conta com a curadoria de Dyógenes Chaves. O acervo se encontra exposto na Usina Cultural Energisa, localizada na Rua Juarez Távora, 243, Torre, João Pessoa – PB. Outras informações: (83) 8874.7877 ou (83) 3042.7979.

PERNAMBUCO

FESTIVAL DE ESQUETES
Caruaru sedia o IX FESTEC – Festival de Esquetes Teatrais de Caruaru, que ocorrerá entre os dias 26 de abril a 1º de maio. A ação, voltada para para grupos de Pernambuco, é realizada pela ASSARTIC – Associação dos Artistas de Caruaru. As inscrições vão até o dia 15 de abril/2010. Regulamento, ficha de inscrição e demais detalhes: festec.blogspot.com ou pelo e-mail: assartic@gmail.com.

MOSTRA DE TEATRO DE TUPARETAMA
A cidade de Tuparetama, situada no Sertão do Pajeú, em Pernambuco, realiza no período de 07 a 10 de abril a Mostra de Teatro de Tuparetama, ação contemplada através do Prêmio Miriam Muniz 2009/Fundação Nacional de Artes (Funarte/MinC). A programação e os espetáculos selecionados para participar do evento já estão disponíveis no site: http://mostrateatrotuparetama2010.blogspot.com/. Também estão abertas as inscrições para oficinas durante a mostra. Mais informações: tarcio.j@hotmail.com, http://tarcioviuassim.blogspot.com/ ou pelo: (87) 3828-1328.

ECONOMIA SOLIDÁRIA
Entre os dias 25 de março e 23 de abril acontecem as Conferências Regionais de Economia Solidária de Pernambuco. As inscrições estão abertas para empreendimentos econômicos solidários, entidades de assessoria e gestores públicos. Os demais interessados podem participar como ouvintes. As Conferências são uma realização do Conselho Estadual de Economia Popular Solidária em parceria com a Secretaria Especial de Juventude e Emprego de Pernambuco. Confira o cronograma para inscrições, conferências regionais, estadual e nacional, no site www.sje.pe.gov.br.

MÚSICA REGIONAL
Até o dia 20 de abril, estão abertas as inscrições para a seleção de músicas do Festival Regional de Jaboatão dos Guararapes. Os compositores e intérpretes interessados em participar devem enviar e-mail para secev.festivaldemusica@hotmail.com solicitando o envio do regulamento e da ficha de inscrição. O evento, promovido pela Prefeitura de Jaboatão, através da Secretaria de Cultura e Eventos, acontecerá nos dias 19, 20, 21 e 22 de maio. Outras informações: www.jaboatao.pe.gov.br.

PIAUÍ

IV MOSTRA TEATRAL EU SOU DAQUI
Estão abertas as inscrições para a IV Mostra Teatral Eu Sou daqui, de Teresina, Piauí. Os interessados podem enviar material até 09 de abril, serão aceitos materiais de teatro de todo país. Também poderão participar iniciativas em grupos e individuais, nas categorias teatro adulto ou infantil. O regulamento está disponível no site: http://www.luzesciacenica.blogspot.com/. Mais informações: nos e-mails luzesciacenica@hotmail.com e producaoeusoudaqui@hotmail.com ou (89) 9921 2568.

RIO GRANDE DO NORTE

PROJETO PICADEIRO
A partir do dia 27 de março, acontece em Natal, o Projeto Picadeiro. Uma ação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo que tem como objetivo reforçar a identidade cultural da população, fomentar os espetáculos da região, assim como valorizar a qualidade artística do Estado. Nesta data, 27, das 16h às 19h30, um grande picadeiro popular se apresentará no capital potiguar com diversas atividades artísticas gratuitas, oficinas lúdicas e corporais, além de apresentações musicais. Este horário será o mesmo para todos os eventos, que se realizará sempre no último sábado de cada mês. A ação acontece no Anfiteatro do Campus da UFRN, localizado no bairro de Lagoa Nova. A ação é da Cabo Telecom em parceria com a MAPA Realizações Culturais. Outras informações: (84) 3344 – 4110 ou 8855-2600.

SERGIPE

MEMORIAL DO TEATRO SERGIPANO
A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) não esqueceu o Dia Internacional do Teatro, comemorado neste sábado (27). O Complexo Cultural Lourival será o palco do Memorial do Teatro Sergipano, um evento, que em sua quarta edição, objetiva prestar uma homenagem a vários artistas que se destacaram nos anos 2000, resgatando a história do teatro sergipano no período.  A comemoração do dia irá apresentar os 32 homenageados, e busca, com esse encontro, a catalogação dos artistas e produtores teatrais sergipanos, para a criação de um material completo e que possa servir de base para futuras pesquisas sobre o teatro. No final da cerimônia serão entregues certificados e afixadas placas na parede com currículo e fotos dos artistas. Mais informações: http://www.divirta.se.gov.br/noticias/memorial-do-teatro-sergipano-acontece-neste-sabado


Prêmios e EditaisObservatório de Editais

AFRICANIDADES E AFRODESCENDÊNCIA

De 11 e 14 de maio será realizado o II Seminário Nacional Africanidades e Afrodescendência, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória – ES. Com o tema “Formação de professores e histórias de vida”, o encontro visa estimular a discussão crítica sobre as políticas educacionais. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no site www.multieventos-es.com.br/africanidades ou no blog do Núcleo de Estudos Afro-brasileros da Ufes, no endereço: http://neabufes.blogspot. com/.

PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA
Até 25 de março

Abertas as inscrições para o Prêmio São Paulo de Literatura 2010, que irá contemplar dois autores, nas categorias «Melhor Livro do Ano» e «Melhor Livro do Ano – Autor Estreante», com R$ 200 mil para cada um. Podem concorrer livros publicados em 2009, de ficção no gênero romance, escrito originalmente em língua portuguesa, e cuja primeira edição e comercialização tenha acontecido entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2009. O nome dos vencedores serão conhecidos no dia 02 agosto, em cerimônia no Museu da Língua Portuguesa (SP). Informações: www.cultura.sp.gov.br.

DIREITOS HUMANOS
Até 26 de março

O Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) está promovendo a décima sexta edição do Prêmio Nacional de Direitos Humanos, com o objetivo de homenagear, promover e dar visibilidade ás instituições e pessoas que se destacaram na luta pela dignidade e respeito ao ser humano. A premiação, que recebe inscrições até 26 de março, concederá a premiação para personalidades, organizações, ações e experiências. Para ver o edital, acesse www.mndh.org.br.

INCENTIVO À LEITURA
Até 23 de abril

Até o dia 23 de março a Casa da Leitura do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), no Rio de Janeiro, recebe propostas de cursos voltados para formação continuada (prioritariamente) de professores e bibliotecários da rede pública, e outros mediadores de leitura. As propostas de cursos encaminhadas deverão privilegiar as Políticas públicas de incentivo à leitura e à escrita: caminhos de cidadania; as Bibliotecas comunitárias e escolares: formação de mediadores de leitura; e as Leituras literárias do Brasil. Para saber mais acesse www.bn.br. Maiores informações podem ser obtidas via e-mail casadaleitura@bn.br ou telefone (21) 2557- 7437.

AGENTES DE CULTURA E SAÚDE
Até 22 de março

Aberto processo seletivo para Agentes de Cultura e Saúde. Inscrições até 22/03. Saiba mais: http://www.cultura.gov.br/site/2010/03/08/aberto-processo-seletivo-para-agentes-de-cultura-e-saude/

FESTIVAL DE CINEMA E VÍDEO AMBIENTAL
Até 26 de março

Estão abertas até o dia 26 de março as inscrições para o Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – XII FICA. O evento acontecerá de 8 a 13 de junho, na Cidade de Goiás, em Goiás. Serão aceitas inscrições de filmes (16mm e 35mm), vídeos e séries televisivas com temática ambiental, produzidos a partir de 1º de janeiro de 2008. Mais informações e inscrições no site: www.fica.art.br/

CAPACITAÇÃO CULTURAL
Até 27 de março

Os agentes culturais da cidade alagoana de Arapiraca têm até o dia 27 de março para se inscreverem no Programa de Capacitação Cultural, promovido através de uma parceria entre as Secretarias de Fomento e Incentivo à Cultura e de Políticas Culturais do do Ministério da Cultura (MinC), com o Serviço Social da Indústria (SESI) e o Itaú Cultural (IC). O programa é gratuito e seu objetivo é capacitar de forma continuada agentes culturais dos setores público e privado, no intuito de qualificar a demanda no setor cultural. Ainda no primeiro semestre serão abertas inscrições para São Francisco do Conde/ BA, Currais Novos/RN e Garanhuns/PE. Outras informações sobre o calendário das aulas e condições para inscrição estão disponíveis no link http://www5.fgv.br/fgvonline/minc/index.asp?idc=00.

PROGRAMA BOLSAS 2010
Até 31de março

Fundação Biblioteca Nacional, instituição vinculada ao Ministério da Cultura, divulgou a abertura de inscrições para três Programas de concessão de bolsas. As Decisões Executivas que regulamentam as seleções públicas foram publicadas nesta quarta-feira, 24 de fevereiro, no Diário Oficial da União (Seção 1, páginas 26 a 30). Até 31 de março, poderão ser encaminhadas propostas para o Programa Nacional de Apoio à Pesquisa, o Programa de Apoio à Tradução de Autores Brasileiros e o Programa Nacional de Bolsas para Autores com Obras em Fase de Conclusão. Saiba mais sobre as iniciativas: http://www.cultura.gov.br/site/2010/02/24/bolsas-da-fbnminc/

APOIO PARA PROJETOS DE MEIO AMBIENT
Até 31 de março

A Fundação O Boticário abre 2 editais de apoio financeiro a projetos durante o ano. O próximo prazo termina em 31 de março. Os projetos devem estar dentro das seguintes linhas de ação: políticas voltadas a conservação de ecossistemas naturais, conservação e regeneração de ecossistemas naturais, criação ou manejo de unidades de conservação, conservação de espécies e comunidades silvestres de ecossistemas naturais e muito mais. Mais informações: http://internet.boticario.com.br/portal/site/fundacao/menuitem/
MÚSICA INSTRUMENTAL
Até 31 de março

O Festival PIB — Produto Instrumental Bruto, visando incentivar e difundir a produção contemporânea de música instrumental do Brasil, já está recebendo inscrições de bandas, até 31 de março. Para participar da seleção é necessário enviar material do grupo atualizado (CD + Release e foto). Confira mais informações no site www.festivalpib.com.br. Dúvidas poderão ser esclarecidas através do e-mail festivalpib@gmail.com.

CINEMA, JUVENTUDE E DIVERSÃO
Até 1º de abril

Estão abertas, até 1° de abril,  as inscrições para o Festival Internacional de Cinema para crianças e jovens (Divercine), que acontece de 12 a 18 de julho em Monevidéu, capital do Uruguai, e em diversos países da América do Latina. Confira o material aqui: http://www.cultura.gov.br/site/2010/01/29/19%C2%B0-divercine/.

PITCHING SOCIAL FUTURA
Até 9 de abril

O Canal Futura abre mais uma frente para a produção audiovisual independente, com a realização do 1º Pitching Social do Canal. A seleção irá premiar dois programas de TV, com 20 minutos de duração e temática livre. Um deverá ser produção de uma ONG, OSCIP ou Instituto e Associação, e o outro de uma TV Universitária. O Pitching, que recebe inscrições até o dia 09 de abril, contemplará cada um dos selecionados com R$ 30 mil reais. Para baixar o regulamento e a ficha de inscrição, acesse: www.futura.org.br.

MOSTRA DE CINEMA INFANTIL
Até 15 de abril

Já estão abertas as inscrições para a 9ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis. O evento acontece de 19 de junho a 4 de julho, na capital catarinense, com exibição de filmes nacionais e estrangeiros. Podem se inscrever para a mostra competitiva produções nacionais de todos os gêneros e formatos, mas com foco no universo infantil, e inéditas em Santa Catarina. As inscrições estão abertas até o dia 15 de abril. O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados em www.mostradecinemainfantil.com.br.

PRÊMIO CLARIVAL DO PRADO VALLADARES
Até 30 de abril

O Prêmio Clarival do Prado Valladares, possibilitado pela Odebrecht, está com inscrições abertas até 30 de abril. A ideia deste processo seletivo é incentivar pesquisadores a desenvolver projetos com temas inéditos relacionados à História do Brasil. O, ou os vencedores, já que a comissão de seleção se reserva o direito de escolher tantos projetos quanto considerarem merecedores, terão todas as despesas custeads, desde a pesquisa à publicação e distribuição do livro. Confira o regulamento aqui.

CURTA-SE
Até 7 de maio

Abertas as inscrições para o Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe – Curta-SE 10, para curtas, com até 15 minutos de duração, e longas metragens, a partir de 70 minutos de duração. Os trabalhos devem ser inscritos até o dia 07 de maio, através do site www.curtase.org.br, e os filmes em língua espanhola e em português de Portugal devem estar, obrigatoriamente, legendados em português do Brasil. O Curta-Se 10 será realizado em Aracaju, de 14 a 18 de setembro de 2010. Mais informações: mostras@curtase.org.br / (79) 3302-7092.

PRÊMIO DE PESQUISA MEMÓRIAS REVELADAS
Até 30 de julho

Estão abertas as inscrições ao Prêmio de Pesquisa Memórias Reveladas – Edição 2010. O concurso de monografias com base em fontes documentais referentes ao período do regime militar no Brasil (1964-1985), está aberto a qualquer pessoa, que pode inscrever, no máximo, 01 (uma) monografia, individualmente ou em grupo. Ao todo serão selecionados três projetos, que serão editorados e publicados, com tiragem de 1000 (hum mil) cópias. O envio das monografias e dos documentos de inscrição deverá ser realizado até o dia 30 de julho de 2010. Mais informações estão disponíveis nos sites http://www.memoriasreveladas.gov.br ou http://www.arquivonacional.gov.br.


GILBERTO FREYRE
Até 15 de dezembro

Está aberto o período de recebimento de trabalhos para o 4o Concurso Nacional de Ensaios, promovido pela Fundação Gilberto Freyre. Este ano o tema abordado é a Alimentação na obra de Gilberto Freyre, tendo como referência obras como Açúcar, Nordeste, Casa Grande & Senzala, Sobrados e Mucambos, entre outras. Os trabalhos podem ser entregues até o dia 15 de dezembro de 2010. Confira o regulamento no portal www.fgf.org.br.

EXPEDIENTE RRNE

Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura
Chefe da Representação: Tarciana Gomes Portella
Rua do Bom Jesus, 237, Bairro do Recife
Recife – Pernambuco – CEP 50030-170
Tel-fax: (81) 3194.1301
nordeste@cultura.gov.br

Atendimento para Lei Rouanet na sede da RRNE MinC, ou pelos email´s:
Andréa Pereira: andrea.lima@cultura.gov.br / (81) 3194.1305
Sonia Maria: sonia.maria@cultura.gov.br | (81) 3194.1309
Jorge Edson Garcia: jorge.garcia@cultura.gov.br | (81) 3194.1313

Assessoria de Comunicação
Tel: (81) 3194.1311 | 3194.1312 I ascom.minc.ne@gmail.com
Visite o álbum de fotos da RR/NE:  http://www.flickr.com/photos/minc_nordeste
Conheça nosso Twitter: http://twitter.com/mincnordeste
Nossa Página: Representação Regional Nordeste MinC

Carta Aberta do Movimento Cineclubista do Pará

CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ AO GOVERNO DO ESTADO, AO CONSELHO NACIONAL DE CINECLUBES E A SECRETÁRIA DO AUDIOVISUAL
Belém, 19 de Agosto de 2009

Atualizada, Fórum Paraense de Pontos de Cultura – Teia da Cultura Amazônica / GT Audiovisual,
Belém 05 de Março de 2010

Prezados senhores,

Saudamos aos participantes do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes, ao mesmo tempo em que lançamos essa carta aberta com intuito de somar, de compartilhar e sugerirmos idéias que visam o fortalecimento do audiovisual em nosso Estado.

Fazemos parte de um grupo denominado “CRN – Cineclube Rede Norte/Pará” que reúne 9 cineclubes com forte atuação na capital e no Estado. Estamos nos organizando em rede exatamente por entender que somente com a cultura colaborativista, poderemos tratar da questão do audiovisual como uma teia. E sabemos que o papel dos exibidores ainda precisa ser melhor entendido e respeitado como sendo de fundamental importância na cadeia produtiva dessa linguagem.

A experiência da troca de conteúdos e vivências proporcionada pela participação nos DIÁLOGOS CINECLUBISTAS – A fala das práticas – Relatos de experiências e rodas de diálogos, evento livre, democrático e independente, realizado nos dias 17, 18 e 19 de agosto de 2009 em locais onde são desenvolvidas as mais diversas praticas cineclubistas em Belém e em Ananindeua-Pará, trouxe para os seus participantes a certeza de que o CINECLUBE é um espaço de construção de aprendizados e diálogos democráticos e necessariamente uma ferramenta educativa capaz de formar consciências e
culturas poéticas e visuais, pelas quais o ser humano pode vir a criar e a produzir um novo pensamento, assim como a arte na sua plenitude política e libertária.

Nesse sentido, nós, abaixo-assinados, realizadores, produtores e técnicos, atores e atrizes, cineclubistas, críticos e pesquisadores, exibidores e amantes do cinema, representantes de projetos e organizações com forte atuação em Belém e em Ananindeua, resolvemos tornar pública a CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ, com o objetivo de refletir, compartilhar e sugerir idéias e propostas para fortalecer o cinema, o audiovisual e o cineclubismo no Estado do Pará.

CONSIDERANDO:
• Que a dimensão continental e a diversidade cultural amazônidas são fatores que devem ser referenciados de forma a que sejam rompidas as amarras impostas pelo processo colonizador que cria padrões culturais e mediáticos – internacional e nacional -, que dificulta o direito à produção do conhecimento pelos povos de nossa Região;
• Que a produção e a difusão audiovisual que considerem identidades e modos de vida na Amazônia são premissas básicas para que instauremos um processo de construção de novas perspectivas poéticas e visuais capazes de fazer frente às referências audiovisuais impostas pela indústria cultural;
• Que é inalienável o direito dos realizadores paraenses garantirem que os seus filmes sejam vistos pela comunidade, do mesmo modo que é também inalienável o direito do povo paraense e amazônida de ter acesso às obras cinematográficas e reflexões críticas produzidas na Região e no mundo;
• Que esta consciência também é uma garantia de fortalecimento do atual momento, pelo resgate da memória do cinema e do imaginário de si mesmo;
• Que o atual estágio de amadurecimento coletivo das organizações culturais autônomas amazônidas está em sintonia com o avanço dos movimentos sociais;
• Que o CINECLUBE tem características colaborativas e solidárias, pelo que as suas atividades são desenvolvidas de forma democrática, mediante compromisso ético e cultural, sem fins lucrativos;
• Que as ações de caráter cineclubista dependem de atores voluntários que não economizam esforços para realizar as suas intervenções, na medida em que são amantes do cinema e acreditam na construção de uma cultura visual poética e estética capaz de propor a reflexão crítica amazônida e democratizar a cultura cinematográfica mundial;

• Que os praticantes do cineclubismo consolidam e ampliam os circuitos de exibição e fortalecem uma cadeia produtiva (audiovisual e intelectual) solidária, com investimento na economia local, de modo que para as práticas cineclubistas são fundamentais e para a divulgação das obras cinematográficas, na medida em que as tornam conhecidas da comunidade.

PROPOMOS:
1. Apoio a campanhas e iniciativas promovidas pela Federação Internacional de Cineclubes (FICC) e pelo Conselho Nacional de Cineclubes (CNC);
2. Implementação de políticas públicas de fomento e fortalecimento da atividade cineclubista no Estado de Pará;
3. Estadualização dos editais nacionais do audiovisual;
4. Inclusão de ações de fomento à atividade cineclubista no Plano Estadual de Cultura e nos editais que venham a ser lançados no campo audiovisual paraense;
5. Inclusão da participação de pessoas físicas em editais cineclubistas (o fomento estatal deve assimilar à dinâmica e a complexidade cineclubista como um movimento que não necessariamente está vinculado a entidade com corpo jurídico consolidado);
6. Criação da bolsa-cineclube;
7. Criação de bolsas de pesquisa em cinema e cineclubismo;
8. As ações governamentais devem necessariamente interiorizar as ações cineclubistas;
9. Fortalecimento da Rede Paraense de Cineclubes, fazendo distribuir informação, artigos, cartas, manifestos e vídeos em redes sociais, listas de discussão de redes afins, estreitando a comunicação entre outras redes de cineclubes na Região Amazônica e do mundo;
10. Criação da Comissão Organizadora da JORNADA PARAENSE DE CINECLUBES, com designação de autonomia para desenvolver uma proposta estrutural de realização da mesma;
11. Criação da Federação Paraense de Cineclubes;
12. Apoio as organizações sociais que desenvolvem ações cineclubistas no Estado do Pará;
13. Estímulo à criação e acompanhamento de novos cineclubes, dentro de uma política de economia solidária, embutida em uma estrutura de formação, pesquisa, reflexão, produção, exibição, distribuição e preservação da cultura audiovisual paraense e amazônida;
14. Apoio à deslocamento para participação dos cineclubes paraenses nos eventos estaduais, nacionais e internacionais;
15. Investimento em publicações referentes ao movimento cineclubista, como artigos, críticas e material impresso de divulgação coletiva das programações;
16. Investimento no Circuito Paraense de Cinema em toda a rede de cineclubes, estadual, nacional e internacional, em parcerias diretas com instituições e empresas;
17. Investimento na distribuição e exibição do acervo de produções do audiovisual paraense e amazônida;
18. Digitalização e disponibilização à comunidade, inclusive pela inernet, do acervo do Museu de Imagem e Som – MIS;
19. Promover intercâmbios para fortalecer a rede solidária cineclubista;
20. Inclusão das organizações de cineclubes nos colegiados de decisão das políticas públicas do setor cultural;
21. Participação das organizações de cineclubes nos espaços públicos cinematográficos (Cine- Teatro Líbero Luxardo, Maria Silva Nunes, Cine Acyr Castro e Cinema Olímpia);
22. Inclusão de propostas cineclubistas em projetos como Escola Aberta e outros desta natureza;
23. Criação da CINEMATECA DO PARÁ, com estrutura para consulta e empréstimo de acervo, assim como a criação de um banco de memória e da história do audiovisual e do cineclubismo paraense.
24. Estímulo às práticas cineclubistas em espaços urbanos (praças, ruas, feiras);
25. Investimento em circuitos cineclubistas com a produção audiovisual desenvolvida pelas comunidades paraenses;
26. Fomento aos circuitos cineclubistas itinerantes;
27. Estímulo à produção e difusão cineclubista de filmes destinados ao público infantil;
28. Estímulo à produção e difusão cineclubista de filmes que tenham como tema as comunidades tradicionais;
29. Uso da licença “CREATIVE COMMONS” como política de fomento à produção audiovisual;
30. Distribuição em “CREATIVE COMMONS” dos produtos audiovisuais resultantes de fomentos estatal;
31. Fortalecimento de experiências cineclubistas desenvolvidas no âmbito da administração pública, como o CINE-UEPA, CINE-EGPA, CINE PEDRO VERIANO, SESSÃO CULT, e outras;
32. Investimento para o MAPEAMENTO da produção audiovisual e das práticas cineclubistas paraenses.

ENCAMINHAMENTOS:
• Apresentação e discussão da CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ com os gestores da administração;
• Divulgação CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ por todos os meios possíveis;
• Convocação do movimento cineclubista paraense para a instauração da Comissão Organizadora da JORNADA PARAENSE DE CINECLUBES, com designação de autonomia para desenvolver uma proposta estrutural de realização da mesma, conforme pauta já discutida e definida coletivamente por este movimento, e pactuada por todos os setores para o dia 11 de setembro de 2009, às 15 horas, na Casa da Linguagem.
Independentemente destas propostas que formulamos para que as mesmas sejam levadas ao debate da sociedade e apresentadas aos gestores das instituições públicas culturais bem como a empresas que têm responsabilidade e compromisso com a formação da comunidade, a CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ está aberta para novas adesões e construção de novas propostas.

Belém, 19 de Agosto de 2009

Assinam a CARTA ABERTA DO MOVIMENTO CINECLUBISTA DO PARÁ
Cineclubes:
1. CINECLUBE ALIANÇA FRANCESA
2. CINECLUBE AMAZONAS DOURO
3. CINECLUBE ARGONAUTAS
4. CINECLUBE CENTRO CULTURAL BRASIL ESTADOS UNIDOS (CINE CCBEU)
5. CINECLUBE CINEMA NA UTOPIA
6. CINECLUBE CORREDOR POLONÊS
7. CINE MÃE NANGETU
8. CINECLUBE REDE APARELHO
9. CINE MOCULMA
Projetos:
10. PROJETO AZUELAR
11. PROJETO CINEMA DE RUA
12. PROJETO IDADE MÍDIA
13. PROJETO MAZAGÃO
14. PROJETO RESISTÊNCIA MARAJOARA
15. REVISTA PARÁ ZERO ZERO
Organizações:
16. ARGONAUTAS AMBIENTALISTAS DA AMAZÔNIA
17. ASSOCIAÇÃO PARAENSE DE JOVENS CRÍTICOS DE CINEMA (APJCC)
18. CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO POPULAR (CEPEPO)
19. COLETIVO MARGINÁLIA
20. FÓRUM DOS POVOS E DAS COMUNIDADES TRADICIONAIS
21. INSTITUTO NANGETU DE TRADIÇÃO AFRO-RELIGIOSA E DESENOLVIMENTO SOCIAL
22. MOVIMENTO CULTURAL DA MARAMBAIA – MOCULMA
23. PONTO DE CULTURA ANANIN
24. PONTÃO DE CULTURA REDE AMAZÔNICA DE PROTAGONISMO JUVENIL
25. CRN – CIJNECLUBE REDE NORTE

Câmara aprova Plano Nacional de Cultura

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou há pouco o Plano Nacional de Cultura (PL 6835/06). O texto aprovado foi o substitutivo da deputada Fátima Bezerra (PT-RN), que relatou o projeto na Comissão de Educação e Cultura.

Segundo o texto, o PNC tem como objetivo o desenvolvimento cultural do País e a integração de iniciativas do Poder Público que conduzam à defesa e à valorização do patrimônio cultural; produção, promoção e difusão dos bens culturais; formação de pessoal qualificado para a gestão do setor; democratização do acesso aos bens culturais e valorização da diversidade étnica e regional.

Tramitando em caráter conclusivoRito de tramitação pelo qual o projeto não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo. O projeto perderá esse caráter em duas situações: – se houver parecer divergente entre as comissões (rejeição por uma, aprovação por outra); – se, depois de aprovado pelas comissões, houver recurso contra esse rito assinado por 51 deputados (10% do total). Nos dois casos, o projeto precisará ser votado pelo Plenário., o projeto será agora analisado pelo Senado.

A reunião ocorre no plenário 1.

Reportagem – Rodrigo Bittar
Edição – Daniella Cronemberger

II Conferência Nacional de Cultura aprova 127 prioriades

Delegados elegem 32 prioridades gerais e 95 prioridades setoriais que nortearão as políticas públicas para a Cultura

Após três dias de debates, os participantes da II Conferência Nacional de Cultura (II CNC), realizada em Brasília, de 11 a 14 de março, elegeram as 32 prioridades que nortearão as políticas públicas para o setor. Outras 95 propostas setoriais vindas das Pré-conferências também foram aprovadas.

Presente ao Centro de Convenções e Eventos Brasil 21 durante os trabalhos na tarde deste domingo, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, reafirmou o grande mérito da Conferência: promover o acesso de todos à discussão e formulação das políticas públicas. “A democracia e a inclusão têm sido uma grande preocupação do governo e do Ministério da Cultura”.

As prioridades eleitas serão tratadas uma a uma, de acordo com sua natureza. Algumas poderão servir para incrementar políticas públicas já existentes, outras devem se transformar em projetos de lei para envio ao Congresso Nacional ou, ainda, integrarem ações interministeriais de estimulo a áreas afins, como cultura e educação, por exemplo.

“Esse é um momento de afirmação da cultura. Esse tema não será mais subalterno. Claro que todas as outras pastas são importantes, mas nada se realiza sem cultura”, afirmou Juca Ferreira, ressaltando que neste ano o Ministério terá orçamento recorde, o equivalente a 1% do total de impostos arrecadados pela União.

Ao todo, foram analisadas 347 propostas dentre as quais artistas, produtores culturais, investidores, gestores e representantes da sociedade de todos os setores da cultura e de todos os estados do País. Dos 883 delegados credenciados, 851 votaram por meio de cédulas nas propostas prioritárias.

Entre os destaques estão a formalização do trabalho na cultura, o incentivo ao ensino de arte nas escolas, o reconhecimento de um “custo amazônico” como fator que onera as iniciativas culturais devido a questões geográficas e logísticas da região, a ser incluído em editais de novos projetos, promover a ampliação do acesso a Internet e a necessidade de reformulação da Lei de Direitos Autorais. Priorizada inicialmente no SUB–EIXO: 2.3 – Acesso, Acessibilidade e Direitos Culturais a referida proposta foi defendida na plenária final pela Diretora de Memória do CNC, Saskia Sá e recebeu 593 votos, sendo uma das mais votadas de toda a conferência.

Segundo o Presidente do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros, Antonio Claudino de Jesus a aprovação da proposta representou uma grande vitória do movimento cineclubista brasileiro. Ainda segundo Claudino, “numa primeira avaliação podemos dizer que praticamente todas as propostas aprovadas na conferência receberam apoio do movimento e atendem as necessidades e prioridades não só do movimento cineclubista, mas de todo o setor cultural”.

A aprovação do marco regulatório da Cultura, que já tramita no Congresso Nacional, foi a proposta mais votada (754 votos). O marco é composto principalmente pelo Sistema Nacional de Cultura (SNC)Plano Nacional de Cultura (PNC) e proposta de emenda constitucional (PEC) 150/2003, que vincula à Cultura 2% da receita federal, 1,5% das estaduais e 1% das municipais. A proposta também explicita o apoio à aprovação do Programa de Fomento e Incentivo à Cultura (Procultura), que atualiza a Lei Rouanet.

“A Conferência aponta a urgência de se construir um marco regulatório para a cultura brasileira. É uma demanda legítima da sociedade, que prioriza a agenda cultural em todas as esferas de governo. É um grande passo para fortalecermos definitivamente a importância das políticas culturais para o desenvolvimento sustentável do país”, explicou a coordenadora executiva da II CNC, Silvana Meireles.

Os debates da II Conferência Nacional de Cultura seguiram cinco eixos temáticos: Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cultura, Cidade e Cidadania; Cultura e Desenvolvimento Sustentável; Cultura e Economia Criativa; Gestão e Institucionalidade da Cultura.

Pré-Conferências

Todos os estados realizaram suas conferências, elegendo 743 delegados ao todo. Mais de 200 mil pessoas estiveram diretamente envolvidas nas etapas estaduais e municipais. Novidade nesta edição, as conferências setoriais – 19 no total – tiveram 3.193 inscrições de candidatos a delegados. Além de deliberar, esses encontros têm o objetivo de estimular a criação e o fortalecimento de redes de agentes e instituições culturais do País. Confira as 95 propostas setoriais: por Eixo e por Setor.

I CNC

Em sua primeira edição, em 2005, 1.192 municípios realizaram conferências, o que representou 21,42% do total das cidades brasileiras. Nesta segunda Conferência, nas etapas municipais e estaduais, observou-se um significativo avanço no processo participativo, uma vez que, de agosto a outubro de 2009, aconteceram 3.071 reuniões, ou seja, mais da metade do total dos municípios do País estiveram envolvidos.

Confira todas as 32 propostas prioritárias.

Confira também as 95 propostas setoriais: por Eixo e por Setor.

Saiba mais sobre a II CNC: blogscultura.gov.br/cnc.

Lan Houses em debate na Câmara Federal

A Comissão Especial das Lan Houses realiza audiência pública nesta terça-feira (9) para discutir uma regulamentação nacional para as atividades das casas de jogos e diversões eletrônicas em rede ou que oferecem acesso à internet. A comissão analisa nove propostas sobre o assunto.

O projeto principal (PL 4361/04) prevê que os estabelecimentos terão que informar, em local visível, a natureza dos jogos oferecidos e o público a que se destinam, de acordo com a classificação indicativa atribuída pelo Poder Público.

O texto também proíbe propaganda, exposição e venda de produtos como armas e munições, bebidas alcoólicas, produtos que possam causar dependência física ou química, fogos de artifício, bilhetes de jogos de azar e publicações com conteúdo inadequado para crianças e adolescentes.

A proposta obriga ainda os proprietários das lan houses a cadastrar usuários e responsáveis, registrando nome, domicílio e número de registro de identidade. Para os donos de estabelecimentos que não cumprirem a regra, o projeto prevê multa e até o fechamento do local por até quinze dias.

Convidados
Foram convidados para o debate:
– o gerente do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Alexandre Barbosa;
– o representante do Comitê Gestor da Internet no Brasil, Vagner Diniz;
– o presidente da Fundação Padre Anchieta do Centro Paulista de Rádio e TV Educativas, Paulo Markun; e
– a assessora da Presidência e Coordenadora da Conexão Cultura da Fundação Padre Anchieta, Ana Ralston.

A Comissão foi instalada em fevereiro. O presidente é deputado Paulo Teixeira (PT-SP), e o relator é o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ).

A reunião está marcada para as 14 horas, no plenário 8.

Íntegra da proposta:

Olhares e personagens femininos

O Cineclube Cascavel faz homenagem às mulheres com uma sessão para os Olhares e Personagens Femininos. Seguindo a proposta da última sessão – em que foi exibido Uma Mulher é Uma Mulher de Jean-Luc Godard – a comemoração se dedica a abrir espaço para a reflexão não apenas sobre a mulher, mas sobre a complexidade das questões de gênero em sua relação direta com a criação cultural.

Nesta sessão, serão exibidos quatro curtas: Meninas, ficção de Paula Alves (RJ); Saudosa, ficção (pseudo-documentário) de Erly Vieira Jr e Fabrício Coradello (ES); De Orquídeas e Selos, documentário de Carolina Paraguassú Dayer (RJ/GO); e Nascida Para o Céu, ficção de Rogelia Pinheiro (GO). Os dois últimos, são de realizadoras goianas que estarão na sessão.

A ficção Nascida Para o Céu, de Rogelia Pinheiro, apresenta dois personagens que representam uma dura realidade em um enredo forte e ao mesmo tempo sensível. João das Dores e Zefa, um humilde casal e as típicas dificuldades da pobreza. Desempregados e sem perspectivas de futuro não vivem o melhor o momento para a gravidez de Zefa, mas ela está pronta para dar a luz aos cuidados de uma parteira da região em que vivem.

O documentário De Orquídeas e Selos, de Carolina Paraguassú Dayer, foi produzido no Rio de Janeiro e finalizado em Goiânia, tendo sido exibido pela primeira vez durante o REcine – Festival Internacional de Cinema de Arquivo, em 2008, no Arquivo Nacional no Rio de Janeiro. Após este primeiro e único contato com o público, o filme foi remontado com uma equipe goiana e passou por uma segunda etapa de finalização que, concluído, participou de festivais nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraíba e este ano participará Festival de Cinema de Ribeirão Pires, no interior de São Paulo, em 3 de maio. Em Goiânia, o filme é inédito e será exibido publicamente pela primeira vez no Cineclube Cascavel.

A sessão desta terça, 9 de março, será seguida de debate com as realizadoras Rogelia Pinheiro e Carolina Paraguassú e o público presente.

PROGRAMAÇÃO:

Meninas | Paula Alves, Fic., 1997, RJ, 17’

Duas amigas sofrem com o preconceito e a opressão de uma sociedade católica e conservadora de uma típica cidade do interior brasileiro. Diante das pressões da Igreja e da família, uma delas revolve deixar a cidade.

Nascida Para o Céu | Rogelia Pinheiro, Fic., 2009, GO, 8’

João das Dores está prestes a ser pai. Vivendo uma dura realidade ele lamenta a incontestável luta que a criança vai ter que enfrentar na vida, um futuro talvez mais incerto que suas próprias expectativas.

Saudosa | Erly Vieira Jr e Fabrício Coradello, Fic. (pseudo-documentário), 2005, ES, 15’

Nem tudo em Saudosa é ficção.

Prêmio de Melhor Ficção no 2° Tudo Sobre Mulheres.

De Orquídeas e Selos | Carolina Paraguassú Dayer, Doc., 2009, RJ-GO, 14’40’’

Um advogado de 88 anos revê sua coleção de selos e rememora sua vida, desde a vinda de seus pais do Líbano para o Brasil, e do tempo em que colecionava orquídeas.

ENTRADA FRANCA

Terça-Feira, 9 de março de 2010, às 19h30

Centro Cultural Cara Vídeo, rua 83, n. 361, St. Sul, Goiânia

Siga no twitter: cinecascavel

Cineclube Cascavel
Goiânia – GO
http://cineclubecascavel.blogspot.com/

FILMES SÃO FEITOS PARA SEREM VISTOS!

Cineclubismo: 80 anos democratizando o audiovisual brasileiro!

NÓS SOMOS O PÚBLICO!