Arquivo da tag: Espírito Santo

Mostra Clássicos & Raros do Cinema no Cine Metrópolis

Isabella Mariano

Rodrigo-Aragão-Zombie-Attack-Ottos-BarO evento começa nesta quinta-feira (8) e vai até o dia 29. O público poderá conferir uma seleção de obras consagradas e produções obscuras do cinema brasileiro, em versão restaurada e em novas cópias.

A terceira edição da Mostra Clássicos & Raros do Cinema chega a Vitória, nesta quinta-feira (8), com a exibição dos filmes “Mundo Estranho”, “Contestação”, “Orgia ou o homem que deu a cria”, o raríssimo curta-metragem “Quadrinho no Brasil” e “Exorcismo negro”, de José Mojica Marins, o Zé do Caixão. A programação terá início às 16h e contará com a mesa-redonda “Quadrinhos e Cinema de Horror Nacional”, mediada pelo professor Klaus Berg.

O artista Júlio Tigre irá se juntar ao cineasta Rodrigo Aragão, cujo filme “A Noite do Chupacabras” se tornou referência em efeitos especiais, para levantar questões acerca do tema proposto.

A Mostra vai até o dia 29 de agosto e as sessões são abertas ao público, sendo realizadas sempre no Cine Metrópolis. Este projeto de difusão e preservação do cinema nacional é organizado pela Cinemateca Brasileira e, aqui no estado, conta com o apoio da Universidade Federal do Espírito Santo, por meio da Superintendência de Cultura e Comunicação.

Na programação do evento, está incluída uma homenagem ao fotógrafo e diretor Aloysio Raulino, que terá três de seus curtas apresentados em versão restaurada; e a apresentação de clássicos como “O dragão da maldade contra o santo guerreiro”, de Glauber Rocha, “A morte comanda o cangaço”, de Carlos Coimbra, e “Conversas no Maranhão”, de Andrea Tonacci. Além disso, diversos filmes raros serão exibidos como “Katucha… a mulher desejada”, de Paulo R. Machado, “Mulheres e milhões”, de Jorge Ileli, e “Engraçadinha depois dos trinta”, de J. B. Tanko.

Cinemateca
A Cinemateca Brasileira possui o maior acervo de imagens em movimento da América Latina. São cerca de 200 mil rolos de filmes, que correspondem a 30 mil títulos, que incluem obras de ficção, documentários, cinejornais, etc., produzidos desde 1895. Entre suas atividades permanentes, está a restauração de filmes do acervo em estado avançado de deterioração.

CineKbça participa de campanha

Contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Por cinekbca

O Cineclube Cine Kbça participa nesta terça-feira (18/05), Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, da campanha contra o abuso e violência sesual de crianças e adolescentes, organizada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com o lema “Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”. Aqui em Vitória (ES), a programação contará com um protesto em frente a Assembléia Legislativa, a partir das 17h.

A programação do evento contará com uma vigília silenciosa, onde os manifestantes estarão vestidos de roupas pretas e levarão nas mãos velas acesas. Ainda serão expostos  quadros com desenhos de crianças e adolescentes em tamanho real, representando as vítimas de violência sexual, da artista plástica Francesca Campanara.

O CineKbça integrará o evento com intervenções de graffiti, produzidos por jovens no momento da manifestação. A proposta da ação é levantar algumas reflexões acerca do tema a partir de mensagens e desenhos em graffiti, pelos artistas EdiBrown e Marcus.
Durante o protesto, também será realizada uma ação educativa com a distribuição de folders para a população sobre sintomas apresentados pelas vítimas de violência e onde fazer denúncias.

18 de Maio

No dia 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, de apenas 8 anos, foi drogada, espancada e estuprada por jovens da alta sociedade. Quando encontrado o corpo da menina estava corroído e desfigurado, por conta dos ácidos que foram jogados em seu corpo pelos jovens.

Araceli era a segunda filha de Gabriel Sanches Crespo e da boliviana radicada no Brasil, Lola. Eles Viviam em uma casa modesta emVitória, Espírito Santo

Em homenagem ao caso capixaba que chocou a todo o Brasil, o dia ficou marcado como  Dia Nacional de Combate ao Abuso, Violência e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Os números da violência

Oitenta crianças e adolescentes foram vítimas de violência sexual no Espírito Santo, entre janeiro e abril de 2010. O número corresponde às denúncias de abuso sexual e estupro registradas na Delegacia Especial de Defesa da Criança e do Adolescente (DPCA) de Vitória (ES).

Esses dados revelam um decréscimo de 13% das denúncias em relação ao mesmo período do ano passado, cujos registros haviam apontado 92 casos.

Cine+Cultura amplia rede de exibidores da Mostra do Filme Livre

A 9a Mostra do Filme Livre – MFL (de 23 de março a 08 de abril, no Centro Cultural do Banco do Brasil, Rio de Janeiro), contará com uma importante parceria para ampliar sua atuação. A Associação de Cineclubes do Rio de Janeiro – ASCINE-RJ articulou a exibição dos filmes da Mostra em uma rede de cineclubes, atendendo aos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

A parceria com a MFL, que já funciona há alguns anos com os cineclubes filiados à ASCINE-RJ, foi ampliada nesta edição, através da articulação com as instituições beneficiadas pelos editais da ação Cine Mais Cultura, os chamados Cines. O circuito de exibição da Mostra do Filme Livre contará com 17 cineclubes, dentre eles 12 contemplados pelo Cine Mais Cultura, que realizarão 27 sessões.

A ação Cine Mais Cultura disponibiliza equipamento audiovisual de projeção digital, obras brasileiras do catálogo da Programadora Brasil e oficina de capacitação cineclubista. Assim, a ação vêm incrementando a exibição não comercial de filmes em todo o país. Até o momento, o Cine Mais Cultura disponibilizou 401 kits de equipamentos para projeção audiovisual, sendo 25 a instituições sem fins lucrativos fluminenses e outros 10 a instituições capixabas. Esse incremento possibilita o surgimento de novas ações em rede, como este circuito de exibição da Mostra do Filme Livre.

No Rio de Janeiro, onde há uma boa diversidade regional entre os Cines participantes da atividade em rede, haverá sessões em vários bairros da capital e cidades da Baixada Fluminense e em outras regiões, inclusive Porciúncula, no extremo norte do estado, e Nova Friburgo, na região serrana. O Espírito Santo, nesta edição, contará com apenas um cineclube, o Maguerê, em Vitória, realizando 4 sessões com os filmes da Mostra, que pela primeira vez chegará ao estado.

Os Cines que participam da atividade cursaram a oficina do Cine Mais Cultura, coordenada pelo Conselho Nacional de Cineclubes e ministrada pela ASCINE-RJ. A Associação também ficou responsável por monitorar os Cines formados durante os três meses iniciais de exibições. Como parte da monitoria, a Associação propôs a ampliação da parceria que já tinha com a Mostra do Filme Livre. Como se pode ver, uma articulação acolhida com entusiasmo pelos Cines.

Entre março e maio deste ano, 239 Cines recém-formados pela ação Cine Mais Cultura em todo o Brasil passam pelo processo de monitoria, sempre com o apoio do Conselho Nacional de Cineclubes. Nos demais estados, articulações similares poderão ocasionar novas ações em rede, contribuindo para a difusão da produção cinematográfica nacional e também estimulando a exibição de conteúdos regionais.

Mais informações e a programação completa no site da Mostra:

www.mostradofilmelivre.com

http://ascinerj.blogspot.com

Mostra Produção Independente divulga premiados

Terminou neste sábado a V Mostra Produção Independente – Cinema em Negro & Negro, no Cine Metrópolis, Ufes, depois de intensos debates e mais de 60 filmes exibidos.

Na noite de encerramento, foram anunciados os premiados da mostra realizada pela seção capixaba da Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas-Metragistas (ABD&C Capixaba).

O prêmio de melhor vídeo capixaba foi para “Maicou Diéquision”, de Natanael Souza e Ramon Zagoto. A produção recebeu o prêmio de R$1.500 mais garantia de exibição no Festival Internacional de Atibaia. O ator e músico MC Abelhão dedicou o prêmio a todos os jovens de comunidades carentes de Vitória.

O melhor vídeo em Negro & Negro foi para “N’Goma – Jongos do Sul Capixaba”, de João Moraes e Leonardo Gomes.

O júri ainda concedeu duas menções honrosas, para os filmes “Agrados para Cloê”, de Jefinho Pinheiro, e “A Sorte da Bússola sem Norte”, de Fred Entringer.

Durante o encerramento, o ator Markus Konká promoveu o lançamento do seu primeiro filme como diretor, “Meninos da Guarani”. Além disso, o ator também foi homenageado no evento com a exibição do curta “Repolho Hidropônico” (Virgínia Jorge e Lizandro Nunes), que contém cenas e entrevistas com ator. Na ocasião, a atriz Zezé Motta, que narra o filme de Konká, esteve presente.

O longa-metragem apresenta um recorte da violência urbana do país: Konká filma histórias de assassinatos entre homens jovens no entorno da Avenida Guarani, em Jacaraípe, na Serra.

O município de Serra é o mais violento do Espírito Santo e são os números frios das estatísticas que o diretor tenta mostrar, enfatizando o drama das famílias que sofrem com o cotidiano da violência e a atuação das instituições tradicionais, como as igrejas, a escola e o poder executivo.

V Mostra Produção Independente em Vitória

No Brasil, o negro foi fator decisivo na construção da identidade nacional. De acordo com dados do IBGE, 86% da nossa população tem alguma ascendência negra. No campo da cultura, a etnia sempre teve papel fundamental na criação. No audiovisual, o movimento vem ganhando força nos últimos anos.

Prova disso é a V Mostra Produção Independente – Cinema em Negro & Negro, que começou no último dia 13,  e termina no sábado (17) no Cine Metrópolis, na Ufes

Além de realizar a sua tradicional mostra competitiva de vídeos capixabas, o evento deste ano enfocará o tratamento que o Brasil vem oferecendo à questão do negro no cinema. Estão programadas também sessões temáticas com dezenas de filmes, debates e lançamentos de filmes inéditos no Espírito Santo, como o premiado Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado, do diretor mineiro Joel Zito Araújo, que trata do turismo sexual no País; e Meninos da Guarani, primeiro vídeo dirigido pelo ator Markus Konká.

A V Mostra Produção Independente – Cinema em Negro & Negro também contará com sessões de cinema especialmente montadas para alunos de escolas públicas, além do lançamento da nova edição da revista/catálogo Milímetros. A publicação traz entrevistas, artigos e reportagens que apresentam um amplo panorama do cinema negro no Brasil.

Segundo a presidente da ABD&C Capixaba, Carla Osório, “a cada ano a Mostra Produção Independente traz um novo tema, que pauta a mostra paralela, com objetivo de proporcionar novas discussões e uma diversidade de olhares sobre a produção audiovisual brasileira. Quando escolhemos o tema central da quinta mostra, tivemos como grande tarefa nos debruçar sobre esta vasta produção do cinema negro brasileiro, desconhecida do grande público.”

A Mostra selecionou para exibição 24 produções audiovisuais que concorrerão, durante o evento, a dois prêmios: melhor filme capixaba e melhor filme sobre a temática negra. Entre as produções, estão selecionados documentários, ficções e videoclipes, sendo a maioria inédita no circuito de exibição de festivais.

Os melhores curtas da mostra classificam-se automaticamente para o V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual que acontece em janeiro de 2010 em Atibaia, SP. A V Mostra Produção Independente conta com o apoio do CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros.

O Cine Metrópolis fica na Ufes. Avenida Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória. (27) 3335-2376. A entrada é franca.

Veja a programação completa.

Confira o vídeo/convite!

Vila Velha inaugura mais um cineclube

Um novo cineclube em Vila Velha/ES

Enviado por Saulo Ribeiro

A Umef “Joffre Fraga”, da rede municipal de ensino de Vila Velha, inaugura seu cineclube nesta sexta 9 de Outubro, exibindo o curta-metragem O homem que sonhava fotografia, de Tião Xará, seguido de debate com o cineasta. A programação terá início às 19h. A escola fica na Rua Águas Claras, S/N, Vale Encantado,Vila Velha/ES.

O objetivo do cineclube é propiciar à comunidade escolar e moradores do bairro acesso à produção cinematográfica local e tornar mais atrativa  a modalidade de Ensino de Jovens e Adultos (EJA), em andamento na escola no turno da noite.

Sobre o filme e o cineasta:

O HOMEM QUE SONHAVA FOTOGRAFIA

Elenco: Sandro Costa (Reginaldo), Fabíola Buzim (Regina), Karina Kalil (Andrea), Luiz Tadeu Teixeira (colega de Reginaldo), Celsão Rodrigues (analista), Rodrigo Brandão (amigo de Reginaldo), Paulo de Souza – Socó (participação especial).

Sinopse:

Reginaldo (Sandro Costa) descobre numa manhã que está sonhando fotografia. Quando os sonhos começam a ficar recorrentes, conta pra seu amigo de trabalho (Tadeu Teixeira) que, zoando da situação, recomenda que ele procure um analista. Quando ele vai ao analista (Celsão Rodrigues), este também parece não dar muita importância para o problema de Reginaldo e a tensão com os sonhos ao invés de melhorar, torna-se mais intensa. Porém, tudo se resolve naturalmente, sem a necessidade de intervenção do analista.

Filmado em 2005 em Vitória e finalizado em Vitória e no Rio de Janeiro em 2009, com apoio cultural da Lei Rubem Braga/Prefeitura Municipal de Vitória, Secretaria de Estado da Cultura, Secretaria de Cultura da UFES e Conselho Nacional de Cineclubes. Produzido por Verve Produção e Consultoria Ltda. Duração: 15 minutos

“O ANTICRISTO” no Cineclube Central em Vila Velha

Ainda inédito, “O Anticristo” será exibido (sem cortes) na próxima quarta feira (7/10) no Cineclube Central de Vila Velha.
Sinopse
Depois da trágica morte de seu filho bebê num prólogo doloroso a mãe (Charlotte Gainsbourg) traumatizada entra numa espécie de coma emocional e seu marido (Willem Dafoe), de pretensões psiquiátricas tenta ajudá-la numa terapia informal, levando-a para uma cabana de refúgio da família, isolados na floresta Éden. Lá, coisas estranhas e obscuras começam a acontecer imagens e visões aterrorizantes.

O ANTICRISTO
direção:Lars von Trier
Estados Unidos/2009/duração:112 min
Elenco: Charlotte Gainsbourg,Willem Dafoe
Género:TERROR

Serviço
ONDE?
Cineclube Central – Teatro Municipal de Vila Velha
Pç. Duque de Caxias, Centro

QUANDO? 07/10/2009 (quarta-feira)
HORA? 20h (em ponto)
QUANTO? ENTRADA FRANCA.

CONTATOS CINECLUBE CENTRAL
http://www.cineclubecentral.blogspot.com/
cinecentral@gmail.com.
Confira o Tleiler
http://www.youtube.com/watch?v=d8qLszhowyY&feature=player_embedded
\

Confira o artigo escrito por: Fernando Ribeiro no Blog Ante.cinema.com

antichrist

Com estreia nacional marcada para 22 de Outubro, Anticristo é aguardado com muita expectativa mesmo depois de toda a controvérsia que tem gerado pelo mundo fora. Considerado como polémico e controverso, a última edição do Festival de Cannes rendeu-se a este filme e outros eventos o mesmo fizeram.

Realizado por Lars von Trier, um dos impulsionadores e criadores do chamado cinema dogma 95, apresenta-nos agora uma visão cinematográfica muito mais obscura e um registo totalmente diferente dos que realizou até ao momento. Apesar de toda a controvérsia em redor dele, em Cannes, Anticristo arrecadou a Palma de Ouro de Melhor Actriz para Charlotte Gainsbourg, supostamente uma das grandes revelações deste filme, e adquiriu ainda um dos prémios mais criticados dos últimos anos, um acontecimento que chegou mesmo a ser incómodo para alguns elementos da organização do festival. O galardão em questão foi o Prémio do Júri Ecuménico, que premia as longas metragens em competição que promovam o espiritualismo, o humanismo e os valores universais, tendo sido uma decisão do Júri do festival, o cineasta romeno Radu Mihaileanu, que elogiou este Anticristo como ‘o filme mais misógino do maior cineasta do mundo’. Thierry Frémaux, delegado-geral do festival, não achou piada ao sucedido, considerando mesmo que esta decisão foi ridícula.

Photobucket

Polémicas à parte, este novo filme do cineasta Lars von Trier, conseguiu gerar algum furor em vários pontos do mundo e em outros festivais por onde passou em que foi mais uma vez bem recebido e controverso, sendo que agora Portugal vai ter oportunidade de comprovar todo o alarido que se tem gerado à volta dele. Com Willem Dafoe e Charlotte Gainsbourg nos principais papeis, Anticristo conta a história de um casal, que após a morte acidental do filho, retira-se para uma cabana nos bosques, para que o marido terapeuta possa tratar a sua mulher, que ficou psicologicamente devastada com o acontecimento. Mas a estadia na cabana vai ser tudo menos pacífica.

Após a sua estreia em países como Dinamarca (país de origem do realizador), Itália, França, Noruega, Suécia, Reino Unido, Espanha, Estados Unidos da América, entre outros, o filme chega finalmente a Portugal dia 22 de Outubro com a especial atenção do Ante-Cinema. Assim sendo, enquanto espera pela sua chegada aos nossos cinemas, deixamos em baixo o trailer oficial. Anticristo tem a distribuição nacional a cargo da Ecofilmes.

Cinema em Negro & Negro

Três diretores já confirmaram a suas presenças no seminário da V Mostra Produção Independente

Para discutir o conceito de Cinema Negro, tema da 5ª Mostra Produção Independente, Vitória (ES) receberá três importantes nomes do cinema nacional que pensam e produzem esse tipo de cinematografia. Estamos falando dos cineastas Zózimo Bulbul, Joel Zito e Jeferson De. Os três estarão presentes na mesa “O que é Cinema Negro?” – primeira atividade do seminário que também faz parte da Mostra. A mesa acontecerá na manhã do dia 14 de outubro, no Cine Metrópolis, na Ufes. Abaixo, conheça um pouco da história de cada um dos palestrantes:

Zózimo Bulbul – No trabalho com a dramaturgia, Zózimo Bulbul foi o primeiro ator a ser um protagonista negro em uma novela brasileira e um dos principais atores do Cinema Novo. Bulbul, não é apenas um pioneiro na produção de obras cinematográficas sobre a temática racial, mas também um dos diretores brasileiros que mais produziu sobre esse tema.

Joel Zito Araújo – Doutor em ciência da Comunicação pela Escola de Comunicação e Arte da Universidade de São Paulo (ECA-USP), Joel Zito tematiza o negro na sociedade brasileira em suas produções cinematográficas. Em 2000, o diretor lançou o documentário “A negação do Brasil”, o filme é o resultado de uma pesquisa profunda sobre o percurso do negro enquanto personagem nas novelas brasileiras. Em 2005, Joel Zito ganhou com o longa metragem de ficção Filhas do Vento, oito Kikitos no Festival de Gramado, premio de melhor diretor, melhor atriz (Ruth de Souza e Léa Garcia), melhor ator (Milton Gonçalves), melhor ator coadjuvante (Rocco Pitanga), crítica e atrizes coadjuvantes (Thalma de Freitas e Taís Araujo). O cineasta está atualmente lançando nas salas de todo o país o documentário Cinderelas, Lobos e um príncipe encantado.

Jeferson De – O mais jovem cineasta da mesa será Jeferson De. Ele é um dos autores do Dogma Feijoada. Trata-se de um movimento de cineastas que reivindicava uma maior participação dos negros no cinema brasileiro, tanto na sua representação como no acesso aos meios de produção, bem como questiona o modo como o negro é representado nessas produções. Neste ano, Jeferson De lança em 2010, o seu primeiro longa-metragem “Brodér!”, obra totalmente rodada na periferia de São Paulo.

A V Mostra Produção Independente, que tem como título “Cinema em Negro & Negro”, acontecerá de 13 a 17 de outubro de 2009, no Cine Metrópolis, na Ufes, Vitória-ES. O evento contará com uma Mostra Competitiva aberta para os realizadores locais com produções sobre qualquer temática. Na Mostra Paralela serão exibidas as produções audiovisuais que tratam da temática racial. As inscrições podem ser feitas por meio do site www.abdcapixaba.com.br até o dia 10 de agosto. A realização é da ABD&C-ES.

Saiba mais sobre os convidados da a mais sobre a V Mostra Produção Independente:

Zózimo Bulbul:
http://pt-br.wordpress.com/tag/zozimo-bulbul/

Joel Zito:
http://www.adorocinemabrasileiro.com.br/personalidades/joel-zito-araujo/joel-zito-araujo.asp

http://www.youtube.com/watch?v=_4X36GyKvJc&eurl=http%3A%2F%2Fwww.portalgera.com.br%2F%3Fq%3Dnode%2F87&feature=player_embedded

Jeferson De:
http://cinema.uol.com.br/ultnot/2008/06/12/ult4332u791.jhtm

http://www.jefersonde.blogspot.com/

João Baptista Pimentel Neto
Assessor de Imprensa da Mostra

V mostra produção independente / inscrições

mostra-producao-independente_abd-capixaba

Já estão abertas as inscrições para a Mostra Competitiva da V Mostra Produção Independente da ABD&C/ES. Poderá participar qualquer obra audiovisual capixaba que não tenha sido selecionada em nenhuma das mostras anteriores da ABD&C/ES.

O título da Mostra deste ano é “Cinema em Negro & Negro” e abordará a produção audivisual do cinema negro envolvendo o circuito cultural Brasil e África. O evento será realizado de 13 a 17 de outubro, no Cine Metrópolis-Ufes.

O prazo para enviar os trabalhos é o dia 10 de agosto (valendo a data da postagem). O Regulamento Geral da V Mostra Produção Independente e a ficha de inscrição já estão disponíveis no nosso site (www.abdcapixaba.com.br)

A lista com o nome das produções selecionadas para a Mostra Competitiva será divulgada no dia 17 de agosto de 2009 no site da ABD&C/ES. Os dois filmes premiados na V Mostra Produção Independente serão divulgados na última sessão da Mostra que acontecerá no Cine Metrópolis-Ufes, no dia 17 de outubro, a partir das 20h.

As produções selecionadas concorrerão ao prêmio de melhor filme capixaba e ao prêmio especial para obras audiovisuais que tratem do tema do evento. As obras da Mostra Competitiva também farão parte do DVD Coletânea, que será distribuído gratuitamente e sem fins comerciais, desde que os diretores e produtores autorizem. Os premiados estarão ainda automaticamente pré-selecionados para o V FAIA – Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual que acontecerá em janeiro de 2010.

V Mostra Produção Independente

A V Mostra Produção Independente da ABD&C/ES, que acontecerá de 13 a 17 de outubro de 2009, traz como tema desta edição o cinema negro. Com o título “Cinema em Negro & Negro”, o evento exibirá em sua mostra não competitiva produções relacionadas com a temática produzidas no Espírito Santo, no Brasil e em países africanos. As exibições e o restante da programação da Mostra acontecerão no Cine Metrópolis, na Ufes.

Entre os destaques do evento, está o cineasta Zózimo Bulbul, que fará a curadoria da programação de uma das noites e estará presente para debater a sua cinematografia.

A V Mostra Produção Independente continua com a sua Mostra Competitiva. Os realizadores locais podem inscriver os seus trabalhos até o dia 10 de agosto através do nosso site www.abdcapixaba.com.br. Este ano, os filmes que trabalharem a temática racial concorrerão a uma premiação especial. O Regulamento Geral da Mostra e a ficha de inscrição também já estão disponíveis no site da ABD&C/ES.

Além das exibições, a Mostra terá em sua programação um seminário para tratar da produção audiovisual do cinema negro, envolvendo o circuito cultural Brasil e África. Para isso, contará com a presença de realizadores convidados que debaterão os seus filmes com o público.

Durante o evento, serão lançados a 2ª edição da revista Milímetros, que trará um panorama do cinema negro no Brasil, e o DVD Coletânea com as produções exibidas na Mostra Competitiva. Um seminário temático, oficinas de realização e cineclubismo também serão oferecidas para público do evento. Toda a programação da V Mostral Produção Independente é gratuita.

João Baptista Pimentel Neto
Assessor de Imprensa da Mostra