Arquivo da tag: Festivais parceiros

12ª FIKE Festival Internacional de Curtas Metragens

fikeA 12ª edição do FIKE (Festival Internacional de Curtas Metragens) vai decorrer entre 21 e 25 de Outubro, simultaneamente nas cidades de Évora e Beja – anunciou o director do festival, João Paulo Macedo, nesta segunda-feira, 8 de Setembro.

O FIKE 2014 contará entre outras participações, com Patrícia Casey. A produtora do primeiro filme dos Monty Python, “And Now for Something Completely Different”, de 1971, fará durante o certame, uma Master Class sobre produção cinematográfica.

Este ano, inscreveram-se para a pré-selecção no festival, 1004 filmes, originários de 44 países, sendo a Ficção a categoria mais concorrida, com 533 curtas-metragens. A animação com 179, documentário 265 e 27 filmes de outras categorias. Dos filmes inscritos 136 são primeiras obras de jovens realizadores.

O Prémio D. Quixote, um dos galardões a atribuir novamente, será nomeado por um júri da Federação Internacional de Cine Clubes, cuja rede de festivais parceiros o FIKE integra desde 2003.

FIKE1O FIKE 2014 é promovido, como habitualmente, pela Sociedade de Instrução e Recreio Joaquim António de Aguiar, pelo Cine Clube da Universidade de Évora em parceria com a Estação Imagem e Associação cultural bejense Lêndeas d’Encantar.

Esta 12ª edição tem o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) e da Direção Regional de Cultura do Alentejo / Governo de Portugal, Município de Évora, bem como da Universidade de Évora (UE), que desde a primeira hora vem emprestando o seu valioso contributo.

O FIKE – Festival Internacional de Curtas-metragens, integra-se no projecto IMAGINÁRIOS AO SUL, que engloba o Festival de Teatro de Amadores de Évora, o Festival Raízes do Som e o Festival Internacional de Teatro do Alentejo. Organizados pelo Cineclube de Évora, Sociedade de Instrução e Recreio Joaquim António de Aguiar, a associação cultural bejense Lêndias d’Encantar e a Associação Lua Aos Quadradinhos. Um projecto pluridisciplinar, com atuação nos centros históricos de Évora Beja, que visa aliar novas vivências do património através de actividades culturais, formação de públicos, capacitação e envolvimento de outros agentes com a intensificação de hábitos e prática de consumos culturais. Trata-se de uma iniciativa QREN, apoiada no âmbito do INALENTEJO, cujo investimento ascendeu a 216.415,58 Euros, com um cofinanciamento de 151.490,91 Euros.

Évora, 8 de Setembro de 2014

Assessoria de Imprensa

press@fikeoneline.net

Brasil Stop Motion 2013

brstopmotion-640x336Estão abertas até o dia 1º de outubro as inscrições para a mostra competitiva do Brasil Stop Motion 2013 – III Festival Internacional de Stop Motion do Brasil. O evento, que acontece no cinema São Luiz, em Recife (PE), entre os dias 26 a 30 de novembro, tem como foco principal a exibição de filmes de animação quadro a quadro.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas mediante preenchimento de formulário disponível no site do evento. Na ficha de inscrição, o interessado deve informar em campo específico o modo de submissão do filme, podendo ser online, por meio do site Wetransfer, ou por via postal.

Clique aqui e acesse o regulamento e o modelo de etiqueta com o endereço para envio. O resultado da seleção dos filmes do Brasil Stop Motion será anunciado até o dia 15 de outubro.

Os filmes selecionados concorrem nas categorias Melhor Stop Motion de 10 minutos, Melhor Stop Motion de mais de 10 minutos e Melhor Stop Motion Estudantil. Também serão concedidos troféus para o melhor filme brasileiro, para a melhor produção infantil e para o favorito do público, além dos prêmios deMelhor fotografia,  roteiro, direção de arte e som.

O festival também promoverá oficinas e conversas com profissionais do país e do exterior. Para mais informações, acesse o site oficial do Brasil Stop Motion 2013– III Festival Internacional de Stop Motion do Brasil

Inscrições abertas para a VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD Capixaba

Edição comemorativa da Mostra reunirá produções audiovisuais de todos os Estados e exibirá um panorama do curta metragem nacional

Em 2010, a ABD Capixaba completa sua primeira década de existência. Por isso, a VI Mostra Produção Independente irá comemorar a data. O evento acontecerá entre os dias 13 e 17 de julho, no Cine Metrópolis, na Ufes. As inscrições para a Mostra Competitiva deste ano já estão abertas. Os realizadores de audiovisual do Estado têm até o dia 15 de maio para enviar as suas produções.

Podem participar da VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD qualquer obra audiovisual realizada por equipe capixaba ainda não selecionado nas Mostras Produção Independente da ABD&C-ES anteriores. Podem ser inscritas produções de qualquer duração, formato ou data de realização. Os filmes selecionados para a Mostra Competitiva concorrem nas categorias Melhor Filme e  Melhor Contribuição Técnica ou Artística. O valor é  de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) para cada um dos premiados. Acesse o regulamento completo. A inscrição é gratuita pode ser feita aqui.

Panorama do Curta Metragem Nacional
Além da Competitiva, a VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD exibirá uma Mostra Paralela com a curadoria das 27 ABDs estaduais. Por meio dessa programação, será traçado um panorama do curta metragem brasileiro. A proposta é que as ABDs de cada Estado indiquem um curta produzido e/ou realizado no seu respectivo território.

Fará parte da VI Mostra um Seminário para discutir as mudanças na Lei de Direito Autoral e os Direitos do Público no acesso aos bens culturais no Brasil. Deverão estar presentes nos debates representantes do Conselho Nacional dos Cineclubes (CNC), do Congresso Brasileiro de Cinema (CBC), do Fórum dos Festivais e da ABD Nacional – entidades parceira da ABD Capixaba na realização do evento.

Além do Seminário, estão previstas duas outras mesas que tratarão da produção e da difusão do curta metragem. A inclusão do audiovisual brasileiro nas telas e na programação televisa e o uso estratégico dos festivais e cineclubes para difusão do audiovisual serão as temáticas debatidas nesses espaços.

Lançamentos
Na VI Mostra Produção Independente – 10 Anos da ABD, também serão lançados a terceira edição da Revista-Catálogo Milímetros e um DVD coletânea com os filmes capixabas que participam da Mostra Competitiva, com distribuição gratuita para o público. Além das exibições, lançamentos e debates, o evento contará com oficinas de realização.

Apóiam o evento a Secretaria Municipal de Cultura de Vitória, a Secretaria de Cultura da Ufes, a Secretaria de Políticas Culturais e Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura e o Sebrae-ES.

Festival Internacional de Filmes Curtíssimos

Já estão abertas as inscrições para a 12ª edição do Festival Internacional e 3ª Nacional de Filmes Curtíssimos (Festival Très Court). Pelo terceiro ano consecutivo Brasília sediará as duas mostras, que tem como característica a exibição de filmes com, no máximo, três minutos de duração (exceto créditos e títulos). A mostra (internacional) acontece simultaneamente em mais de 100 cidades de 20 países no dias 7, 8 e 9 de maio; e a curadoria é realizada em Paris. No Brasil, serão selecionados 50 trabalhos, e a curadoria está sediada na capital federal.

Os interessados em participar da seleção internacional devem se inscrever até 10 de fevereiro pelo endereço www.trescourt.com. Além disso, as produções de todo o Brasil poderão participar da mostra “Mostra-te Brasília 50 anos”, como parte das comemorações dos 50 anos de Brasília, cujas inscrições vão até 5 de abril pelo endereço www.filmescurtissimos.com.br.

Após preencher a ficha de inscrição, enviá-la, junto com uma cópia do filme e autorização para exibição, para o escritório da mostra em Brasília. Espaço Cultural Renato Russo – 508 Sul, SCRS 508 – Bloco “A” – Loja 72 – Brasília DF. CEP: 70.351-580.

As produções não selecionadas para exibição na edição 2009 não poderão concorrer à mostra.

Uma novidade é que em 2010, além de Brasília, os filmes serão exibidos no Rio de Janeiro e em outras capitais a serem definidas.

Os trabalhos inscritos concorrerão aos seguintes prêmios:

Melhor Filme

Melhor Animação

Originalidade

Mostra-te Brasília

Prêmio do Júri Popular

Brasília 50 anos

Os vencedores das categorias Melhor Filme e “Mostra-te Brasília” receberão R$ 15 mil cada para locação de equipamentos na Moviecenter.

O Festival Internacional de Filmes Curtíssimos tem apoio da Secretaria de Cultura do DF, Espaço Cultural Rebato Russo – 508 Sul, Embaixada da França, Organização dos Estados Ibero Americanos e Moviecenter.

Michel Medeiros

Jornalista http://twitter.com/MichelMedeiros1

(61) 3325-3144

(61) 8406-1083

Festival de Curtas de BH na reta final

A maratona de exibição dos 116 filmes do 11º Festival Internacional de Curtas de BH está em sua reta final. Termina nesta sexta-feira, dia 13, a edição especial deste ano. Aproveite a oportunidade de ver as últimas sessões das mostras Vanguardas e Neovanguardas, Campo Imperfeito e Curtas Brasil 2008, e os programas dos festivais de Bafici (Argentina), Locarno (Suíça), Oberhausen (Alemanha) e Vila do Conde (Portugal).

Um dos destaques da programação desta quinta-feira é a exibição de filmes das mostras de festivais internacionais. A Mostra Bafici – Festival Internacional de Cine Independente de Buenos Aires – exibirá, às 17h15, o longa-metragem argentino “Castro”, de Alejo Moguillansky. Já na Mostra Vila do Conde, às 17 horas, serão projetados quatro títulos: “História trágica com final feliz”, de Regina Pessoa; “Suspeita”, de José Miguel Ribeiro; “China, China”, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata; e “Beacon”, de Christoph Girardet e Matthias Müller.

Na sexta, não deixe de participar da sessão comentada da Mostra Curtas do Brasil 2008, às 16h30, que exibirá: “Super barroco”, de Renata Pinheiro (PE), “Osório”, de Heloisa Passos e Tina Hardy, (PR); “O menino que plantava invernos”, de Victor Hugo Maciel Sansão Borges, (SP); “Sumi”, de Marina Fraga, Japão e Brasil (RJ); “Triangulum”, de Melissa Dullius & Gustavo Jahn (Alemanha/Egito/Brasil). João Maria de Araújo, montador de “Super Barroco”; Tina Hardy, diretora de “Osório”; e Marina Fraga, diretora de “Sumi participarão do bate-papo.

Além de filmes, o encerramento desta 11ª edição, traz muita música. O SamBaCana e suas atrações marcam o encerramento do Festival de Curtas de BH. A festa acontecerá nesta sexta, às 22h, no Centro da Comunidade Luso-Brasileira (Rua Curitiba, 746 – Centro – atrás da Galeria do Ouvidor). O som contagiante fica sob a responsabilidade dos djs da noite Rafael Soares e LuizGa – Dioni Luxus. A noite contará com Bar do Graveola e o lixo polifônico com promoções e aparições inusitadas!

Convites: R$5,00 (promoção de 22h às 23h), R$ 10,00 (com o nome na lista a qualquer hora. Enviar nome para o email sambacanagroove.bh@uol.com.br até 17h da sexta!) ou R$ 15,00 (sem o nome na lista).

Para mais informações sobre o Festival de Curtas de BH e sua programação, acesse o site www.festivaldecurtasbh.com.br ou ligue (31) 3236.7400.

Amazonas Film Festival

Amazonas Film Festival anuncia os filmes selecionados e convidados que participam de sua 6ª edição, de 6 a 12 de novembro, em Manaus

A competição de longas-metragens terá como presidente do júri o diretor norte-americano John McTiernan (“Duro de Matar”), além da presença de artistas como a espanhola Elena Anaya (“Lucia e o Sexo”) e a francesa Clotilde Courou (“Piaf – Um Hino ao Amor”) e cineastas como o inglês Hugh Hudson (“Carruagens de Fogo”) e a brasileira Lucia Murat (“Quase Dois Irmãos”)

O diretor Carlos Manga e o ator Milton Gonçalves serão os homenageados desta edição, que apresentará mais de 160 filmes, entre curtas, longas e documentários, exibidos dentro e fora de mostras competitivas

Pelo sexto ano consecutivo, a capital amazônica sediará uma grande festa do cinema mundial. Entre os dias 6 e 12 de novembro, Manaus receberá o Amazonas Film Festival – Aventura, Natureza e Meio Ambiente, realizado pelo Governo do Estado do Amazonas, por meio de sua Secretaria de Cultura, com produção do grupo francês Le Public Système Cinéma.

O evento promove o encontro de profissionais da indústria cinematográfica nacional e internacional, apresentando aos amantes da sétima arte as riquezas e o potencial da Floresta Amazônica e a necessidade da preservação do patrimônio natural da região.

HOMENAGEDOS

O 6º Amazonas Film Festival (AFF) terá como presidente de honra o diretor, roteirista e produtor brasileiro Carlos Manga. Passados 50 anos de carreira, o diretor contabiliza mais de 30 filmes, como “O Homem do Sputnik” (1959) e “O Marginal” (1974), além de humorísticos, novelas e minisséries, entre elas, “Memorial de Maria Moura” (1994) e “A Engraçadinha” (1995).

Como convidado de honra desta edição, o festival receberá o ator mineiro Milton Gonçalves. Veterano do teatro, do cinema e da TV brasileira, ele será homenageado no palco do histórico Teatro Amazonas.

CONVIDADOS DOS JÚRIS

A competição de longas-metragens de ficção terá como presidente do júri o diretor norte-americano John McTiernan, diretor de grandes bilheterias das décadas de 1980 e 1990, como “O Predador” (1987), “Duro de Matar” (1988) e “Caçada ao Outubro Vermelho” (1990). Ele estará acompanhado de outros cineastas, como o inglês Hugh Hudson, de filmes como “Carruagem de Fogo” (1981) e “África dos meus Sonhos” (2000), e a brasileira Lucia Murat, de “Quase Dois Irmãos” (2004) e “Maré – Nossa História de Amor” (2007). Também fazem parte do júri atrizes como a espanhola Elena Anaya (“Lucia e o Sexo”, de 2001) e a francesa Clotilde Courou (“Piaf – Um Hino ao Amor”, de 2007).

A mostra competitiva de documentários será presidida pela atriz californiana Stefanie Powers, do popular seriado de TV “Casal 20”, que hoje dirige uma fundação em defesa da vida animal na África. Ao seu lado, estarão convidados como o acrobata francês Phillipe Petit, que ficou famoso ao atravessar por um cabo de aço a 400 metros de altura as Torres Gêmeas de Nova Iorque (aventura retratada no documentário “O Equilibrista”) e a ecologista queniana Paula Kahumbu, que se dedicou ao estudo de macacos e elefantes e hoje comanda uma organização que atua em países em desenvolvimento para a proteção de animais em risco de extinção.

Para as competições de curtas-metragens brasileiros, foi convidado como presidente o diretor Beto Brant, de produções como “O Invasor” (2001) e “Cão sem Dono” (2007), entre outros profissionais do cinema, como o animador Cesar Cabral e a curta-metragista Sonia Federico.

ARTISTAS NACIONAIS

Durante os sete dias do 6º AFF, muitos convidados nacionais passarão por Manaus, prestigiando o festival. Entre as atrizes confirmadas, estão Malu Mader, Maria Fernanda Cândido, Rosamaria Murtinho, Nathalia Timberg, Tânia Alves, Juliana Alves e Rita Cadillac. Também participarão do evento os atores Malvino Salvador, Murilo Rosa, Victor Fasano, Guilherme Leme, Marcos Winter e Guilherme Duarte.

FILMES EM COMPETIÇÃO

Entre longas-metragens de ficção, documentários de meio ambiente e curtas nacionais digitais e 35mm, a 6ª edição do Amazonas Film Festival exibirá mais de 40 filmes em suas mostras competitivas.

A disputa dos longas-metragens terá oito títulos concorrentes, entre eles o brasileiro “Em Teu Nome”, novo filme de Paulo Nascimento, o iraquiano “Whisper with the Wind”, dirigido por Shahram Alidi, o australiano “Samson & Delilah”, de Warwick Thornton, e o norte-americano “The Road”, de John Hillcoat, com Viggo Mortensen, Charlize Theron, Guy Pearce e Robert Duvall.

Nove documentários foram selecionados para a mostra competitiva. O brasileiro “A Árvore da Música”, de Otavio Juliano, trata da preservação de uma árvore da Mata Atlântica usada para a confecção de arcos de violinos desde os tempos de Mozart. O canadense “The Dolphin Dealer”, de Brad Quenville, revela o mundo obscuro do comércio de golfinhos selvagens. Do Canadá, “Dirty Paradise”, dirigido por Daniel Schweizer, apresenta o drama de milhares de índios no Suriname e Guiana Francesa que tentam sobreviver à devastação causada garimpeiros ilegais de ouro.

A competição de curtas-metragens é dividida em três categorias: serão seis curtas brasileiros em 35mm, sete curtas brasileiros digitais e dez curtas digitais do Amazonas.

Mostras Paralelas

Além das competições, o Amazonas Film Festival tem uma programação repleta de filmes de aventura e natureza. São mais de cem títulos, que serão exibidos gratuitamente em 46 espaços por toda Manaus e na cidade vizinha de Iranduba, atingindo os mais diversos públicos.

Para a noite de abertura, no Teatro Amazonas, foi selecionado o brasileiro “Antes que o Mundo Acabe”, da diretora Ana Luiza Azevedo. Na frente do Teatro, o Largo de São Sebastião se transforma em um grande cinema ao ar livre, onde serão projetados desde clássicos, como “O Homem do Sputinik” até sucessos recentes, como “Divã”.

Outro destaque da programação paralela é a Mostra Social Cinema Por Aí, que acontece em locais raramente lembrados em festivais de cinema, como hospitais, penitenciárias e asilos. Entre os filmes, estão “O Menino da Porteira”, “Se Eu Fosse Você 2” e “Camp Rock”. E aproveitando o clima da Copa do Mundo no Brasil, o Centro Cultural dos Povos da Amazônia receberá a inédita Mostra Cine Copa Verde, que apresentará diversos títulos ligados ao futebol, “Mauro Shampoo – Jogador, Cabeleireiro e Homem”, “O Futebol Como Deus Criou – O Peladão de Manaus” e “Fiel – O Filme”.

CONFIRA A RELAÇÃO DE CONVIDADOS E FILMES SELECIONADOS DO 6º AMAZONAS FILM FESTIVAL NOS DOCUMENTOS ANEXOS.

6º Amazonas Film Festival – Aventura, Natureza e Meio Ambiente

De 6 a 12 de novembro de 2009, em Manaus

Informações: www.amazonasfilmfestival.com.br

Realização: Governo do Estado do Amazonas / Secretaria de Cultura

Produção executiva internacional: Le Public Système – Produção executiva nacional: PG Music

Patrocínio: Coca-Cola

Apoio: Lacoste, Banco Daycoval, TV 5 Monde, Ford Monttana, Link Digital, Kodak, Cinemais, Sherwin Williams e Governo Federal, através do Ministério da Cultura (Lei de Incentivo à Cultura)

Apoio institucional: Embaixada da França no Brasil, Cinefrance, Universo Amazônico, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Centro Técnico Audiovisual (CTAV) e Fórum dos Festivais

Parceria: Cinebrasil e Manaus Plaza Shopping

Mostra Internacional de Cinema de SP on line

A 33ª MOSTRA e THE AUTEURS, em iniciativa pioneira, oferecem o primeiro FESTIVAL ONLINE do mundo.

Esta é a primeira vez na história que um grande festival de cinema disponibiliza uma vasta seleção dos filmes da sua programação, e esperamos que se torne um modelo para todos os festivais promoverem o cinema internacional para além de seus públicos locais.

O acesso em streaming estará disponível para os 300 primeiros acessos, depois da primeira exibição do filme na programação da 33ª MOSTRA, no período de sua realização, na página www.theauteurs.com/saopaulo

THE AUTEURS é a maior comunidade online de filmes independentes e clássicos de todo o mundo, com filmes incluídos no acervo por cinéfilos. Fundada em 2007, é patrocinada pela Celluloid Dreams, a maior produtora de cinema independente do mundo; a Criterion Collection, maior selo internacional de DVDs de arte; e a Costa Films. É parceira exclusiva da World Cinema Foundation, fundação para a preservação de filmes presidida por Martin Scorsese. Tem escritórios em Palo Alto (EUA), Nova York, Paris e Londres.

“Mesmo as ideias mais visionárias, quando não encontram ressonância em outros e não são seguidas, acabam por morrer. É maravilhoso ver esse espírito de equipe (com a Mostra). Estamos lançando juntos o primeiro festival online do mundo e fazendo história. O Brasil está à frente dos outros países”, afirmou Hengameh Panahi, dona da Celluloid Dreams, uma das mais importantes produtoras independentes de cinema do mundo, responsável por filmes vencedores dos grandes festivais, como Cannes 2009 (Um Profeta – Grande Prêmio do Júri 2009) e Veneza (Hana-Bi, Leão de Ouro 1997; Lebanon, Leão de Ouro 2009).

Confira os títulos e as datas de exibição online na programação da 33ª MOSTRA:

13 MINUTOS, Felipe Briso, Gilberto Topczewski (Brazil) – 24/10

A CANTORA DE TANGO, Diego Martinez Vignatti (Belgium, Argentina, France, Holland) – 28/10

À MARGEM DO LIXO, Evaldo Mocarzel (Brazil) – 25/10

A VIDA EM BLOCO, Alfredo Hueck e Carlos Caridad (Venezuela) – 25/10

AMOR EM TRÂNSITO, Lucas Blanco (Argentina) – 24/10

AQUILES E A TARTARUGA, Takeshi Kitano (Japan) – 30/10

BR3 (DOCUMENTÁRIO), Evaldo Mocarzel (Brazil) – 24/10

BR3 (FICÇÃO), Evaldo Mocarzel (Brazil) – 10/24

CORTEJANDO CONDI, Sebastian Doggart (USA, United Kingdom) – 26/10

DENTRO DA LEONERA, Nicolas Bénac e Cedric Robion (France) – 25/10

FUTEBOL BRASILEIRO, Miki Kuretani e Tatiana Vilela (Japan, Brazil) – 26/10

HUGO REI E SUA DONZELA, Franco de Peña (Poland, Venezuela) – 01/11

KALANDIA – HISTÓRIA DE UMA FRONTEIRA, Neta Efrony (Israel) – 26/10

MOMENTOS DE JERUSALÉM, vários diretores (Israel) – 27/10

NÓS QUE AINDA ESTAMOS VIVAS, Daniele Cini (Italy, Argentina) – 24/10

O CERCO, Toshi Fujiwara (Japan) – 01/11

O JOGO DO PAI, Michael Glawogger (Germany, Austria) – 28/10

O PEQUENO INDI, Marc Recha (Spain, France) – 27/10

PAPAI FOI CAÇAR PTÁRMIGA, Robert Morin (Canada) – 24/10

REIDY, BUILDING UTOPIA, Ana Maria Magalhães (Brazil) – 29/10

SIRI-ARA, Rosemberg Cariry (Brazil) – 02/11

TIKIMENTARY, Duda Leite (Brazil) – 24/10

TUDO QUE NOS CERCA, Hashiguchi Ryosuke (Japan) – 24/10

UM LUGAR AO SOL, Gabriel Mascaro (Brazil) – 28/10

VENCER, Marco Bellocchio (Italy) – 29/10

Mostra Produção Independente divulga premiados

Terminou neste sábado a V Mostra Produção Independente – Cinema em Negro & Negro, no Cine Metrópolis, Ufes, depois de intensos debates e mais de 60 filmes exibidos.

Na noite de encerramento, foram anunciados os premiados da mostra realizada pela seção capixaba da Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas-Metragistas (ABD&C Capixaba).

O prêmio de melhor vídeo capixaba foi para “Maicou Diéquision”, de Natanael Souza e Ramon Zagoto. A produção recebeu o prêmio de R$1.500 mais garantia de exibição no Festival Internacional de Atibaia. O ator e músico MC Abelhão dedicou o prêmio a todos os jovens de comunidades carentes de Vitória.

O melhor vídeo em Negro & Negro foi para “N’Goma – Jongos do Sul Capixaba”, de João Moraes e Leonardo Gomes.

O júri ainda concedeu duas menções honrosas, para os filmes “Agrados para Cloê”, de Jefinho Pinheiro, e “A Sorte da Bússola sem Norte”, de Fred Entringer.

Durante o encerramento, o ator Markus Konká promoveu o lançamento do seu primeiro filme como diretor, “Meninos da Guarani”. Além disso, o ator também foi homenageado no evento com a exibição do curta “Repolho Hidropônico” (Virgínia Jorge e Lizandro Nunes), que contém cenas e entrevistas com ator. Na ocasião, a atriz Zezé Motta, que narra o filme de Konká, esteve presente.

O longa-metragem apresenta um recorte da violência urbana do país: Konká filma histórias de assassinatos entre homens jovens no entorno da Avenida Guarani, em Jacaraípe, na Serra.

O município de Serra é o mais violento do Espírito Santo e são os números frios das estatísticas que o diretor tenta mostrar, enfatizando o drama das famílias que sofrem com o cotidiano da violência e a atuação das instituições tradicionais, como as igrejas, a escola e o poder executivo.

Inscrições para o 8º SMVC até dia 21 de setembro

Até a próxima segunda-feira, 21 de setembro, estão abertas as inscrições para o 8º Festival de Cinema de Santa Maria, RS

SMVC 2009
SMVC 2009

Duzentos trabalhos já estão inscritos para a oitava edição do Santa Maria Vídeo e Cinema. São animações, documentários, ficções e videoclipes. A data de encerramento das inscrições é a próxima segunda-feira, 21 de setembro (data de postagem válida). As inscrições podem ser feitas pelo sítio www.smvc.org.br O Festival abre inscrições para as Mostras Nacional Competitiva e de Santa Maria e Região.

O Santa Maria Vídeo e Cinema têm como principal objetivo a democratização do acesso do público ao audiovisual. A edição 2009 acontece de 23 a 28 de novembro e tem como tema “da película ao pixel”.

Além das mostras, várias atividades serão promovidas como a Pré-Jornada Nacional de Cineclubes Brasileiros, o 8º Seminário Gaúcho de Cinema e a Reunião do Fórum Entre Fronteiras (Brasil, Argentina e Paraguai). O festival também promove oficinas, debates e workshops.

As atividades acontecem na Praça Saldanha Marinho, no Theatro Treze de Maio, Centro Cultural CESMA – Cineclube Lanterninha Aurélio e em bairros e vilas da cidade.

Seja bem-vindo ao 8º Santa Maria Vídeo e Cinema!

Serviço:

Inscrições para o 8º Santa Maria Vídeo e Cinema – 8º SMVC

Até 21 de setembro de 2009 (data de postagem).

Mais informações: www.smvc.org.br

Contato: smvc@smvc.com.br

Fone: + 55 (55) 9933-4263

FELCO Uruguay 2009

FELCO

un Festival de otra clase…

ABIERTA LA INSCRIPCIÓN
para la VII edición internacional
FELCO
Uruguay 2009

El Festival Latinoamericano de la Clase Obrera que nació en el año 2004 y lleva seis ediciones internacionales realizadas en Argentina, Bolivia, Brasil y Chile, convoca a realizadores latinoamericanos, cineastas o artistas de otras disciplinas a sumarse con sus obras y su participación a la Séptima Edición del Festival Latinoamericano de la Clase Obrera.

Las actividades centrales del mismo se concentrarán entre el 1 y el 5 de diciembre de 2009 en Montevideo, Uruguay.

Este Festival creció al calor de las representaciones cinematográficas de las rebeliones populares que recorrieron y recorren nuestro continente desde el Argentinazo en 2001, las insurrecciones de masas en Bolivia, la formación de la comuna de Oaxaca y el levantamiento contra el fraude en México, las rebeliones en Ecuador y en Perú; la intervención histórica del pueblo venezolano contra el golpe pro imperialista de abril de 2002 y contra el lock-out en febrero de 2003; de la lucha de los trabajadores rurales sin tierra, de los sin techo y del resurgir combativo en los sindicatos de Brasil; de los mineros del cobre y la rebelión estudiantil en Chile de 2006.

Desde la convocatoria al FELCO Brasil, en 2006, decíamos: “Tenemos el privilegio de compartir una época en la que nuestras cámaras registran acontecimientos que quedarán impresos como decisivos en la historia humana”. El Crac económico y político que se desarrolla a nivel mundial confirma la caracterización. Entramos en una etapa en la que se profundizarán las crisis políticas, levantamientos populares, guerras y revoluciones. En definitiva, un recrudecimiento de la lucha de clases, el ámbito en el que este Festival de la Clase Obrera nació, creció y está llamado a seguir jugando un importante papel.

En estas circunstancias excepcionales, y con el orgullo que nos da estar organizando, también para este año, una jornada del FELCO en Honduras junto a los Artistas contra el Golpe, es que llamamos a los compañeros cineastas, artistas y a los sectores protagonistas de los cambios y de la lucha a presentar sus trabajos para que éstos sean proyectados y difundidos en el seno de las organizaciones obreras, estudiantiles y populares, y también debatir qué lugar debe ocupar el arte en la lucha de los trabajadores.

La fecha límite para la inscripción de las películas es el 1 de Noviembre de 2009.