circuito cineclubista nacional

CREC / Centro Rio Clarense de Estudos Cinematográficos
Nós Somos o Público!

Realizado pelo CNC – Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros em parceria com várias entidades do audiovisual e apoio de realizadores o projeto objetiva democratizar o acesso da população a produção audiovisual brasileira e segundo o presidente do CNC, Antônio Claudino de Jesus o projeto objetiva democratizar o acesso da população à produção audiovisual nacional e fortalecer o movimento cineclubista brasileiro através da articulação de um circuito nacional de exibições.

circuito cineclubista nacional marca lançamento do projeto democratizando o audiovisual

João Baptista Pimentel Neto
Seg 06 de Jul, 2009 13:23

Inicia nesta quarta feira (01/07) as atividades do Projeto Circuito Cineclubista “Democratizando o Audiovisual”. O lançamento do projeto promoverá a exibição dos filmes “Patativa do Assaré: Ave Poesia”, do cineasta cearense Rosemberg Cariri e “Chama Verequete”, dos documentaristas Luiz Arnaldo Campos e Rogério Parreira, em 168 cineclubes e entidades que confirmaram participação. Com acesso gratuito, as exibições serão realizadas nos meses de julho, agosto e setembro nos cineclubes e entidades cadastradas.

“Somamos hoje mais de 350 cineclubes filiados ao CNC. Todos atuando localmente e de maneira isolada, fato que apesar de sua inegável importância, não traduz para a sociedade o valor e a real dimensão do trabalho realizado. Desta forma, pensamos que a realização de uma atividade conjunta com a participação de cineclubes de todo o país além de dar visibilidade ao trabalho realizado por todos acabará ajudando na consolidação dos apoios locais necessários a manutenção das atividades dos cineclubes” – afirmou Claudino de Jesus.

Já o presidente do CBC – Congresso Brasileiro de Cinema, Rosemberg Cariri afirmou que o apoio da entidade, bem como seu apoio pessoal, vincula-se a constatação da necessidade urgente de ampliação das salas e espaços de exibição no país. “A indústria do audiovisual brasileiro está produzindo atualmente cerca de 100 longas e centenas de documentários e curta-metragens que muitas vezes sequer encontram espaço para serem lançados publicamente. Este fato além de frustrar os realizadores, inibe o desenvolvimento e fortalecimento da indústria nacional. Assim, entendemos que qualquer ação, como é o caso, que objetive solucionar ou amenizar este problema merece total apoio do CBC” – registrou.

Também parceira e apoiadora da proposta, a presidente da ABDn – Associação Brasileira de Documentaristas, Solange Lima registrou que a atividade marcará também o lançamento do Circuito Nacional de Exibição da ABD e destacou a importância destes circuitos para a circulação e exibição dos documentários e curta-metragens produzidos no país. “Infelizmente, apesar da importância e da dimensão da produção documentarista e curtametragista, as obras produzidas nestes formatos tem janelas de exibição ainda menores do que as oferecidas às produções de longa metragem e estão praticamente restritas aos festivais e as exibições promovidas pelos cineclubes. Então não poderíamos ter outra postura que não fosse a de formalizar esta parceria com o CNC e apoiar a iniciativa” – destacou.

Coordenadores do Circuito, o secretário geral do CNC, João Baptista Pimentel Neto e a Diretora de Memória do CNC e da ABDn, Saskia Sá registraram a grande adesão dos cineclubes e das ABDs estaduais à iniciativa. Assim, segundo Pimentel “Considerando o tempo e os recursos que tivemos para organizar a atividade, acredito que a iniciativa recebeu um número de adesões e apoiamentos que superaram em muito nossas expectativas” – registrou. E para Saskia Sá “os resultados desta primeira atividade demonstram claramente que este é um projeto tem tudo para deslanchar e se consolidar num curto espaço de tempo”. – finalizou.

Maiores informações, datas e horários das exibições podem ser acessadas em: www.cineclubes.org.br (external link)

Veja também:

Circuito Cineclubista recebe apoio do CBC e da ABDn

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

FILMES SÃO FEITOS PARA SEREM VISTOS!

Pular para a barra de ferramentas