O que você anda fazendo com os seus
200 bilhões de neurônios?
Uma boa forma de mudança, mudança real, é aquela que começa em nós mesmos.
.
É assim com a corrupção, quando a maioria de nós prefere fazer coro com a mídia “desinformante” enquanto acalentamos as nossas mazelas pessoais em desonestidade e corrupções em nosso cotidiano, embora, não a reconheçamos como tal, ou o discurso vazio sobre o meio ambiente e sustentabilidade, quando levamos uma vida predatória dos recursos naturais e do ambiente onde vivemos e trabalhamos.
.
Ou seja, não adianta empunhar bandeiras em defesa do estado de direito e da sustentabilidade ambiental se não estamos dispostos a fazer a nossa mudança pessoal, agora. É como a velha história de uma assembleia de grevistas em São Paulo que quis colocar em votação a proposta de uma greve de fome para pressionar por abertura de negociações, para os outros fazerem, é claro. Isto é, você levanta a mão, aprova a proposta e vai para casa comer o seu pirão normalmente.
.
Assim é fácil! Posar de cidadão consciente, politicamente correto e/ou de ambientalista engajado, desde que isso não afete a sua vidinha. Já pensou na cadeia de produção que gera a “carninha” que degusta no churrasco de fim de semana? Não? É uma boa pista.
.
Desde a Rio+20, em 1992, que se discute o meio ambiente e a conveniência de se adotar medidas para conter a degradação ambiental e climática que pode colocar em risco a sobrevivência no planeta, e as perspectivas não são lá muito animadoras.
.
Isso porque os países são como as pessoas. Primeiro eu e os meus interesses pessoais, o meu estilo de vida, o meu padrão de consumo. Todos agem, ou agimos, como se vivessem em um mundinho à parte, embora, para manter a aparência de preocupado afino o discurso e conto com a leseira dos outros, para que tudo permaneça como está, pelo menos para mim.
.
É o discurso dos países maiores devedores do planeta, o que não difere muito do nosso, pessoal.
.
Já pensou, efetivamente, de que maneira você contribui para este estado de coisas no planeta? Não? É bom dar uma olhada, tambem, nesta área não existem inocentes.
.
Publicado originalmente em  Metanoverde
.

Tags: ,