Pendengas

A fruta não o fruto
Inteira não pedaço
Quem menos procura menos acha
Por que o som do século é o gemido da guitarra?
Quem espera nunca alcança
Diferenças não afastam
Ninguém sabe a hora da passagem melhor que dure posto é infinita
Vai ser bom ter você à nossa disposição
A vida não é uma loucura
Tá carente? Não, tô querente.
Tudo é melhor que muito ou pouco
Calma rapaziada que o momento é tenso é difícil dá pra atravessar mas com cuidado
As mais novas deviam se dar aos mais velhos
Fico eu com sutilezas ela encontra um que empurra e tudo bem
Nem sempre dá certo mas é um bom começo
A democracia é o regime da máxima tolerancia
O que fazer espremido em sentimentos
Enquanto se atira a pedra não se atinge a vidraça
Por que conter por que contar teus sentimentos
Enquanto houver há
Um beijo furtivo não é melhor que um de verdade
Insuportável é só o que não conseguimos suportar
As palavras dão volta na boca à procura de uma sentença
Intangível
Quem diz não não pode esperar um sim
O sentido da revolução industrial é o pleno emprego e o máximo de lazer
De tanto repetir-se uma besteira não adianta ela continua a ser uma besteira
Amantes podem ser infiéis
Amenas sim a menos não
Tudo é conciliável
Manter a pia limpa isso é que é terapia
Não dá pra pensar o mundo com a nossa cabeça individual de hoje
E o que fazemos nós nesta vida
A arte é expressão da vida, boa ou má é parte
Mal cuido da minha vou me meter na dos outros
Jeitosa, ajeitada ou azeitada
Solto na noite não há quem o aprisione
Se deixar passar não vai atropelar
É-me indiferente o alheio
Não se atreva a errar pra menos

Comments are closed.