Palrares

Ela disse que tudo isso aqui é só para o meu gáudio
A maciez de tua curva até a anca
A medida do teu sucesso é quanto a gata goza
A realidade é melhor que o sonho
Isto não é amor isto é pecado
Deixa o que vier vir e o que não vier passar
Eu quero ser liberado do que é formal
Dizer o que é pra dizer sem retoques
É bom e é ruim você não ter aquela mesma mulher toda noite
Não sei se o fazer precede o querer
A borra do teu gôzo serve de leniente
A burocracia é a arte de resolver problemas não de criá-los
Se para uns é bom para todos será muito melhor
O que ela não sabe é que não se pode atrair o outro e depois sumir
É preciso viver com intensidade os bons e os maus momentos
É ruim querer o que não se tem
Antes ou depois mas que seja
Dá uma sensação de poder ver a gata prostrada
Depois de feito tá feito o jeito é não fazer de novo
Um homem que te trata assim merecia o teu melhor tratamento
Eu quero que você venha dormir nús comigo
Não pode em baixo mas pode em cima
Um bom dia a dia dispensa os eventos
A luta sexual é como se fôsse uma curra consentida
Ninguem deve possuir mais do que possa consumir
Ela pensa que é oráculo
O repouso é o que nos faz repousar
Equilibrar-se não é talento é necessidade
Não sei fazer o que não sei fazer
Não posso ensinar o que não aprendi
Não posso lembrar o que esqueci
Não se pode sair sem ter entrado
É preciso toda a liberdade para a criação das formas
Pensar nos obriga a ponderar
É mais legal deixar ao léu que pegar à garra
Não obstante é preciso obstar
Falar mal é melhor que não falar
Convencer é vencer junto
Se não complicar não precisa explicar
O ócio é a negação do negócio

Comments are closed.