Dúvidas

O que era mesmo que eu queria dizer
Será possível que alguém acredite em suas próprias mentiras
Não me diga pra dizer o que não sei
Você podia ser mais simples
É preciso justificar-se de alguma forma
Já dei a chave vai querer mais o quê
Ela ocupou todo o espaço
Tá com fome meu bem
Deixa eu não dizer o que eu quero de você
Será que não existe um de repente
Você não é o que parece
Queria te namorar à distância
Até confio mas não custa prestar atenção
Eu queria que fôsse você
Fiz tudo e mais pra você
Nunca me acorde quando chegar
Não peça que eu peça
Quando quizer pode ser que eu não queira
Se você der pra mim esqueço tudo
Viver é o limite
Crer é ruim mas provar é bom
Quando? Onde? Eu deixo você brincar comigo
O provado foi bem bom
Eu não reclamo porque senão reclamam
Já disse o bastante pra você só falta a imensidão
À distância é ainda mais linda
O cheiro é a véspera do prazer
Toma lá que eu boto cá
Por que não pode só a coisa em si
Ela ri com o rosto inteiro
Não precisa ser só pra mim
Quando acordar eu chuto o balde
É perda de tempo procurar o que inexiste
Entre o risco e o riscado tem o chão
Quem acerta não erra e quem erra não acerta
Quem sim e quem não
É melhor não perguntar
Nem me lembro se esqueci
Não me empolgo eu já sou empolgado
Sem pressa quando chegar terá chegado
Conseguiremos pensar humanamente?

Comments are closed.