Vulgares

Não penso em pensar a coisa acontece
Entre o que sabemos e o que não sabemos melhor ficar com o que sabemos
Desculpe mas eu não vou estar podendo amar
De onde vem o que me vem à cabeça
Seria bom se não tivesse sido ruim
Eu não me lembro de ter dito sim
Quando dei por mim já tinhas dado
O lance é dar o último e não o primeiro
Quem abre buracos é que tem que tapá-los
Pensar não faz a vida mais complicada
O que não é solucionável solucionado está
Por que não são mais levianas as mulheres
Garanta-me que eu te garanto
Quando achares que tá bom me avisa
Quando o assunto acaba a gente recomeça
Passa o dia a vida passa
Bota um quase antes e fica tudo bem
Entre o que sai e o que entra fica um nada
Esquecer é bom quando não se sabe mais porque
O que incomoda não é a coisa é a falta
Se deixar passar não se vai saber como fica
A ultima vez não deixou saudade
Quando sair não me bata a porta
Nem os acertos quero repetir
Algum outro dia pode ser que melhore
Espero não ter que esperar
Mesmo se não foi por mal não se pode esperar o bem
Errar a palavra ou o momento pode ser fatal
Bom mesmo é quando a vida anda
Oportunidades que não se repetem não são interessantes
Se cortar a carne vai ter que estancar o sangue
Melhor fazer do que não fazer
Esqueci de avisar que não fui
O preço que se paga nem sempre vale a pena
A má impressão não é a que fica
Até deixo mas não é pra fazer
Meio caminho andado quer dizer que falta outro meio
Se desliguei é porque não quiz ouvir
Mais ou menos não agrada a ninguém
Até se pode chorar mas não se pode gritar
Se faltar um não se tem tudo

Comments are closed.