Pedras

Parceiros em algum tempo espalhados por todos os lados
As afirmações são vagas
Não queria estar em outra pele que não a minha
Tudo que se faz com método atesta um processo
Você acha que é eu não eu acho que é você não
Pensar é fácil fazer é que são elas
Felizmente as pessoas andam quase nuas nas ruas
A você quero dar só minha boca até que os outros sentimentos me invadam
Empoleirada na trave mal posso esperar que desentrave
Era só uma não tantas
Tudo o que quero é dormir na tua
Os que chegam não sabem como foi até aqui o que perderam
Não penso em afeto penso em tesão
O maior problema é que eu já fui melhor em tudo
Quero manifestar meu interesse por você
Você parece tanta coisa
Vejo você tão vigorosa não consigo pensar em outra coisa
Dispensei a puta do que vou reclamar
Caímos numa ditadura do Judiciário que manipula informações
É só uma rede de intrigas
A paixão esconde a opressão
É bom né melhor só com bolo
Quisera voltar à minha confusa liberdade
Ela é boa me ajuda a economizar
Essas meninas é que são prodigiosas
Ela tem que ser comida com uma firmeza total
É no que dá ficar porque faz bem
Um pau duro arromba qualquer porta
Ninguém segura ninguém
O que não vai por bem tambem não vai por mal
Militância é bom
Sem saco pro que já se fez
O problema é que o Estado favorece escandalosamente sua elite burguesa
Tropecei nas palavras
Meu dilema é escrever o poema
Ela encosta a dela no meu
Se eu peço o pé não me dê a mão
Mais vale o que custa menos
Festival só é bom se for para mostrar a produção local
Geladeira e esquentadeira num só local

Comments are closed.