Mágicas

Se eu não for eu não serei eu quem serei?
Nem sei se quero falar com você apenas cumpra o que disse
Com a boca cheia de boca ninguém ouve
Quando botar o olho em tu não vou nem querer saber
A gente fica aqui falando coisas quero ver se vai fazer as coisas
O parceiro resfolega é manhoso só quer provar a coisa pronta
Tô aqui cantando marra mas não sei se dou pro gasto
A gente faz charme pra mina não reclamar
Vais ter o que lamber e eu também
Se não resolver a questão indígena eu voto nulo e dane-se
Dominguinhos seguiu sendo o seguidor de Gonzaga
Se a esquerda ou quem se acha de esquerda não
se unir o bicho leva
Estamos como já estivemos no país em um confronto entre a esquerda e a direita tomem seus lugares
Os não conservadores dispersam-se e perdem as eleições
Chuva e frio mas o ar fica mais puro
Todo mundo tem direito de se manifestar desde que não
prejudique o outro
O uso é a mensagem
Quem não sabe precisa aprender
Quem aprendeu precisa ensinar
Se a esquerda perder-se em biografias e a direita não fizer o mesmo a coisa fica difícil
Nem imagina as orquídeas aqui entre os peregrinos
Quando a coisa é boa faz bem quando não é faz também
Melhor fazer em casa o que tanto recomendas
Mais!
Menos!
Ó!
Ah!
Tu!
Nó!
Em tu!
Nu ó!
Já já!
Vou lá!
Ahn!
Naqui ó!
Aí ó!
Menos!

Comments are closed.