Viva a Greve

Ordeira e pacífica é um direito imexível de qualquer trabalhador
É preciso parar com essa desconfiança face a quem trabalha
As pessoas trabalham para garantir o sustento dos seus e para ser
Mas nunca podem ir além de suas capacidades físicas e mentais
Um salário justo e condições dignas e todo mundo ficará satisfeito
É impressionante a oferta de mão de obra gratuita pelas ruas desde cedo e até tarde vendendo todo tipo de badulaques para ganhar a vida
Quanto ao lucro o lucro é iníquo o capital não é hermafrodita que se reproduza sozinho
Vocês acham que alguém tem a obrigação de alimentar o ócio dos burgueses?
Pessoas desesperadas pelas ruas para atender aos patrões que as exploram
O cara não sequestrou num tapa a poupança por que não sequestrar-lhes desta vez aos patrões dois dias de trabalho
Devemos todos apoiar os grevistas não podemos lhes criar problemas
Qualquer repressão aos trabalhadores é ilegítima
O Estado a nível federal estadual e municipal sempre recebe propinas eleitorais
Já que não consegue impor-se às máfias concessionárias o estado devia preocupar-se mais com os usuários do que com os usurários
O Estado devia sugerir à população que se locomova apenas no limite de suas pernas enquanto os patrões conferem suas planilhas de lucro
Na greve todos deviam ter sua jornada de trabalho abonada pelo Estado
Os que puderem atender ao trabalho a pé certamente o farão por sua própria opção
Só acho complicado greve na saúde e no ensino pode causar danos irreparáveis aos doentes e estudantes
No mais tudo o que não é indispensável não existe
No sistema capitalista que tanto apreciam o que não for rentável não existe
Se as concessões publicas são um estorvo para os capitalistas que o Estado as retome e administre
Administradores de estado que não consigam gerí-las peçam pra sair
Venham juntar-se a bater prego sem estopa
A incompetência e o desemprego são crimes político-administrativos
Leis como as que obriguem mais que seis horas diárias de trabalho melhor seria quatro são ilegais
Juízes prepotentes e arbitrários como o Supremo são cúmplices domesticados na exploração do homem pelo homem
Condenar sem provas e inventá-las é traição ao contrato social que os emprega
É preciso rever e enxugar essa constituição inútil que só protege os verdadeiros criminosos que são os que perturbam o progresso social
O que é o progresso social? É a melhor vida para todos
É escorraçar os predadores da vida nativa
Cada um só tem direito à terra em que nasceu
O resto é este maldito colonialismo imperialista a massacrar os povos do planeta
Gasolina só o mínimo ninguém bebe essa droga
O óleo é sujo a soja é suja não se espeta a esmo a mãe terra sem exaurir-lhe os dons
O que não puder ser pra todos não deve ser pra ninguéns
A miséria do mundo não pode ser adiada nem por um minuto
Cessem as guerras o povo é maioria não pode ser sacrificado pela estupidez de minorias reinantes
A questão não é de raça é de classe
O futuro da humanidade aos humanos pertence
Não aprendemos com os minerais com as plantas com os inumanos a sobreviver na medida estrita da necessidade
Inventamos a acumulação sem ter como gastá-la além de esperdiçar o que nem fomos nós que fizemos
Ares terras mares que sobreviverão depois que nos matarmos
O último a sair que apague a luz do túnel
Avisa lá que não vou solidário 4a. feira a Niterói dar aula

Comments are closed.