Sustos

É difícil dizer pra quem tá fazendo que não é assim que se faz
Dizer que faz e depois não faz vou reclamar na defesa do consumidor
O que não for de direito não pode ser de fato
Nem tudo na vida é como a gente quer às vezes o feijão queima-se
Dizer é bom mas repetir é ruim
Desilusão é só pra quem faz ilusão
Pra quem só quer o gozo não adianta dar trabalho
Se não me tirarem de lá ardo no fogo do mundo
Pó dexá eu mermo tiro
Não lhe faço uma declaração de amor meu negócio é só passar a tarde
Por que você abriu todas as janelas da minha casa
Houve uma separação de egos que nunca mais se reatou
Não te sentes estranha de querer mandar no que não te pertence
Só se for longe daqui
Quem não se incomoda se acomoda
Tu sempre achou que eu fosse o capeta encarnado
Não se deixe ser seduzido por seduções capricha na tua
Eu sou da tropa não fiz curso pra oficial
Enfim a vida muda
Faça um esforço pela paz consigo mesmo o resto vem depois
É preciso uma manifestação contra tudo que está errado ninguém ficará de fora
Agora que você já está desperta e responsável pela porta eu vou tomar banho
Se ainda causa polêmica é porque está vivo
É preciso criar a Brasilbrás!
Eu não vou sair correndo porque eu vou me sentir mal
Estratégias femininas querendo dar certo
Eu lavo a louça
A admiração que você sinta por uma pessoa logo se converte em atração
A garota brinca
Precisamos forjar um ariete contra o poder do estado
Gata de barranco o menor cuidado é melhor
Homens e mulheres quando atentam ao outro não merecem resultados
Tudo é uma infinita promessa
Você não é capaz de entregar-se uma tarde a mim sem limites
Isto é um convite à fartura
Descuida-se da incrível potencia do que é brasileiro
Foi desentocar o bobo olha o bobo aí
Antes a partida que a despedida
Uma menina como você não pode dizer essas coisas para um homem como eu
Foi-se.

Comments are closed.