Archive for março, 2015

Truques

terça-feira, março 24th, 2015

Ela esfrega a barriga na minha frente mas se eu fizer o mesmo é assédio
Se sede matasse
Não sei fazer o que nunca fiz
Sou contra acirrar ânimos porque eles já são acirráveis por acirração espontânea
Nenhuma ordem judicial pode prevalecer sobre a vida humana
Filmes são inconstantes às vezes reais às vezes irreais
A autocrítica é uma virtude mas atrapalha
Os não eleitos deviam disputar as prefeituras de suas cidades e nelas fazer o que prometem
A Norteamérica é uma democracia peculiar que mascara o autoritarismo que manda seus filhos matar ou morrer longe de casa
Gostaria de te encontrar bêbada num fim de noite no Baixo mas não vou mais lá
Eu vi que tu tava esbarrando na menina
Um baseado e uma bagaceira fazem-me feliz
Se eu ainda tivesse todos os meus dentes de um galeto torrado não sobraria nem poeira
Apraz-me mastigar os ossos da colega
Agradeço a quem me dá sem nada pedir em troca
Você podia ao menos ser delicada
Estou esperando você vir fazer-me a cama
Se é bom me leve junto
Vou te dizer vais me agradecer e fim
Devia-se suspender todas as atividades do planeta enquanto nem mesmo um terráqueo passasse privações
Tudo que se passa no mundo da política é política
Discutir a gestão passada é bobagem porque não podemos mudá-la
O trabalho significa a pessoa
Não é possível que não haja ninguém na cultura brasileira capaz de assumir seu ministério
Vó de renda sem forro nem no forró é prenda
Nada é mais próprio que um conjunto de renda rosa chá no verão do Brasil
É-de-tais é-de-tais fest-e-vais fest-e-vais por que não mostras remuneradas o mais amplo possível
Onde brota brotinho passarinho canta
O que devemos partilhar é barba cabelo e bigode
Lamento a ousadia de quem me veta se tivesse essa ousadia em outras partes
Nenhum de nós concordava com o que o outro dissesse
O novo surge antes do esgotamento do antigo
O melhor do curta é que mesmo ruim não dá tempo de chatear o publico
Só peita na saída
Só acha quem procura
Imagina ter que entender uma língua que não a materna
Cada cineclube pode ser um vietnam
O problema é quem decide o quê?
Pega mal caça às bruxas
O melhor da vida pra mim sou eu.

Perdas

quarta-feira, março 18th, 2015

De galho em galho a macacada acaba segurando a pemba
De tempos em tempos emerge um mané pra salvar a lavoura e mete os pés pelas mãos
O barato do novato é meter-se a besta
Só doleiro salva a lavagem de dinheiro e aí a fila é grande
O sistema é tão bonzinho que rouba o salário dos trabalhadores para cuidar do seu lazer
É melhor ofender que ser ofendido
Não se aborreçam comigo eu estou com trauma de recém aposentado compulsório
O Estado não quer saber de velho
Pelo menos posso andar de graça no transporte público
Vou de metrô ônibus e barca até o fim da linha e volto sem me preocupar com os vinte centavos
Quem tá bolado não rebola
Sou e só sou responsável pela minha biografia
O problema da mídia imperial no Brasil é que sua linha editorial é quanto pior melhor
Morrer tô fora só se eu não souber
Marcha da família com deus pela liberdade de insulto
O capitalismo só se mantem vivo graças aos favores do Estado
Até morrer serei um aprendiz
A fé é só uma crença para sair da miséria
Ameaçou sacar saquei primeiro
Ê mundo bão tô cá vou lá não
E fica o cinema brasileiro à espera como cinderela só no sapatinho
O que fazer quando a garotada solerte aplaude o algoz
Estamos de acordo vai ter pra mim
Quero a abelha que engole o mel e poupa o zangão
O Brasil é um país em o qual o governo insiste em descumprir a lei
A invasão de um país por alguém de fora não pode ser tolerada
Não sabes como é gostoso mergulhar a cara o nariz a boca numa selva de pentelhos
Reclamam da gestão mas aplaudem os gestores
Minha tendência é não mexer onde meu braço não alcança
Se me visitar agora corre o risco de ser visitada
Muito pior acontece toda hora nas esquinas do mundo
Nem futeboleiro nem carnavalesco às vezes acho que não sou brasileiro
A prosódia popular vale mais que o dicionário
Melhor covarde vivo que valente morto
Manda uma calcinha usada por sedex pra mim
Como são rigorosas as lições da vida
O único poder que o poder exerce é o de impedir o poder de quem trabalha
Utopia é projeto não é devaneio
Há quem se esforce pra vender chiclete
Mascado