Avanços

Não pense o pior
Cada um tem o que merece
Militar é preciso
Não há como mudar o capitalismo por decreto
Troque o não pelo sim
A última vez que te vi sumiste na poeira
Não queira mandar na vida senão ela manda em você
Aprendemos por imitação
Se não confiarmos no voto vamos confiar em quê?
Todos temos um pouco
Pra   que descrer
Só o todo pode pensar-se
Por enquanto é só beirada
A vida é um tempestuoso oceano o que não impede que se o nade
Contra o inelutável não lute
A mais improvável das improbabilidades
Se é pra ser é pra ser se não é pra ser não é pra ser
O olhar de um homem sobre uma mulher gera incompreensão
Greve em serviço público é complicado
Os patrões somos nós toda a população
É preciso imaginar um protesto que não prejudique o público
Não adianta correr atrás de tabelas e números a economia não é uma ciência exata
Ela depende da vontade humana
Que depende de sua situação social
Com a irrupção dos malfeitos teve gente que escabriou-se
Pra mim você é nitinha
Bu
Enquanto não for para todos a universidade é um aparelho da dominação burguesa
A melhor forma de combater a burguesia é provocar a superprodução
Fiz o que não se deve fazer
Um pouquinho pode
Se encarecer é ganância de burguês
É irreal
Há os que vem antes e os que vem depois
A Terra é lava incandescente ou petrificada
Viver uma nova vida sem saber o que é
Deve ser difícil ficar sem
O teu jeito despachado de andar é promessa é perigo
Tem uma que não dá pra mim porque sou homem
A outra não tem paciência

Comments are closed.