Cascudos

Me faço de bobo pra você gostar
Engula o teu choro pra não chatear
Ninguém me esquece
Ninguém me merece
A conha tem poder
Liberta-me antes que seja tarde
Meio tempo é quando se pode esticar
O impensável
Esperança
Bati uma em tua homenagem
Salvo pelo gongo
Não sei lidar com o inesperado
Que a perda não seja maior que a conquista
Pacificado
Amante
Um dia sem precisar de um dia com
Contrariar as leis da natureza é o que não se recomenda
Não há muitas formas de fazer a coisa certa
A vida não é só amor
É uma paga merecida pelo tanto que te dei
Estou desinspirado
Toda a propriedade no Brasil é fruto do massacre e pilhagem contra os povos indígenas
Ó Supremo se eu fosse como tu perdia essa mania de protelar-se
O que falta de um lado sobra do outro
O que você faz quando um mendigo te pede o último cigarro
Também nem sei se vou chegar tão longe
Vai sim
Opinião opinativa é muito chato
Geralmente um filme consome 5 anos da vida do seu autor vocês não acham que ele está de sacanagem
A boa geléia real
Ela é domesticável
E boazinha
Com tudo que eu vivi só posso estar feliz
O poder não mora no Estado
Não é só o olhar de gênero mas o de classe
A linguagem e a estética de cada um emanam de sua condição social
Já superei a fase anal supere você também
Perder a direção
Agora contabilize-se a inclusão social desde antes e sempre
O frasear é lúdico.

Comments are closed.