Augurios

Lembrei de você
E bebi a cerveja que voce deixou
No Brasil a cultura brota que nem maconha
A lua linda
Penso em voce como a lua chego pra voce como o sol
Voce vem aproveitar a minha companhia
Ando na minha casa como se fosse um reino
A minha vida é uma vitòria quando acordo de manhã
O cavalo acavala na cavala
Nunca foi melhor
Não é nada sèrio eu gosto de um sarro
Ela protesta até contra os meus pensamentos
Eu não preciso comer todas as mulheres do mundo meia dùzia chega
Cozinha cachaça maconha a rede um lombo e eu fico feliz
Lua cheia no céu até as 4 da manhã é natal
Todo titulo de propriedade no Brasil é falso
Repito o meu bordão: nunca esteve melhor
Por que ufanar-se das invasões contra nòs
Agora vou me dar tudo que fiz por merecer
Um franguinho com batata doce farinha de milho arroz integral e alface roxa
Deus hà de perdoar-me
Se me pedirem de joelhos posso até considerar
Acabei com a farinha de milho
E agora entra em cena a poderosa farinha de Bragança que no dizer de là é a melhor do mundo
Não gosto de muita coisa
Uma de cada me basta
Uma bagaceira pra rebater
Um baseado pra digerir
Uma soneca pra alongar
Sò me està faltando o lombo
Que hà de vir
Ainda vão acabar com a minha veneranda imagem publica
Como pode uma concessão publica a titulo precàrio sonegar impostos
Executa
Sabão de coco em pasta rende mais desengordura serà?
Tudo que é de coco é bom
Não me arranjem nada pra fazer
Eu mesmo me ocupo disso
E duas bananas de sobremesa
Melhor impossìvel.

Comments are closed.