Colares

13 de março é roubada confronto não dà é munição pra direita deixa o bonde passar

Não açula não acirra não confronta
A esquerda està obrigada a vencer as eleições municipais em todo o paìs
Não é possìvel que não haja como parar a chacina jurìdica em curso
Um sò verdugo extorque julga condena e pàra o paìs
Em cada municìpio vê se elege a esquerda aì
Confronto no dia 13 é sò pra quem não viveu 64
A politica no Rio é triste porque aqui o PT nacional impõe ao local a submissão ao PMDB
E aqui duas vezes elegemos o exemplar governador gaùcho
Em qualquer lugar até no botequim depoimento sob coação é totalmente nulo
Um governo reeleito é duplamente legìtimo
Se  eu não tivesse horror a fascista até te convidava para um drinque comigo
Quem é de esquerda não pode concordar com a direita
Deixaram passar a 470 agora reclamam do lavabosta
Meio termo é coisa de mané
Não bastasse o turbilhão mundial resolveram inventar um turbilhão nacional
Se a direita não està satisfeita é porque o paìs està no rumo certo
Se cada mané jurìdico quiser 5 minutos de fama não vamos ter  sossego
Se o PMDB quiser sair do governo e jà vai tarde deve o governo convocar o que hà de melhor na esquerda puro sangue
Sugesta aos exibidores do bem se é que existem: sempre que exibir um longa estrangeiro cumpre a lei do curta e exibe um nativo com 5% da bilheteria pra êle
Cada sala escolhe um curta por semana enquanto seu ministério não vem
Sem é-de-tal é paraìso
Mesmo sem golpe cuidado com o galope
Preciso ir-me jà
Num paìs de  grileiros em que hà séculos se rouba a terra alheia chega a ser cômico o ràbulo declarar que a propriedade não é a da escritura
Não me atribue a tua ignorância
Se  alguma bicicleta me atropelar denuncio o governo pelo “dominio do fato”
Serà que São Pedro é petista? E se passear no domingo é golpista?
Mandei vir a cortesã mas ela quer que eu lhe faça a côrte
Arrecua os arfe
Manés não se iludam o inimigo é o imperialismo
Institua-se o salàrio ùnico é 1/210 milhões do PIB se quiser mais salàrio aumenta êle
O Supremo devia afastar o presidente da Câmara que està submetido à comissão de ética  da propria Câmara
A questão não é quem sai às ruas é quem nelas tem que  dormir
A revolução não é um arroubo é estrada
O que você vai ser quando crescer meu filho: eu quero ser delator premiado
Foi êle foi êle
E delata o proprio pai
Desde que o mundo é mundo e que o Brasil é Brasil pilantragens hà mas não se và parar o paìs por causa disso
Abisma-me tanto chororô

Comments are closed.