Décadas

O golpe a ditadura a tirania
O MST é o Brasil que pode dar certo
Ser feliz é questão de ser
Uns sim uns não
O ilegitimo nem desconfia que é ilegitimo?
A ilegitimidade gera a desordem
O ilegitimo propaga a ilegitimidade
Pular é fácil atravessar é difícil
O imperialismo através de seus canais da midia burguesa bombardeia o país
E dissemina o ódio e a violência
É urgente que se implante o audiovisual brasileiro no lugar do estrangeiro
Os ideais de guerra e morte que invadem nossas casas
E tentam legitimar o ilegítimo
Debalde
A golpista do Supremo encontra-se com o golpista da Justiça
E vai
Conhecer os mais que conhecidos cárceres apinhados
Se não fôr crime de morte é hora de rever as penas
Troca em multa serviços qualquer coisa
O Supremo que não consegue julgar suas causas
Mas consegue de repente acumpliciar-se em derrubar a Presidenta legítima
Mas consegue insistir em legitimar o ilegítimo
É cúmplice do golpe
Despertaram a violência e o ódio de classe
Vai ser difícil
Se fôr pra piorar nem tente
Plantaram-nos um impostor
Um fanfarrão minésio
E na economia um gerente de banco estrangeiro suspeito de corrupção
O que faz o cara?
Promove uma recessão instantânea e avassalante para mais entregar as nossas reservas naturais e humanas ao imperialismo seu patrão
O governo legitimo permitiu-se ser acossado pelos ilegitimos
Porque não pode ele mesmo ser ou praticar a ilegitimidade
Desde a inominável calunia pública do reu confesso pelas tevês imperialistas contra uma das mais notáveis carreiras e militancia publicas
Acolhida na farsa 470 do Supremo prenunciando o golpe que se seguiu
Ninguem poderia imaginar que se juntassem tão céleremente as peças do xadrez imperialista
E ai estão os lacaios a destruir um país para o sucesso imperialista
O imperialismo decretou o fim de nossa história?

Comments are closed.