Sombras

Nem sempre mas quase sombrias
Cuidado São Paulo é uma paródia do Brasil
Fizeram lá o que fizeram no país
Esquerda e direita: ou é pró-pobre ou é pró-burguês
A violência do estado contra o povo é crime
E vem o cara da pinguela
Perdemos a batalha municipal
Frente ampla de esquerda com Lula
O mundo frita-se
É preciso extirpar os interêsses estrangeiros no país
Senão não dá
O impostor vai nomear um ministro seu no supremo para atuar em processos em que foi acusado
Se assim é assim será
Nem sempre se sabe se é mulher
É diferente
Como é que do compadre brota um tirano
A vida é vista como é a vida de cada um
O problema é que o mané tinha que impressionar a gatinha
Acho bastante juntar minhas quarenta frases por semana
Acidente ou não o drama é o ilegítimo portanto ilegitimamente nomear um supremo a julgar suas contas no cartório
Ninguém é maior que o sol
As mulheres andam mais macio que os homens
Os homens andam mais duro que as mulheres
Um homem como eu tantos anos de praia não fica perdido por um rabo de saia
Se piar num vô piar pra riba de vocês
De minha parte estive em sintonia com a arte do meu tempo
Crie não destrua
Não comento vida pessoal em público
Nem dou conta do que sou imagina do que não sou
Legaliza que acaba o tráfico
E tudo o mais que vem junto
Violências mortes prisões
Vira negócio
Trabalho capital impostos
Vira farmácia
Saúde e mais trabalho capital impostos
E quem sabe até propina
Sacumé
Já que ninguém é de ferro
E nem nós

Comments are closed.