Archive for abril, 2017

Esquemas

terça-feira, abril 25th, 2017

Quando a pequena burguesia persegue um operário a coisa fica grave
O barato dos justicetes lacaios do imperialismo é rifarem o país a preço vil
O sistema financeiro que é o que lava dinheiro permanece imune às delações
O pais virou uma ditadura consentida
Pra ganhar lá é preciso mil mísseis aqui levam de mão beijada
Plantar um limão pra ver se nasce um limoeiro
Até dormindo rola
No ato e eu não paro
O daqui e o de lá
Quanto mais se fala do mal mais ele se alevanta
O problema é onde por os pós
E os pés
Somos muitos mas não se espalhem
Os imperialistas são os imbecis os nativos defendem-se
O que alimenta a vida a regra ou a exceção?
Cada uma como tal
Mulher? Melhor não tê-las
Atraída na teia vou trabalhando
Se der problema vai pro fim da fila
Tudo só é o que poderia ter sido
Até parece que descobriram o Brasil
Pode ser do lar mas recatada não é
Ah! O capitalismo isso é que é roubo
Ode a Brecht
Manda ver!
Não me gaste no varejo só funciono no atacado
Não é o país é o sistema
O empregado é que faz o que o empregador não faz
O contrário é melhor que o avesso
Faz comida boa mas não sabe a louça lavar
E aí curtir legal a fome saciada
Vencerá!
Menos porque mais é demais
Mais vale o meu olhar que o bolso do freguês
Eu olho o que vejo
Eu vejo o que olho
Passar uma idéia a gente nunca pensa que é tão difícil assim
Difícil é fazer o outro ver também
E aí tentamos falar com as mãos
O nosso entusiasmo mais parece aborrecê-los
Parece um ritual que só acontece no final

Alegria

quinta-feira, abril 20th, 2017

Um filme é bom quanto mais ele nos aproxima do que fala
No “Trem da Alegria – Arte Futebol e Ofício” de Francis Vale (2017) o que expõe é uma roda de conversa
e sendo em futebol uma linha de passe
descontraído, leve, contação de causos em torno do encontro que se deu entre duas grandes paixões dos brasileiros: o futebol e a música
Nada de muito programado e previsto no que nos contam os craques. Acontecências.
E estava desde o início lembrando como no filme o “Passe Livre” de Oswaldo Caldeira (1974) pois é o mesmo Afonso daquela época o “Prezado amigo Afonsinho” do Gilberto Gil que em seguida ao deixar o palco do gramado veio vindo trazendo o trem com seus parceiros entre outros da bola Nei Conceição e Paquetá e do samba o da Viola Paulinho, Moraes Moreira, Fagner e Abel Silva
Um trem que atravessa o país e até os mares e até Angola
Desde o início lembrei-me já que o meu gramado é o cinema
como não podia deixar de ser o “Garrincha Alegria do Povo” de Joaquim Pedro de Andrade
um dos cantos inaugurais do cinema novo brasileiro nos anos 60
E porque esteve como diz o filme também ele Garrincha o futebol alegria e também Nilton Santos a jogar no trem
E a lição é a insurgência ninguém tem que tolerar abusos contra si
Mas não vou contar o filme vejam vocês mesmos
E pra ver como assunto é bom também temos o “Barba Cabelo e Bigode” do Lucio Branco
Naqueles anos de chumbo ou nestes anos de alfafa a alegria é a prova dos nove

Megas

segunda-feira, abril 17th, 2017

Nem tudo que é filme é cinema
Difícil no começo depois fácil
Pense o cinema brasileiro como uma Sociedade Anônima -S/A
Cada filme equivale a uma ação
Tempo de participação é fundamental gera dividendos e bônuses
No mais que funcione como uma S/A a Cinebrás
Mas cuidado com o eterno dirigismo
A burocracia sempre quer ensinar a quem faz
E dispersa os recursos fins em favor dos recursos meios
Como as Ancines
Aos burocratas recomenda-se comprem os resultados não se metam com a criação
Muitas vezes as táticas de esquerda favorecem a direita
Eu quero é andar tranquilamente no pedaço em que nasci
Um ilegítimo propaga a ilegitimidade
Delata ou de lata o jato leva
Se os do bem não vão vão os do mal
Aqui é o lava o jato ali ao lado é o lança chamas
Por muito menos muito mais
A Midia Ninja é a novidade do século no país
Assédio é um horror mas as vezes é inevitável
Anula o golpe mané!
Bombardeada pelo imperialismo Nuestra America resiste!
Muito bem as rebeldias juvenis fizeram sucesso e agora?
É incrível como a governança sólida como a da Presidenta possa ser derrubada por estes moleques
É que tem moleque de todo o lado
Não pode o estado ser conduzido por mercenários
É difícil barrar a invasão imperialista
O que pode um artista em sua torre de marfim fazer
Ancine pagando propaganda de si mesma enquanto sabota a exibição do cinema independente
Potência é vida
A vida é uma potência
Vale para um e vale para todos
Com a vergonha em que vivemos com o golpe de 16 não se devia dar pitaco em outros países
Como imaginar que uma conspiração de tão pequena burguesia daria um golpe?
Com o país que temos?
Acho que todas as entidades nacionais precisam estar em Curitiba para impedir o ataque a Lula
Tráficos são tolerados pelo estado maxime os de influência
Bom é pagar milhões de propaganda para salvar a sonegação
Com este golpe o pais entrou numa roubada monstra
E não tem como sair?

Tipos

segunda-feira, abril 10th, 2017

Milicianos no poder
Milicianos na justiça
Milicianos na política
Milicianos em toda parte
Ele é conhecido no quarteirão
Não conseguimos ver que “a ponte para o futuro” era uma senha para o golpe
Típica insurreição de subalterno
A economia mundial sempre foi globalizada ou não seria mundial
O mundo sempre foi mundial
O mundo já teve melhores notícias do Brasil
Deponha-se a todos que conspirem contra o país
O pais precisa é de uma Assembléia Nacional Constituinte
Que institua uma constituição verdadeira que proteja cada cidadão
Democrática é o que é para todos
A história não anda pra trás
Quem sabe a baderna do ilegítimo não induz os trabalhadores a organizarem-se nas cooperativas e sindicatos
E serem donos do próprio trabalho
A tão sonhada nova classe média
Do nada ao zero
O Brasil apronta
Aqui a velha classe média entreguista abate até o capitalismo
Como não ser Brasil se no Brasil nascemos
Quem tem sabe que o prazer da militância vale ouro
Isso é isso aquilo é outra coisa
É incrível como pessoas inteiramente anônimas usurpam a condução do país e implantam o caos
O que leva pessoas a acharem que tem poder de vida e morte?
Cada época é cheia de revoluções não as reais as espirituais
O interrogador só pergunta o que já sabe
Fazer as empresas prosperar é uma tarefa do estado burguês
Não é o desenvolvimento econômico que gera o social é o social que gera o econômico
É preciso que as forças armadas se tornem as forças amadas
De um lado a milícia fascista do outro o poder do povo
Dada a complexidade dos problemas não se deve sair chutando baldes
Xadrez com o acaso não dá sorte
O problema no Brasil é que a burguesia só quer viver às custas do estado
O desenvolvimento ou significa a melhoria das condições sociais ou é nada
O federal do Paraná é o único juíz do país?
O cara tá lava jatando há anos
Lavajato lavapia lavajunto só não lava a língua de quem lava
Ao que se alega a lavajato é filha da Mãos Limpas italiana quanta diferença no nome não?!

Dados

terça-feira, abril 4th, 2017

Estes multiusos também nos podem servir de tribuna
Há algum tempo propina era a gorjeta
Galardão dourado o Brasil quer ser o único pais do mundo sem corrupção
Teóricamente é chegada a hora da revolução camponesa
Enquanto a burguesia se esculhamba
Tudo pode acontecer sempre
A música de Villa Lobos é socialista porque emprega centenas de pessoas
A arquitetura de Niemeyer é comunista
Em cada país quem deve mandar é o nacional
Acostumados com o cinema do mal não sabem ver o cinema do bem
O cinema do mal é o que não fala de nós
O cinema do bem é o que fala de muitos
As pessoas comuns de todos os dias
Não hesite: é eles ou nós!
A burguesia ainda não entendeu que o fascismo é também contra ela
Ha muitos negócios em cada negócio
E como será a Ancine golpista?
Egoísta é o que não sai da pista
Isto é um monte de pilantras
Meio reles ou relles inteiro
A prestação de contas de um espetáculo é apreciável a olhos vistos
Avalia-se um texto um filme um drama uma música por sua qualidade de produção menos ou mais de mercado e arte
A burocracia quer parar o país pra conferir nota fiscal
Como o ínfimo Supremo
O atormentado atormenta
Desde a 470 juízes usurpam os eleitores
Para o bom andamento da ordem democrática os três poderes legislativo judiciário e executivo uns não podem condenar os outros
Só quem pode condenar é o voto universal
Permitir-se é o caminho da arte
O problema que implantaram no Brasil é uma mangueira pra lavar carro
Menas: lavando a jato vai quebrar o carro
É preciso zerar o país
É preciso refundar o país
Brasil Ano Zero
Abole-se tudo
E reconstrói-se a partir de um cidadão um voto
Por uma constituição nativa simples e direta
O coletivo tem a obrigação de garantir a vida de cada cidadão
Em todo o sentido da palavra
Nenhum passo a menos