Negócios

A dupla sertaneja os bozós os bidús e a farra do boi
O governo não é o estado e o estado não é o governo
A moda é todo mundo é juiz e carrasco de uma só vez aprenderam aonde?
O áudio do empresário é ruim vai a mega teviu e dubla legal né!
Se os do bem continuarem achando suja a politica os sujos continuarão a mandar
Olha aí o meio reles na JBS e Banco de Boston ambos denunciados pela PF (Prato Feito) não se esqueça
Agora como sempre é Lula e Dilma lá!
Morô?
Pior talvez que a corrupção é a sonegação investigue-se os empresários e a mídia golpista por exemplo
Se não entenderem que o golpe é imperialista não há o que fazer
Muitas vêzes nosso erro é dividir a esquerda e unir a direita deixa eles se devorarem
Já que não estamos em guerras externas resolveram incentivar as intestinas
Feliz ou infelizmente nossas tragédias são localizadas o que facilitaria superá-las
Superfaturamento? Xi não sobra ninguém
A vida é mais complexa do que se pensa
Ninguém se iluda o golpe de 16 implantou a ditadura imperialista
Manda brasa il il il
Pra encher tem que estar vazio
Nunca se viu tanta bestagem
O pensamento compõe a imagem
É uma pena submeter os militares que por sua disciplina e dedicação são notáveis em engenharia saúde ciências e logística a meros repressores da população desarmada a serviço de governos notóriamente ilegítimos corruptos e fascistas
É uma pena que seus comandantes tenham permitido a deposição criminosa de sua comandante em chefe pelo desmando de um congresso enlameado e liderado por um meliante dias após cassado e preso
É uma pena que não sigam o exemplo entre outros de um Rondon, Euclides, Prestes, Lott
Ou não sigam o comandante do Para-Sar capitão Sergio Macaco recusando-se a cumprir as absurdas ordens superiores dos golpistas de 64 de explodir o Gasômetro
É uma pena que tidos por legalistas e nacionalistas deixem seu estado maior ser contaminado nas escolas de tortura e guerra a que se prestam nos USA imperialistas que espalham o terror no mundo
Jamais deve um soldado atirar contra seu próprio povo em que nasceu e em que pode com sua família viver dignamente
A culpa nunca é do povo
O ilegítimo revogou-se?
O meu amor não é doce é pedra não declama faz não é cúmplice é parceiro não lamenta avança enquanto quisermos e nada mais
Ela ostenta os olhos chuvosos
Agora só falta revogar o golpe
Mais que nunca volta querida
A ilegitimidade provoca desastre
É de esperar que desastre-se a si mesma
Vai tropeçando em si mesma até desmoronar
Antes que desmorone a tudo mais
Quem sabe de Curitiba é o vampiro
Pior é quem não sabe nem ver nem ouvir
Se é tão grave a crise confisca os sonegadores os paraísos fiscais e a Suíça
A gringalhada sequestra o mundo todo

Comments are closed.