Manadas

A classe média reclama da vítima não do algoz
O confisca dos pobres e o sonega dos ricos
Diz que a farra é do boi mas quem se fode é ele
Afora o que tá ruim o resto tá bom
Anos de pesquisa para entender como esse golpe funesto em 16 caiu sobre nós
Anula o golpe cambada!
O triste é a fraude imposta com o calote ao funcionalismo financiar a caixinha do jurídico com as multas dos acordos de delação
Acéfalo é melhor que bucéfalo
Jaburú tá jururú?
Extingue a Ancine e abre uma carteira de fomento na Caixa com lastro no FSA
Autoridade audiovisual que descumpre a lei do curta é fascista
O curta é a mais simples e barata pedra contra o imperialismo
Alô pessoal não se guetifiquem o cinema brasileiro é um só corpo que fala brasileiro
Todo brasileiro merece 1/210 milhões do PIB
O drama da classe média é todo dia catar as migalhas no chão da sala
Não há xeque mate no xadrez da história
Não o ministério mas a cultura brasileira continua a ser a melhor cultura brasileira do mundo
O dragão do progresso destrói o mundo
Esse estúpido jornalismo golpista é só bode
E a bendita juana é a única que não inflaciona
Lula lá em 18 e com governadores e um congresso decentes
Aonde ambição e inveja levam essas pessoas
Anula o golpe!
Se é assim que vai ser é assim que será
O que dizer ao público?
Publique-se a si mesmo
Olhar pessoas não é tocá-las
Sequer é percebê-las
E menos ainda querê-las
Ela custa a ganhar calor
Ela custa a perder calor
O desejo beira a histeria tanto para homens quanto para mulheres
Fôsse uma revolução iria tudo ao paredão
Fiquei a zero
O ganho que não houve
O trem que atrasou
Não chame a engenharia desnecessàriamente
Não é a construção que é sólida
É o sobrepeso que é muito
Adia o dia

Comments are closed.