Nacos

Antes da noite era o sol
Antes do sol era a noite
Dormindo nada faço
Desperto tudo a fazer
Cada um contribua como puder
Se não puder pelo menos não perturbe
Não quero muitas idéias
Muitas é muito
Sem óleos sem sais o barato é moquear as carnes
A burrice liberal é reprimir a demanda
E aí? Faz como?
E se acham os reis do pedaço
Em meio a miséria grassando de sua ambição
Ambição ambição aonde vai tanta ambição!
Palpites palpites este é o país dos palpites
Como as pessoas as plantas não gostam de ser assediadas
Pros trilhos ou pras tralhas
Dramas
Tragédias
Comédias
Farsas
Negócios
Reproduzo a natureza ao alcance de minhas mãos
Jardins bosques florestas
Tudo nasce da semente que plantas
Até o que não queres
Como espinhos
Quem pergunta não sabe se já sabe a resposta
O cinema imperialista é uma porra de uma indução programada
Empurram-nos pro conflito não pra concórdia
Embora produzido socialmente o conhecimento não gera o bem estar da sociedade
Senão apenas o de alguns grupos
A única referência a meu ver primordial é a do local de origem
Além de tudo o golpe é senil
É um ataque às novas gerações
Estragos a perder de vista
A ninguém recrimino
Cada um é o que a vida lhe permite ser
Recrimino o poder
A ninguém dominar

Comments are closed.