Transes

Agradeço a carne não como o espírito
Não reclame ajude
Não rejeite ajeite
Senão vejamos tem o vampirão e sua quadrilha
Tem as vampiretes a que é feia de cara
E a que só anda de carro importado
Mais abaixo o cupincha do doleiro
E os dez supremos de pizza
Em 64 os golpistas civis foram todos pro vinagre
A fraude contra o Lula é comandada pela CIA
Por que brasileiro é tão fã de gringo?
A guerra ainda não acabou
Todo mundo é responsável pelo que vive
É difícil ver a pátria-mãe falida e nada fazer
É fácil chamar os militares
Difícil é dispensá-los
O vampirão ilegítimo não pode mandar no país
Nenhum brasileiro deve acatá-lo
Tanto medo eu tenho que até nele me perco
Vou morrer de tristeza de ver o país mergulhando no abismo de novo
É preciso viver para entender o sentir
O governo do ilegítimo é o dos predadores
Por todo lado a política é de rapina
Resolveram criminalizar a economia e a política nacionais enquanto entubam a coisa dos doleiros
Na caterva política só o Lula mostrou a que veio: o progresso social
A vida é um instrumento para a liberdade
O pré-aclamado presidente do Brasil não pode ser achacado por essas quadrilhas da toga
Nestes tribunais de exceção desde 64 beleza é a defesa sórdida a acusação
Canalha golpista togada auxílio-moradia
Quer acabar com a violência?
Faz como os gringos seus patrões
Legaliza
E ficam todos ricos
Os casuístas casuizam sem pudor
Entrementes as hienas antecipam os despojos
Não fosse um simples sindicalista haveria quem liderasse um levante popular
A revolução está sempre nas ruas
Só não progride porque abafada pela estrutura social
E pelas balas assassinas das tocaias
O Brasil foi sequestrado pela milícia imperialista

Comments are closed.