Máximas

O que fazer quando a pomba da paz é abatida em pleno vôo
A pomba da paz é guerreira
Guerreia pela paz
É extraordinária a qualidade de sua militância
E ampla
Abriu asas para a vida
A luta é pela vida
O limite é a morte
Mas tão terrível
Sinistra
Calar tão autêntica voz de todos
Voz das urnas
Voz legítima
Do meio do povo
E junto
Não haverá como repô-la
É sinal dos piores tempos
Que nem venham talvez
Mas já é o pior sinal
A maldita tocaia premeditada
Um só dedo ao gatilho dispara a rajada
Inapelável
Indefensável
Quem tira uma vida não merece viver
Todos vamos ao trabalho
Cada um o seu
A que representa o povo
Tem por trabalho acompanhá-lo
Consultá-lo
Ouvi-lo
E falar por ele
Então já nem é só quem representa
É quem encarna
A perda é irreparável
Aonde ainda iria
Guardá-la sem dúvida na lembrança
Revê-la nos caminhos que andou
Não ousar seu nome em vão
Não perder sua direção
Deixar o lamento ecoar inesquecível

Comments are closed.