Archive for abril, 2018

Vãs

terça-feira, abril 24th, 2018

Aprenderemos?
Quando tiver alguém legítimo no poder vê se não faz marola
Eis no que deu o país dos bacharéis
Um carrasco em cada entrância
Como faz pra queimar a toga?
Faltava pouco pro pior
Já não falta mais nada
Confirmada por óbvia a denúncia no supremo de tortura no processo como é que fica?
Os apenados podem ter a sua pena quase toda reduzida a critério do juiz que os condenou?
Um só juiz é que manda no país?
Manda prender e manda soltar e na primeira entrância?
Se é pra se viver nesse país gigante que não se entende
Desfederaliza
E as populações de cada canto que decidam como querem viver
Não é possível que uma região explore a outra
E que um poder central explore a todos
Ainda podemos ser unidos
Mas sem supremacias vindas não se sabe de onde
É razoável organizar-se por ecossistemas
Mas não é razoável insistir num mapeamento acidental
Que ao menos cada estado possa se gerir como quiser
E vivamos todos se quisermos como estados soberanos reunidos em um país
Ou que sejamos quantos países quisermos
O gigante adormecido que durma para sempre
Se tantos somos Lula por que é que o velho tá na solitária a mando de um só mané?
Intervém supremo e anula o golpe
A dispersão de forças da esquerda favorece a direita
Virar a mesa não é recomendável
Ela pode virar pra cima de quem a virou
A fraude na delação é prova da coação
Se não é por que a solitária?
Findada a “Nova República” com o golpe de 16 mais uma vez há que refundar-se a república no Brasil
Apesar de pesares devia-se considerar constituinte o congresso a ser eleito
Por uma constituição original moderna atual que dê conta do país no presente e sem os equívocos do passado
Pelo voto universal em que todos votem e possam ser votados
Mais vale os eleitos ou os nomeados?
Os mandatários ou os vitalícios?
Assisto às sessões no supremo
Cada um escolhe o que lhe apraz para condenar ou absolver
E a mais ninguém recorrer

Números

terça-feira, abril 17th, 2018

Vergonha
Quando alguma coisa acontece penso sempre que podia não ter acontecido
Pra cada ícone da cultura vejo dezenas de militantes
Pra coxinha entender: os governos petistas foram uma espécie de “new deal” brasileiro
Expansão dos meios de produção em busca de seu pleno emprego
Já que foi mencionado no voto da canalha suprema porque não libertam os 40% de aprisionados sem julgamento?
E agora supremo?
Libertas quae sera tamem
Liberta que serás também
O cantor canta sua canção
Sem querer saber se vai chegar ou não
Como a um moleque de 40 anos se permite agredir um velho de 70
Prendem o velho enquanto as dondocas prevaricam
A questão daqui pra frente é como impedir novos golpes paraguaios
E tem os manés que ficam querendo se achar em Mai a mi
Os acusadores merecem ser processados por calúnia e difamação
Não chama que a maldita vem
O golpe é uma facada
A quem demos a defesa são os que nos atacam
Governadores e senadores eleitos são barrados pelos auxílios-moradia togados
“Fakenews” é mole difícil é “fakejudges”
O país está dividido?
Bota pra votar
Candidatem-se todos juízes escroques políticos militantes e ele claro
Douta vênia mesmo que inúteis os velhos no supremo estão dando banho nos mais novos
É uma pena que não tenham brecado o golpe em 16 e que ainda não o anulem
E ficam aí agora no varejo
É pena
E mais pena
Lavar a louça empilhada na pia é mais trabalho
Ministros no supremo denunciam tortura em Curitiba
Tortura é crime hediondo contra a humanidade
A denúncia de tortura no supremo não pode ser escanteada
O afoito ministério público tem que dar andamento à denuncia
Anule-se tudo que resulta de tortura
Lava a Lava
Se o malandro no supremo quer separar o joio do trigo aproveita e abole a tortura
Pensador é quem pensa a dor
Todos os depoentes sob coação deviam revogar seus depoimentos
Acabou a farra quem vai defender a tortura?

Pontos

terça-feira, abril 10th, 2018

Não é possível o país inteiro aprisionado a um golpe
Anula o golpe ou o país acaba
Ainda se vai entender que o golpe de 16 é da elite contra o povo
Prender?
Sem provas?
Desde sempre os ianques sabotam qualquer liderança autêntica na América Latina
E no mundo
Não é só ele como é que se condena alguém sem provas
Sois deus?
Quem é o acusado?
Todos sabem
É o mais querido há décadas
Por milhões e milhões de brasileiros
Quem são os acusadores?
Ninguém jamais tinha visto
Até serem exibidos e exibirem-se nas telinhas
E quantos são?
4
Querem imputar-lhe bens alheios
Aliás irrisórios
Valiosos talvez para quem não se peja de lesar o povo nos privilégios de seus auxílios-moradia
Auxílio-moradia é propina para condenar sem provas
E até as precedências atropelam enquanto a bruxa gargalha no alto do puteiro
Quem acredita nessa justiça?
Quem confia nessa justiça?
Quem acata essa justiça?
A pequena burguesia quer condenar o operário da nação
É pequena porque nem burguesia é
Não são seus os lucros apropriados ao trabalho
É apenas a vil serviçal dos interesses alheios
E no Brasil serviçal aos invasores imperialistas
Não se acate o ataque golpista ianque
E como em 64 chegou o AI-5
O império contra o povo
Dúzia e meia de togados em processos fraudulentos desde a origem
Impedem a vontade popular em todo o país
O império é a força o povo é o voto
Bota pra votar
Todos se candidatem
E que vença o mais querido

Próximas

terça-feira, abril 3rd, 2018

Tomara que alguém peça vistas até que anulem o golpe
Chega de demanda
Bota pra votar
Todo mundo disputa
E vence o mais querido
Já nem é só ele
São milhões e milhões de eleitores que não podem ser cassados por falcatruas da primeira entrância
Ninguém foi mais atacado
E ninguém foi mais votado
A única reforma que o país precisa é a agrária
Cada um vê o mundo por seu prisma
Em 16 como em 64 ao erguer-se o progresso social o imperialismo dá golpe
Infelizmente o cinema não é imune ao fascismo
A festa dos fascistas: o imperialismo audiovisual
Os que sonham em lamber o chão de roliúde incorporam suas tretas
O fascismo é a violência
É assim que acontece vão criando suas crias na disputa do sucesso
O humanismo é a paz
Foca na vitória
Fosse eu preferia o exílio como Lenin
Eles são assim são muitos mas não tantos
O povo é o que mais conta
São só 4 e regionais quem condena mais de 50 milhões de eleitores
Aí os 4 fazem um conchavo com seus doleiros
Embolsam os auxílios-moradia
E vão prestar contas a seus patrões da CIA
Não se presume a culpa tem que demonstrar
Precisa separar o bom e o pior
Na guerra civil espanhola comunistas e anarquistas se guerreavam enquanto os fascistas tomaram o poder
É assim que vai sendo as milícias fascistas agredindo o povo
As ilegais e as legais
A partir do golpe virou tudo milícia
E da vergonhosa sessão da câmara conduzida pelo notório bandido
Proclamou-se a ilegitimidade
A rigor desde então tudo é ilegítimo
Sempre se disse ninguém está obrigado a aceitar a tirania
O Lula é um cidadão do mundo não podem 4 gajos ilegalmente confiná-lo
Esse processo é uma fraude do compadre do doleiro
Asile-se é a única forma de reter a violência fascista
Os demais brasileiros que cuidem do país