Archive for junho, 2018

Fados

terça-feira, junho 26th, 2018

Reflexo?
Dos tempos?
Vitória da direita?
Essa copa tá violenta demais
Fosse eu tirava o Brasil dessa roubada
Tá com jeito de mau final como o resto
Não me meto a visionário
Isto é só senso comum
Minha cabeça não acompanha os mais jovens que tampouco acompanham a minha
Pra variar a Suíça roubou o Brasil
Quisera eu que o meu topete fizesse gols como faz o dele
Tempo vivido não é tempo perdido
Ah se a energia e o investimento servissem ao país!
O meu barato é andar no quarteirão cumprimentando as pessoas
O país ainda não entendeu que está esfacelado bota o velho lá pra dar resultado
É uma faca de dois legumes
A vida
A mente o tempo todo o corpo só quando quer
Tem os melhores piores
E tem os piores melhores
Às vêis o tempo passa sem registro
Às vêis é o registro que perde-se no tempo
O pênalti só é mérito quando o goleiro pega
A natureza sobrevive os humanos não
A direita no poder enterra o futuro do país
Se cada delegado negociar a delação premiada não vai faltar delator
Enquanto a copa sobe o país afunda
Dá-me água o quanto puder
O primeiro mundo dá-se todos os luxos que sonega aos outros
Às vezes por cima às vezes por baixo
A arte é passatempo para quem a faz
E ao passar do tempo afirma-se ou esvai-se
Nada da tua terra é ruim
Ou não é da tua terra
Quem diria que meia dúzia de barnabés provincianos mandariam e desmandariam no país
Um diz que sim outro diz que não e assim a farsa segue
Se o ministro saudado por seus pares diz o que diz por que não emite o alvará de soltura como fazem os outros?
E cada um acrescenta o seu pingado
E segue o país aprisionado
Lula Livre

Arrebóis

terça-feira, junho 19th, 2018

Em nosso audiovisual encontramos ex-finges
O mesmo governo golpista eclode desastroso e desastrado no geral e no pessoal
Retroagir a vários anos procedimentos normais de produção e condenar à devolução do concedido é insano
Como retirar o concedido de obra pronta concluída e premiada no país e no mundo?
Como o estado diz e quer desdizer-se o que era verba fêz-se filme
E a verba não é senão a parcela menos importante na estória senão o que se faz com ela
Qualquer um ao ver um filme pode apreciar os custos e rendimentos da empreitada
Não precisa meia dúzia de sabichões ficarem conferindo nota fiscal
A grana tá na tela
Ô mais novos nós mais velhos já passamos por muitos perrengues alivia aí
Não é possível o produtor não pode interferir no filme de autor
O mérito de uns não empana o mérito de outros
Pode um produtor apoderar-se do filme à revelia de seu autor?
E assim sendo deve o mais novo recuar e pedir desculpas
Manda pra retífica
O que acontece com o nosso Brasil brasileiro?
Ah uma operação contábil!
Operação contábil em um orçamento de um quatrilhão pra mais?
Ah a promessa de reforma nunca vista na casa dos outros!
E o que se pode fazer: Lula Presidente!
A burguesia é burra!
Quem nomeia faz campanha
Deu-se anéis tomaram os dedos e as mãos
Acho que os nativos somos todos iguais e devíamos compartir a terra em que nascemos
A canalha golpista está jogando o país na privada
A minoria dominante não entende que todos somos iguais
Amassada a massa amassa a massa
A vida é um barro à semelhança de quem a vive
Eles não tem interesse em como a sociedade funciona
Eles são predadores
Com a música de cada verso faz-se a música de cada poema
Alguns emitem sons alguns imagens alguns palavras
Paletó e gravata é uniforme de colonizado
As palavras não se torneiam quem as torneia é o orador
Qualquer curta brasileiro nos diz mais que qualquer filme estrangeiro
Brasileiro vendo filme estrangeiro é um desnorteado nem imagina o que está vendo
Brasileiro vendo filme brasileiro confere ponto e vírgula e discorda
Cumé isso meia dúzia de togados querem impedir o voto de milhões no futuro presidente?
Não fiquemos atrás estamos à frente
O primeiro não é o último não é o primeiro

Tudos

terça-feira, junho 12th, 2018

Todo trabalhador tem todo o direito de lutar pela melhoria de sua vida
É o que todos devemos fazer
O que é a esquerda? É a inclusão social
O que é a direita? É a exclusão social
Preso político é todo aquele condenado sem provas
A mídia acirra a crise
A má política de fretes massacra o trabalhador
A má política de preços massacra a todos nós
Recua traste menino não ganha de véio
É Lula presidente o resto espera a próxima
Quanto mais a porca ronca mais se precisa do velho na solitária
Apura cambada a mais valia vai acabar
O golpe de 16 é um de ressentidos que perderam e perderão as eleições no país
Seria piada não fosse trágico
Pode o estado sequestrar o futuro presidente?
Não há nada que os milhões e milhões de nós possamos fazer?
De nada adianta as mais diversas expressões mundiais?
E apenas um bedel provinciano inventando acusações delações fraudes
E apenas esse um querendo impedir o único marco democrático inviolável: o voto
E todo o edifício jurídico vale nada?
As centenas de questionamentos de juristas aqui e no mundo nada?
O que mais quer o fulaninho?
Cadê as provas?
Abrir processo sem causa é crime
Alguma instância decente que reste anule tudo
Liberte seus legítimos adversários políticos
Vamos disputar nas urnas
Quem sabe vocês ganham
Seria interessante acatar a proposta do ministro pra ver no que dá: livre se não candidato
Ele não precisa do Brasil o Brasil é que precisa dele
E desmascara-se a maior fraude jurídica da história
Prepara! As urnas dirão o que queremos na municipal foi triste
Eleições conjuntas de executivo e legislativo não dão certo
Quando a pequena burguesia toma o poder instala o caos
Não dá pra discutir sem princípios é a barbárie
Os opositores do último regime militar tornaram-se por isso mesmo republicanos
E o que é a república?
Entre nós pássaro tardio
Tinha que ter vindo ao invés da falsa independência
E com a abolição da página terrível de nossa história

Cinemas

terça-feira, junho 5th, 2018

Um filme é fruto do interêsse e da dedicação de quem o faz pelo mundo que o cerca
Sons e imagens construidos no intuito de revelar o que temos a comunicar a quem assiste
E como saber quem assiste
Mais que tudo precisa juntar as peças como um quebra cabeças
Mais que sapiência requer sabedoria
È preciso ser simples para alcançar os outros
O cinema é uma arte necessàriamente coletiva no fazer e ser visto
È preciso mostrar o que se tem pra mostrar
È feito de pedaços pincelados como retratos e juntados como mùsica
È espaço e tempo que dialogam para dialogar com os pùblicos
Um testemunho um depoimento de como se vê o mundo sempre a partir de si não hà como ser anônimo
O filme não se faz sòzinho
E não se faz à tôa
Exige uma intencionalidade a que é preciso dar fé
E a importância dos estìmulos é porque aì se vai vendo o alcance a que se pode chegar
Não é sò quem faz o filme é quem o vê e como o vê
Quem vê não pode alterà-lo mas pode deixar-se levar ao que êle inspira
Reconhecer-se nêle é que é a magia
Um filme pronto é um produto uma mercadoria um capital
Sabe aquela estória que tu vai em qualquer agência da Caixa em qualquer lugar do país dá o teu carro velho e levanta um financiamento pro novo?
Ou faz um financiamento novo
Ou parcela
Ou refinancia
Tu faz o cadastro audiovisual quantos filmes e tens uma faixa de crédito garantida pelos direitos de exibição do filme antigo
Teu filme é teu capital
O mercado é plural
Tem gosto pra tudo papel para a distribuidora:
Como exibir todos os filmes?
E quem garante? O FSA – o Fundo Setorial do Audiovisual na Caixa
E além da gestão financeira a Caixa ganha como a patrocinadora do cinema brasileiro como no esporte