Lições

Vcs. vão condenar quem vcs. e a maioria da população sabemos que é inocente?
A trôco de quê?
Acho até que podemos tolerar uns malfeitos em nome da paz social
Ou viva em todas as delegacias as delações premiadas de doleiros empreiteiros marqueteiros e açougueiros em geral
Os judiciais estão a fim de judicializar as nossas eleições do povo brasileiro?
Ao ouvir falar em lei logo saca-se o talão de cheques
Infindas são as formas de talões de cheque
Uma nomeação uma promoção um parente uma propina um dígito
E tudo isso se dá pela ação direta do imperialismo
Sujeitando o país e seus recursos naturais e humanos à predação de seus interesses
As palavras são neutras não têm vontade própria
Quem as aproxima somos nós os que as usamos
E podem ser tantas que muitas ainda as queremos criar
Nem tudo que é alegre é bom
Não à toa chama-se de currais eleitorais
É onde está a boiada
Quadrúpedes os há por natureza e os há por opção
Embates entre equipes não são entre povos estados e nações
Mas o deles ganhou a eleição e o nosso está preso
Desvia-te das balas as dos canos e as das bocas
É difícil pensar em outros termos que não os seus
Pagar tributos de corpo e alma é natural
Só não pode abusar
Problema do Brasil o hegemônico não é o nativo é o estrangeiro
Cada geração pula a anterior
Quando necessário chuta-se as pedras do caminho mas sem machucar o pé
O que este golpe nojento fez com o nosso país!
Essa turma da tevê devia caprichar na fonoaudiologia
E ficam repetindo com suas vozes estridentes o que estamos vendo
Tevê ainda vive na era do rádio
Nóis dança entre as máquinas do sistema
Nos tempos que vivemos qualquer coisa é possível
Uma vida vale uma vida
Lula é o candidato único da unidade popular
Não se enganem a luta é contra o imperialismo
É preciso saber se mexer no xadrez do mercado
Fala qualquer coisa
Só se for uma coisa qualquer
Como cada um de nós
Qualquer

Comments are closed.