Ouvidos

Uns e outros curtem uma
Só que não a mesma
Os maiores de 70 anos deviam ir pra casa de chinelos
O outro nunca tem razão
Comunismo é o que é comum a todos
Como o ar
A desunião das pessoas de bem permitiu o avanço do mal re-reunam-se
O que houve no Brasil? A elite contra o povo
Escrevo o que me vem à tona
Sem reparos
Claro que não é tudo
É só o que penso publicável
O que vale não é o sucesso é a potência do sinal que se emite
O dinheiro não é tudo
É quase nada
É uma abstração concreta
Pra atrapalhar a vida de todo mundo
Há os que o querem mais que a vida
Há os que não o tem nem pra viver
O público é seduzido por tudo que não é nosso
Sou da elite mas sou limpinho
Os interesses individuais sobrepujaram os interesses coletivos
Tá na cara!
O que leva um humano a abusar de um outro humano
Tudo no universo é sístole e diástole?
Você bobeia e a dívida fica impagável
E o crédito bloqueado
Aos meus 74 anos reclamo ao universo vai conspirar contra assim no inferno
É o ataque imperialista a qualquer governo autônomo no mundo
Foi-se o nosso Brasil agora é a Venezuela
Vão mandar nossos meninos morrer à tôa pro bozó dos gringos?
Pior que o crime organizado é o desorganizado
Não dá pra levar a sério uma coisa que se chama robô
Se robô manda prender
Indago aos militares
Vocês querem ser odiados
Não preferem ser admirados
É só mais uma quartelada
Nem eles achavam possível
Foi preciso a mão grande contra o mais querido

Comments are closed.