Trastes

E o agro hem? Perdeu carne perdeu frango e quase perdeu o leite
À parte o resto o vice é índio?
Por que não assume como sua a questão indígena?
Acho que devia assumir a defesa dos parentes
E deixar o resto com os manés da bolsa
Precisamos trazê-lo para o nosso lado
O golpe de 64 convocado pela direita política foi assumido pelo estado maior
Virando o que virou uma perseguição dantesca pela milícia do estado
E isto vai repetir-se?
Os de agora apesar da fraude chegaram pelo voto
Irão submeter-se ao comando das milícias no poder?
O Brasil é uma piada desde candidato o impostor “eleito” governa no leito
A melhor medalha é a memória
O melhor não afrontou a elite nem precisava porque promoveu o povo
É preciso dar consciência a quem não tem
Por que o atual “governo” tanto se empenha na previdência do impostor passado
Espíritos guerreiros precisam acautelar-se
Principalmente se a maré não é piscosa
A contribuição dos anos 60 o sexo sem barreiras veladamente exercido desde o início dos tempos
Autores retratam seu tempo e não suas preferências
Há que entendê-los ou somos melhores que eles?
De onde vieram os invasores na América do Norte vieram de um cisma protestante na metrópole
De onde vem o cisma evangélico que se quer impor à nossa terra
Não é só o que se perde é o que se deixa de ganhar
Demita-se o sofá
Não hesitem exilem-se
Estão a nos roubar um país
Descer é fácil o difícil é subir
O que significa o olhar condescendente com que olho o bêbado da esquina
Não sou cúmplice da miséria humana
E nem a hostilizo nessa triste comédia em que estamos metidos
A coisa subiu à cabeça
Não houve eleições houve ilações do futuro ministro
Sou muito atento às pedras
Quem sabe não viemos grudados nelas
A vida inteira protegidos pelo poder civil ao envelhecer querem tomá-lo de assalto
Um aro chateia muita gente e quatro chateiam muito mais
E é assim porque sempre foi?
A quantidade de riquezas exportadas faria de cada brasileiro um milionário
E haja acordo pra manter em ordem a desordem

Comments are closed.