Olvidos

Vai e não volta volver!
Quem confunde fere e confunde será ferido
Ao que consta o chefe da guarda do presidente ordenou o pistoleiro que matou o major
Ao que consta o chefe da guarda da família ordenou o miliciano que matou a vereadora
A cópia local nem chega aos pés afinal o de lá é milionário
A República é civil menos no Brasil
Cuidado com a lava-prato na educação
O STF tem nova chance ao julgar no pleno o recurso da defesa
Nenhuma nação que se preze devia permitir o uso comercial de palavras e produtos estrangeiros
Para mitigar a violência é preciso incorporar as drogas os jogos e outras práticas sociais à economia capitalista como nos países hegemônicos e claro proibir as armas
Como pode dar prejuízo uma poupança compulsória universal administrada pelo estado que é a previdência
Pensar que empurraram o velho marechal doente para trair seu protetor Pedro II ao darem o golpe que fundou a nossa república por isso mesmo trôpega e servil
Qualquer semelhança não é mera coincidência
O puteiro saindo do armário
Está mais do que na hora de criar-se um governo antifascista no exílio
Os que se sentirem ameaçados pela repressão devem todos exilar-se enquanto podem
O fascismo não é um só homem
É uma teia de interesses e fraudes que se vão somando e atropelando o que vêem pela frente
E porque não tem limites é o desrespeito à própria condição humana
Nós não somos eles e eles não são nós
Não é preciso acrescer valores aos que as coisas têm basta realçá-los
Espalhei energias ao invés de juntá-las
Além de lhes querer roubar a vida roubam seus haveres
A vida o futuro ignoto nos vale mais que a sapiência
O diabo veste farda
O con”domínio do fato”
Só não venham dizer que o mandante é contraventor do morro
Todos pra Cancún
A teia é maior que a aranha
A curva é maior que a reta
O elogio é maior que o mérito
Ninguém é melhor que ninguém
Eu não sou
Tu não és
Ele não é
Nós não somos
O ponto é o fim da frase
A vírgula é uma variante
O parágrafo é quando muda o tema
E o fim é o fim

Comments are closed.