Archive for abril, 2019

Pinduras

terça-feira, abril 30th, 2019

Diferenças não são desavenças
Não faz bem bem não faz afrontar o perigo sem precaução
No mundo inteiro os babacas liberais estão se achando
Até vir a ressaca
Com esse surto neoliberal o mundo inteiro vai quebrar
Solução não é um soluço grande
Não pode censurar a imprensa
Mas a imprensa pode censurar o país
Impondo um mundo de fantasia e ameaça que acaba elegendo os farsantes
E consagrando as milícias no legislativo judiciário e executivo
Um país de 210 milhões de trabalhadores e trabalhadoras ordeiros assolados por uma máquina massacrante de massacres em todos os cantos
Não se vê em parte alguma a não ser nos independentes a mantença de nossos valores sociais políticos e culturais
A máquina burguesa apenas faz reforçar o clima de violência para legitimar a mais terrível que é a violência do estado
Não é uma reforma é a deforma não é a informação é a pregação
E pra quem gosta de reforma começa pela agrária
E LulaLivre!
Avisa ao idiota que a previdência já é uma forma de capitalização gerida pelo estado como pode falir?
Se é pra celebrar a Santa por que não expulsar os mercadores do templo?
Apesar da repressão o MST é o verdadeiro Brasil
Até um capitalismo de estado já seria de bom tamanho
O que não dá pra suportar é o burguês
Por que o paletó e gravata virou um uniforme mundial desbancando os trajes regionais mais belos e adequados ao clima e costume de cada lugar?
Brasileiro que defende estrangeiro quer é morrer de fome
Na crise do audiovisual os curtistas não deviam se escusar de exigir o cumprimento da lei do curta
Afinal é uma lei de incentivo à curtura
Ou se cumpra a lei do curta ou não se cumpra lei alguma
Derrotas diárias chateiam muito a gente
Até quando a fraude continua?
Em meio a tanta patetice a gente fica apatetado
Ao invés de outros países aqui a direita só está no poder mediante golpes
Bota pra votar republicanamente que eu quero ver
Eleição fraudada não é culpa do eleitor é golpe
Imagina o que passaram e passam os que não fazem concessão
Imagina o que é manter um leão na jaula
Só tá bom quando cada um tiver quatro refeições diárias e um teto pra dormir
Que não me venha um golpe militar em defesa do vice
Cada um joga como pode e torce para o time ganhar
Não mataram a galinha mataram o galo
A culpa nunca é do povo
De que tanto se fala e pouco se conhece

Balas

terça-feira, abril 23rd, 2019

Enquanto o país de cima estertora o país de baixo labora
E é quem de fato faz a vida
Até parece que não foi fraude a eleição
No país do futebol o 7×1 como em 50 enfraqueceu a consciência popular
O pior é quando a boçalidade ianque vira ideal de grandeza
Tanto quanto ao corpo é necessário libertar a mente
A parte e o todo
Tudo no universo é movimento nada está parado
E o cara acha que é Napoleão
É preciso dar-lhe o mesmo destino
Não chama a guerra que ela vem
É um buraco negro
Chega de frações ou tu é patrão ou tu é operário
O micto é um moleque com um estilingue na mão
Foi isto que elegeu a farsa
E faz o tipo vamu quebrar tudo que nem os arruaceiros de bairro
E foi ajuntando os brutamontes vindos daqui e dali
Só na conversa só na bravata
Foi juntando voto no indomável oráculo da desgraça
O que já foi é pouco ele quer mais
Não fique pedra sobre pedra
Nem física nem espiritualmente
A única forma de vencê-los é abolir a violência
É preciso vencê-los também nas urnas
Os militares nem fazem idéia do demônio que liberam com o seu delírio autoritário
Não é Ordem! E Progresso! É ordem enfileira os problemas e resolve é o progresso
O pirado pirou
O problema do pijama é quando esquece o chinelo
Nem pra tudo a verve serve
A turma do pijama devia era vestir um bermudão e ir brincar de guerra só nas redes
Espero que Albion rachada não o entregue ao inimigo
Os países são uma vitória de seus povos
Pior é o país incendiado pelas milícias no poder
Fogo no laranjal
Só o que falta é a greve geral
E quem vai prender o general?
Brasileiro grita no microfone
Quem mandou dar golpe?!
Tudo no universo está sempre em movimento
E talvez sejamos fruto disso

Custos

terça-feira, abril 16th, 2019

Pra quem gosta de autocrítica o prato está cheio

Uns vestem verde outros vestem rosa mas há quem vista verde e rosa

Como explicar a súbita aparição eleitoral de um monte de anônimos

A deforma é só dele monocrática ninguém concorda

Ninguém nasceu pra isso aí!

Por que deixamos devastarem nossas terras

Por que deixamos devastarem nossas gentes

Do verde oliva azeite ao verde gafanhoto praga

Os militares deviam pensar duas vezes antes de botar as armadas contra o povo

O resgate do cinema brasileiro tem que começar por cumprir-se a lei do curta

E agora na educação “os irmãos metralha”

As pragas naturais vamos ter que aturar mas as sociais não

O primeiro problema é que é muita gente

Não adianta discutir o varejo tem que atacar o atacado

Por que alguém se alista como soldado

A cada dia assumindo o risco de matar ou morrer

Geralmente ao que se saiba ninguém gosta de correr esse risco

Faz por necessidade sem outra opção na vida?

Quem furou o feijão furadinho?

A fascistada toda agora vai virar estrela nas tevês

Enquanto a esquerda não se unir o golpe continua

A globalização do mal

Caiu o Brasil agora quem cai é a América Latina

A rede de interesses imperialista consegue uma coincidência de acidentes inesperados

A emergência em todos os países de uma reação ao que se viveu na década passada de progresso social

A pequena burguesia local toma o poder

E entrega todos de mão beijada e de graça ao império ianque

Ficamos à mercê dos carreiristas civis e militares que infestam as repúblicas

Uma onda antipopular varre não só um país mas o continente e o mundo

A história avança inevitavelmente avança mas será que em ciclos de ascensão e queda?

Isso estará parecendo às políticas de anexação que antecedem as grandes guerras

E se a vida fôr um castelo de cartas

Uns tombam sobre os outros

Mas a grande guerra não tem jeito de estourar

Seria talvez a derradeira

E por isso não há de acontecer

Vamos ter que encarar as pequenas internas

Em que as populações de cada terra irão sofrer

E é pra isso que se mantém o velho prêso?

#LulaLivre!

Manobras

terça-feira, abril 9th, 2019

Não adianta brincar de poder quem manda é a CIA
A ditadura torturou e matou além dos civis mais militares que a guerrilha
A ordem do impostor quanto a 64 é mera provocação para acirrar atritos entre os civis e os atuais militares que não têm porque endossar crimes como a exaltação da violência e tortura que não praticaram
Enaltecer oficialmente a tortura é crime de responsabilidade cassa a chapa
Por que o poder militar ambiciona o poder civil?
Adestrados a mandar e a ser mandados querem mandar na população inteira
(Não) Esqueça o passado pense no futuro mas viva o presente
Um confronto entre militares e civis é estratégia da direita
Querem forçar um AI-5
Acho o máximo zerar tudo na virada do mês
A ascensão do fascismo e a tomada do poder no Brasil
É assim como quem não quer nada
Deixa as idéias rodar
Deixa as palavras rodar
Deixa o mundo rodar
O problema do crítico é que quando ele chega a obra já está pronta
O país há séculos escravo da mineração de exportação acaba com isso extingue a atividade
Se a garotada do século vindouro achar legal fuçar o chão retoma
Mané é mané
Ao aceitar o golpe de 16 ao aceitar a fraude na eleição do boneco em 18 o país mergulhou no abismo
Pra que tanta lei que só serve pra quem usa
Conjo veste azul conja veste rosa
É a tchutchurma
O mané de Xi Cago! indispôs-se com o jargão da perifa
E o que fazer com o temerário?
Por que o alto comando obstrui a justiça?
Tchutchuca é elogio e tigrão não é ofensa
O roxo confiscou a poupança o tchuco quer a previdência
E o renegado renega a presidência que conspirou para ganhar
E diz que só quer é imitar
Na tchucalândia os monocráticos derrubam os democráticos
E os militares se dividem em patentes e comandos de exércitos de divisões de brigadas de companhias de regimentos de batalhões de patrulhas e de praças
Quero crer que essa bagaça se desfaça
Mas tá difícil ela desdobra-se como as folhas da cebola
E nem dá pra temperar
Melhor seria picar
Mas eu não pico com a tua

Solices

terça-feira, abril 2nd, 2019

Desde o 1º. de abril de 2009 faz uma década não são dez dias
Publico semanalmente n’A Tribuna as minhas crônicas que mais tarde viraram versos como abaixo
Se desarmar todo mundo nem precisa polícia nenhuma
O problema é a intimidação de classe
Pra que servem os ricos para oprimir-nos?
O jacu atrás da jacua
Se não se limitasse às falcatruas da galera o estado resolvia tudo
Tudo o que a mona tá fazendo dá pra desfazer depois
Com essa desenvoltura é mole contratar um pistoleiro
O micto do mito
Militar só sabe dar e receber ordens
O país assiste atônito ao avançar da bêsta
O erro foi não reprimir a direita como a direita reprime a esquerda
O que se passa na mente de um assassino?
O que se passa na mente de um mandante?
O que se passa na mente de um comandante?
Comandante manda seus comandados matar ou morrer a seu critério
O que me inspira é o que eu respiro
E o com”domínio” tem brazão?
Alô Brasil copia e cola
A milicada já levou um troco na falência do governo
Trêfegos trafegam sem se preocupar com o tráfego
Logo veremos no que resulta
A jamanta trombou com a ambulância
Jurisconsulto não é bêsta de abrir o bico
Confissão é barato de otário
O governo chantageia o estado
Meia dúzia de reformados entrega o país por trinta trocados
Querem para si o que a todos negam
Quanto vale a Vale vale nada
Por que o executivo depende do legislativo?
Nas guerras os mais velhos mandam os mais novos morrer na frente
Os generais mandam os praças
Só que os donos de lá são milionários
A marinha devia ocupar-se em limpar a água do país
Faz-se à jato mas vai-se o jato
Os militares de hoje nada tem a ver com os do século passado
Uma minoria de pijamas escudados pelo princípio da hierarquia e disciplina e agora em seus atuais postos civis
1º. de Abril