Archive for outubro, 2019

Negócios

terça-feira, outubro 29th, 2019

Se o déspota diz avance recuemos
Esses são os “criollos” esses são os “ladinos” esses são os latinos
Os conglomerados são o inimigo como no passado as Companhias das Índias
Já deu pra perceber o desastre que uma fraude eleitoral pode fazer
As pessoas adoram o espetáculo
A variar conforme o gosto de cada um
O Brasil é um país gigante e totalmente eclético
Aqui tem de tudo
E a presença dos passados no presente
Foram as missões católicas que chegaram à Amazônia
Como os 7 povos noutro século nas Missões
A guerra no Rio de portugueses e franceses era também a de calvinistas e católicos
A religião católica atravessando os séculos tornou-se vítima do luxo e da riqueza
E era universalista
O protestantismo era localista
Qualquer indivíduo prega a palavra da Bíblia segundo suas capacidades
Nem precisa de catedrais e latinismos fala a língua do lugar e seus coabitantes
Depois a coisa cresce e vira problema: mercadores nos templos
E as catárticas transmissões em massa
A pecúnia rolando a burguesia enricando
E incorporando os pregadores do pregão
Mas o protestantismo se bem entendi é uma rebelião contra o poder monárquico de Roma
Emergência na formação do capitalismo induz não à passividade dos rebanhos mas à iniciativa individual manifestada não nos confessionários secretos mas na confissão pública a cada vez maiores auditórios
E assim se fez Europa afora e transbordou na América do Norte
De lá pra cá foi um pulo
E para sua expansão dependeu exclusivamente da profissão de fé de seus seguidores
As religiões são permanências do espírito primevo
Fazem-se por catarses de um a um e depois de muitos e muitos mais
A relação palco e plateia é presente e permanente e depois multiplicada nas telas de tevê
Por outra parte organiza a vida e o trabalho de seus seguidores
Aprendem a ter fé em si mesmos e a prosperar nem que seja pelo dízimo devido ao pastor
Convenhamos pagamos dízimo a torto e a direito impostos e taxas e o que mais inventou o capitalismo para nos explorar
Onde houver dinheiro haverá especulação
Pastores enricam e compram espaços públicos e privados
Nem são mais evangélicos são meros mercenários
A evangelização na base no entanto prossegue todas as religiões inspiram modos de vida e hábitos próprios
O diabo é quando a pregação de uma significa o ataque à outra
O fato é que o pentecostalismo difundiu-se ramificou-se capilarizou-se no país
Como em tudo os nababos e charlatães não são a maioria
A maioria como todo o povo brasileiro é honesta e trabalhadora dia a dia

Pensandos

terça-feira, outubro 22nd, 2019

A plateia brasileira adestrada pelos gringos curte a crueldade e a violência
Pra quem assiste é diversão pra quem faz é trabalho
Casualmente descobri um novo gênero: o auto-documentário
O documentarista que documenta a si mesmo
Filmes que não chegam às salas de cinema deviam postar-se na rede
A PM negra não pode chacinar seus irmãos de côr e classe sob o mando de uma elite branca e fascista
Arderá em suas próprias chamas
Os evangélicos não são o problema são os dizimistas
A liberdade não é racista não é sexista não é fascista é a liberdade
Os ricos não cansam de explorar os pobres e nem é pelo dinheiro jamais conseguiriam gastar o que acumulam é puro sadismo mesmo
Que a direita se divida e a esquerda se unifique
Se juntar dá certo se não não
Babacurral um óvni pilotado não se sabe quem e nem da onde
O problema da invasão audiovisual imperialista é que é um arsenal de sons e imagens despejado atirando para todos os lados
Seduz com a violência seduz com a sedução a plateia abduzida
O imperialismo é melífluo
Religião e política são incompatíveis
A religião cuida do além a política do aquém
A vida social reprimida gera confusos problemas
A arte não tem a ver com o consumo
Não se perca no universo concentra no local
Para quê em tempos alguns?
Para quê em tempos nenhuns?
O bom da vida é escutar os outros
O Brasil não precisa de nóbeis da Noruega que polui nascentes no Amazonas
Legaliza ou essa guerra nunca acaba nos isteites virou fonte de renda e emprego
Com o sol que nós temos não sei pra quê energia fóssil
Todo mundo quer ser estrela na tevê
Driblando a sorte driblando a fortuna
A Europa hoje próspera às custas do inacreditável massacre nas Américas e em África
Ao invés de negociar bens e trocas vieram devastando tudo gentes e terras
Os invasores nem eram numericamente tantos
Mas conseguiram destruir povos e civilizações
Dada a presença estrangeira os nativos provavelmente sequer entendiam o que eram os forasteiros que ainda como agora chegavam atirando e botando fogo em tudo
Eram bêstas feras com vontade de matar a seu favor armas de fogo e cavalos
De um e outro lado da Cordilheira a coluna dorsal de Sulamérica impediu-se a evolução dos povos autóctones
Ainda hoje é o que se vê
Forasteiros não podem ter poder sobre as terras nativas eles tem as nativas deles lá de onde vieram
A questão é de autoctonia o que seriam hoje essas civilizações autóctones?
Os nativos e só eles tem direito a suas terras nativas e é possível o convívio pacífico desde que uns não queiram dominar os outros

Fáceis

terça-feira, outubro 15th, 2019

A luta não é de “raça” nem de “gênero” é de classes
E agora Supremo vai encarar a denúncia de tortura ou vai dizer como o marreco: “Não vem ao caso!”
Ainda mais com a confissão dos verdadeiros demônios
Quem paga pra ser xingada? A plateia
Há o grand Guignol e há o pequeno
Contra o povo não! Contra os usurpadores
O que farás ó Supremo frente à difamação de seus confrades
A questão é o capital contra o trabalho
O capital que é abstrato oprime o trabalho que é concreto
E expropriando o trabalho acumula mais capital à exaustão
O trabalho segue deteriorado a mercê das condições que lhe são impostas
E se não for assim como será?
Trabalhadores unidos jamais serão vencidos
Mas como uní-los?
Imbatível é a condição de classe
Os da classe baixa não tem condições de enxergar além de sua condição
E justificadamente atém-se ao horizonte em que nasceram
É preciso lembrar que o convívio social com a família de origem e com a família de adoção supre muitas das expectativas de todo mundo
Mas não é só
Precisa de um bem estar de estabilidade na vida
A pior coisa é não saber o dia de amanhã
Não é só o Brasil as Américas estão sob um agravado assédio do imperialismo
A árvore só é porra se fecundar a terra
Não adianta mentir: “a verdade vencerá”
Ausente em algum momento o povo rala pra sobreviver
Ninguém se opõe a políticas setoriais são tantas mas só a unidade de classe derruba o fascismo
Comprovada a milícia no poder?
O maior erro é errar o inimigo
Insistir nas diferenças atrapalha a unidade
Se desde agora os democratas não pararem de se disputar e se unirem não ficará pedra sobre pedra no país inteiro
Primeiro a gente elege democratas depois a gente discute de novo
Paris devia exigir a libertação de seu concidadão de honra
Tudo o que o impostor fizer será anulado
Tudo o que o impostor fizer será revogado
Quando a maioria do eleitorado quiser
Sujada a água pela água suja
Ou somos todos um só ou fascismo vence: trabalho x capital
Talvez um turno de 4 horas diárias seja suficiente para um trabalhador
Os policiais precisam compreender que são trabalhadores como as suas vítimas
Adestrada pelos gringos a plateia é retardada

Verdades

terça-feira, outubro 8th, 2019

Anula tudo e devolve o mandato à Presidenta legítima
Espero estar comemorando a vitória dos democratas nos conselhos tutelares
O pior erro político do Lula foi atrapalhar a eleição de Brizola para a presidência
O Brasil seria outro retomaria seu destino pré-golpe de 64
Lá o vale é do silício aqui é o do suplício a milícia a roubar nióbio dos nativos
Raoni é o pajé de todo o Brasil branco preto amarelo vermelho e mestiços
Todo brasileiro devia ganhar só um salário mínimo para aprender o que é a resistência do povo
Sem auxílio moradia
Sem bônus de desempenho
Sem acúmulo de aposentadorias
Sem isenções fiscais
Sem propina publicitária
Sem especulação bursátil
Enfim com vergonha na cara
O problema do Brasil é que a milicada fascista eliminou na juventude a liderança da minha geração
Ficou esse monte de bandido no legislativo no judiciário e desde o golpe de 16 até no executivo
O Marcelo Odebrecht é como um campeão de fórmula 1 e nem é por dinheiro já nasceu rico
É pelo talento de gerir uma megaempresa multinacional brasileira
Resistir a dois anos de arbitrária prisão sem abrir o bico afastado de suas filhas pequenas
Ao fim nem fez delação essa coisa abjeta fez acordo de leniência para salvar o emprego de seus empregados atacados pelos bandidos togados
Ao que consta o sucesso da Odebrecht se deve a ter menor preço que os americanos e maior qualidade que os chineses
Tô mais preocupado com as crianças e o povo do meu país do que com a Suécia
Quero ver passar batido o ultraje ao Che pelo menos junto à crítica francesa que se acha rigorosa
O Obama como todo capo mafioso ao apontar o Lula: “Êste é o cara!” indicou à CIA sua subordinada a quem deviam atacar
Se os policiais são capazes de tirar sua própria a deles vida o que não fariam com a vida alheia
Ninguém cala a boca de ninguém vamos passar este país a limpo
A esquerda que se dane vamos cuidar do povo como aliás é o que fazem as militâncias
Devassa a jato a bandalha jurídica
Quero ver é a união dos democratas nas eleições municipais
O Supremo perde horas pra legitimar as nojentas e infamantes “delações premiadas”
Nem bandido admite delação
Vai lá STF proclama a inocência do véio
Entramos agora na fase das delações não premiadas juristas bandidos correi
Se os democratas em todo o país não se unirem vão eleger de novo os fascistas
E aí bacurrais já fizeram seu anauê hoje?
Porrada pra quem dá é peteleco pra quem recebe é sôco
O melhor do cinema brasileiro certamente não está nos 10 premiados e aplaudidos e sim nos 90 independentes que sequer são exibidos
O minério é da terra e a terra é dos nativos
A Ancine que vetou o último vôo do Nelson: “Pedro II e a Republica” não merece sobreviver
E assistam meu primeiro longa “O Bobo na Rua” de graça e em casa: vimeo.com/357272024 senha: santeirolonga