Guerras

Os povos não são guerreadores
Os povos são pacíficos
Ou teriam se extinguido
Cada um vive seu tempo
Não se pode viver o do outro
São bilhões que vivem cada um por si e se agregam em sua família
E as famílias agregam-se em sua etnia
Brasileiro pra gringo se vende barato
Devia manda-los pastar
Se nós não eles sim
O drama de cada um não é do seu local é planetário
O que não fôr melhor para todos não deve ser melhor para ninguém
Um painel de 108 curtas atestam o nascimento do filme e do cinema pelos Lumière
Mas a busca do real virou mentiras
E desde que viraram dinheiro viraram dinheiro
Violência e crueldade é o que então disseminam
Neles se vê o que não se vê na vida
E o que se vê na vida neles não se vê
Bestialidade
Esforçam-se deliberadamente para iludir o público
Artistas tornam-se atletas
Os filmes variações sobre os mesmos temas
Nem todos claro nem todos
Os temas talvez sejam os mesmos
Mas o tratamento é diverso
Nenhum filme pode ser igual a outro
E nenhum pode ser diferente de todos
Em toda a minha vida nunca vi acontecer o que acontece nos filmes
E você?
Nunca vi ninguém ser baleado ou balear
É instantâneo não demora
É como cair
Você mal se dá conta de quando caiu
Só dois dias merecem ser socialmente festejados o Ano Novo e o Dia do Trabalho
E cada um comemore o seu aniversário como quiser
O comércio quer que todo dia seja dia do consumo
Não há conflito que não se possa mediar
Em favor da vida de todos
O governo ianque praticamente declarou guerra ao Irã
E ao mundo

Comments are closed.