Surtos

Tiradentes não pode ser patrono de milícias extinga-se a polícia militar
O carnaval sempre é cinzento até explodir a côr do povo
Quem viveu desde os anos 70 é parte da mesma armadilha
As há as do bem e as do mal
Apesar de vocês o povo canta o povo diz
Militar é de outra espécie?
O que se passa na cabeça de um militar
Ordem do dia do general da milícia: “Foda-se”
Não é possível que as armadas se perfilem a esse bando de idiotas
Quem fala em nome de outros blefa
As armadas nunca enfrentaram o povo
Sòmente certos grupos na calada das noites e nos porões do poder
De major pra cima é complicado com seus cursos de lavagem cerebral em Norteamérica
De major pra baixo é quem pega no pesado e comanda as tropas
As tropas pobres meninos fugindo da pobreza
Queria ver os mandantes na frente em guerra de verdade
Os meninos pobres meninos apavorados com a repressão carrasca de seus sargentos aderem ou abandonam-se à sorte
Os sargentos que jamais chegarão a oficiais esbaldam-se na formação de robôs que marcham no compasso da disciplina
E é nisso que se arvoram os que falam em seu nome: a disciplina
Farsescos farsantes na farra das fardas
Desarmadas cumprem serviços sociais de monta
Armadas só servem de intimidação e morte aos civis
E foram duramente atingidas pela repressão do golpe militar em 64
Destituídos presos torturados desaparecidos assassinados
E agora quem fala em seu nome é quem quis explodir quartéis e o Guandu
É quem enaltece a tortura e a violência que são crimes militares
Isto não é militar
Isto é miliciano
Primeiro nega depois entrega
Compra dólar o posto ipiranga diz que vai a 7 ou enquanto durarem as reservas juntadas pelo PT
Convoca os doleiros do Paraná
Tudo que acontece é bom
O que não acontece podia ser melhor ou pior
A história dos países não é nada memorável
Países vivem há séculos na maior desigualdade
Interna com seus próprios povos
Externa com os outros povos e países
Ainda não lograram o básico o trivial o original
O fim da exploração do homem pelo homem

Comments are closed.