Mobilizações e Políticas Públicas para Cultura Digital: Articulações Catarinenses

Proposta de apresentação do Pontão Ganesha de Cultura Digital inscrita no Festival Cultura Digital:

A primeira década deste século está sendo marcada pela substituição dos sistemas analógicos por sistemas digitais de registro, transferência e depósito de produtos e bens culturais no formato de textos, sons e imagens. Este processo de expressão e transmissão de conhecimento mediado por dispositivos digitais – chamado Cultura Digital – exige políticas públicas específicas, pois transpassa, cada vez mais, todas as camadas e segmentos sociais.

A sociedade brasileira vem reafirmando a necessidade de tais políticas em encontros como os Fóruns da Cultura Digital e as Conferências de Cultura (iniciativas impulsionadas nas últimas gestões do Ministério da Cultura – MinC). A atuação dos Pontões de Cultura Digital, por exemplo, deram uma visibilidade estratégica para a Cultura Digital, condição fundamental para a inclusão da área em políticas públicas nos âmbitos federais, estaduais e municipais.

Esta proposta de apresentação trata do relato e análise da inclusão da Cultura Digital na pauta das políticas públicas para a cultura no Estado de Santa Catarina, através da ocupação de espaços institucionais, como a participação nos conselhos de cultura e em editais públicos.

Atuando em quatro eixos (digitalização de acervos, aumento da presença e visibilidade da cultura catarinense na web e formação e articulação política), o coletivo da Alquimídia.org tem colaborado com a ramificação de conceitos e demandas tratadas nos Fóruns da Cultura Digital em Santa Catarina.

TÓPICOS

Rede Cultura Viva de Santa Catarina

O blog coletivo da Rede Cultura Viva de Santa Catarina é uma plataforma de agregação e difusão das atividades dos Pontos e Pontões de Cultura presentes no Estado, além de um fórum de discussão online por meio dos posts e comentários. Atualmente em versão beta, o blog é um tema P2 do WordPress (software livre), adaptado e mantido pelo Pontão Ganesha de Cultura Digital, em parceria com o Pontão da UFSC e apoio do Ministério da Cultura e Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL). No processo de efetivação da Rede, cada Ponto recebeu um loguin e treinamento do Pontão Ganesha, que, em conjunto com a SOL, realizou visitas por todo o estado. O conteúdo do blog é licenciado em Creative Commons.  Site: http://cultura.sc/pontos/

MASC Virtual

O MASC Virtual é uma proposta de desenvolvimento do portal oficial do Museu de Arte de Santa Catarina, com áreas interativas e animadas que simulam uma visita real a todo o acervo do museu. O projeto proporcionou, também, a digitalização e compartilhamento na internet de mais de 500 imagens do acervo do Museu. Site: http://masc.org.br

Mobilização, articulação e política

O Pontão Ganesha participou ativamente tanto da cobertura das atividades culturais de Santa Catarina quanto das articulações para a inclusão da Cultura Digital na agenda pública do Estado.


Os frutos destas articulações desenvolvidas em conjunto com outros coletivos das sociedade civil estão prestes a se concretizar. O primeiro deles é a criação de um Edital Municipal de Cultura Digital em Florianópolis. O Conselho Municipal de Políticas Culturais de Florianópolis – CMPC, desenvolveu uma série de editais púbicos direcionados a várias áreas da cultura e artes, como a dança, teatro e a cultura popular. Os recursos para a viabilização desta iniciativa são provenientes do Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis.

Mesmo não tendo – ainda – conselheiros específicos na área, o CMPC decidiu contemplar, também, a Cultura Digital. Após algumas reuniões e debates sobre o tema, a comissão de redação dos editais, em parceria com ativistas e produtores da área, chegou a uma proposta final do texto para o primeiro Edital Cultura Digital de Florianópolis.
O texto, disponível na internet para contribuições, prevê uma premiação de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil reais), distribuídos em categorias como a Difusão Cultural, Desenvolvimento de Softwares Livres para Cultura, Formação e Arte Digital. A Cultura Digital também foi contemplada em outra premiação do fundo: A Digitalização de Acervos, incluída no Edital de Patrimônio.

Outra articulação importante de inclusão da Cultura Digital na agenda do Estado foi a proposição do uso das Licenças Creative Commons no Edital estadual Prêmio Elisabete Anderle, colocado em consulta pública pela SOL em agosto de 2011, bem como a inclusão da categoria Cultura Digital.

Site: http://cultura.sc/politica

Apoie esta proposta: http://bit.ly/ApoieCulturaDigitalSC

  1. Nenhum comentario ainda

  1. Nenhum trackback ainda.

*

 
Pular para a barra de ferramentas